Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Os últimos dias foram um inegável desastre para a reputação do Governo de Passos Coelho. Soaram patéticas as declarações de Paulo Portas ontem sobre a pretensa  xenofobia ao Norte por causa da designação de Álvaro castelo Branco como administrador da empresa Águas de Portugal. Ao mesmo tempo, o 1º Ministro veio a terreiro negar peremptoriamente qualquer interferência directa ou indirecta do Governo nas recentes nomeações para a EDP. Mesmo que tal seja um facto ninguém acredita: acontece que numa conjuntura dramática como a que estamos a viver não basta ser sério, tem que se parecer sério, sob o perigo de delapidar ainda mais a depauperada confiança no regime e acicatar o ressentimento social.
Está na altura do total pragmatismo e da tolerância zero a quaisquer equívocos: o corte radical às nomeações. Será “pecado” ser militante de um partido do governo para assumir responsabilidades em empresas e projectos com ligações ao Estado? Se calhar nas actuais circunstâncias é. Por um bem maior: para salvaguarda da tarefa titânica que o governo enfrenta e a fragilizada estabilidade social, neste estado de emergência em que vivemos. Por Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Imagem de perfil

De A-nossa-quintinha a 13.01.2012 às 10:54

Pois, ... numa sociedade participativa e empenhada a ideia até podia vingar. Mas existe realmente vontade desta sociedade em participar neste esforço? Mais alguém está predisposto a assumir as acrescidas responsabilidades destes cargos nestas alturas? Se temos realmente soluções à altura, porque não aparecem, porque não se chegam á frente com projectos e soluções? Entretanto, acho que temos de nos contentar com as soluções encontradas e rezar para que sejam as correctas.
Bom fim-de-semana.
Sem imagem de perfil

De APC a 13.01.2012 às 12:40


Tenho me sentido muito incomodado por ter acreditado e votado nesta gente. Parece agora claro que o sr. MR e o sr, PP são os verdadeiros capos deste governo. O exemplo que deu das nomeações na EDP - é uma vergonha! Que anda a fazer o presidente CS ? Se não pode ou não quer actuar também perante tais escandalos, não seria melhor dar a conhecer, de vez, quais foram realmente os propósitos da sua candidatura ?
Imagem de perfil

De Nuno Moura Trindade a 14.01.2012 às 08:38

Esse senhor, o excelso presidente nosso, goza com o povo, em proveito seu e dos seus, há, pelo menos, 25 anos. Não é coisa pouca.
Sem imagem de perfil

De tric a 13.01.2012 às 13:07

a situação da EDP faz lembrar a situação quando Armando Vara e Carlos Santos Ferreira se apoderaram do BCP !  vergonhoso
Sem imagem de perfil

De Vero a 13.01.2012 às 14:51

Aquela do "pecado" não lembrava ao careca.

Nesse caso, também o Socas não "pecou" ao nomear xuxas para tudo e mais alguma coisa.
Sem imagem de perfil

De Nuno a 13.01.2012 às 21:28

Diziam que o problema era as empresas serem do estado. Afinal quando são privadas parece que ainda são piores.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse jornal, o Expresso, ou traz poesia ou noticia...

  • Anónimo

    Sr. João, o direito a abster-se é tão legitimo qua...

  • Pedro Picoito

    Não tem escrito direito e as linhas são muito tort...

  • EMS

    Essa edição do "Expresso" é de 1973. É natural que...

  • João Távora

    Com os problemas dos outros posso eu bem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D