Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que passa por futebol

por José Mendonça da Cruz, em 28.11.11

 

O futebol deve ser, em Portugal, a actividade onde os crápulas têm mais espaço livre de manobra e onde as pessoas só aparentemente sérias revelam as facetas miseráveis de carácter que nas suas outras actividades conseguem esconder tão bem. Uns e outros levam a hipocrisia a níveis realmente abjectos quando choram lágrimas de crocodilo por infortúnios que fizeram tudo para causar.

Vibrando eu, sobretudo, com o Real Madrid de Mourinho, e tendo, para consumo interno, simpatias benfiquistas, espanta-me, porém, o comportamento do clube e da direcção da Luz antes do encontro com o Sporting. Espanta-me a oferta de apenas 3.000 lugares num estádio de mais de 50.000. Espanta-me a invenção de uma jaula para conter os adeptos do adversário, mal situada e impeditiva de ver bem o espectáculo. Espanta-me a ligeireza de prever 5 entradas com revista, que levaram, muito previsivelmente, a que centenas de pessoas só tenham podido entrar quando já passavam 30 minutos de jogo. Espanta-me a ofensa gratuita de ter a revistar adeptos do Sporting alarves com cachecol do Benfica.

Mas espanta-me muitíssimo mais que os mesmos que tudo fizeram para excitar os piores instintos de alguns previsíveis energúmenos entre a multidão, depois se queixem com ares virginais de que os energúmenos previsíveis se excitaram e fizeram o pior.

Em vez de se indignarem e fazerem comunicados tremendistas, os dirigentes benfiquistas deviam envergonhar-se. Em vez de aliviarem as cores ao caso, os dirigentes sportinguistas deviam fazer mea culpa na parte que lhes cabe.

Infelizmente, não é isso que veremos. O que veremos é uma ópera bufa debitada por idiotas - até que um dia volta a morrer alguém. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Sem imagem de perfil

De Toupeira Real a 29.11.2011 às 00:45

Meu caro
Foi intoxicado pela campanha de contra-informação. Nem os leões estiveram numa jaula (embora alguns nunca devessem de lá ter saído) nem as coisas se passaram como o seu post quer fazer vingar, ainda que pense que foi vítima da tal má informação. A jaula não é jaula. Isso é uma invenção de uma certa comunicação social mais interessada em que acontece aquilo que os energúmenos fizeram no fim do que no são convívio e da correcta disputa de um derby apaixonante entre rivais. A dita jaula mais não é do que vidro transparente separador de adeptos, semelhante ao que é usado por esse mundo fora. É bem melhor do que as pré-históricas grades de campo de concentração que separavam os adeptos há não muitos anos ou do que um fosso que tem como finalidade conter a turba espumante de ódio num qualquer estádio próximo de si. Como se viu, a vergonha e o dislate vieram da direcção do clube perdedor que acabou por incendiar os ânimos e com isso as bancadas do estádio, literalmente. Entre hunos e vândalos, escolha-se o epíteto. Olhe já que se interessou por bola, que tal um post sobre algo verdadeiramente grave: os capangas do homem de fina ironia lá recitaram mais umas rimas de pancada num jornalista. E vão pelo menos vinte desde 1988. Sabe qual é a piada? A comunicação social omite tais barbaridades, entretendo a malta com um dispositivo de segurança certificado e devidamente legalizado e, sobretudo, aconselhado pela PSP. Engraçado, não é? 
Quanto aos bilhetes é fácil explicar-lhe: o clube adversário tem direito a 5% da lotação total do estádio; o clube da casa enviou os correspondentes; o clube adversário até não os conseguiu vender todos, apesar do alarido que fizerem ao pedirem mais do dobro; o clube adversário também só entrega 5% dos bilhetes dos jogos em sua casa, o que prejudica o SLB porque tem mais sócios, porque tem mais adeptos e porque vai jogar a um estádio mais pequeno e, não por acaso, vende sempre todos os que requisita, ao contrário dos reclamantes. Engraçado, não é? No mais, é óbvio que as leis punitivas dos energúmenos que se deslocam aos estádios têm de ser agravadas. Afinal são mesmo umas bestas, qualquer que seja a cor clubística.   
Imagem de perfil

De João Sousa a 29.11.2011 às 09:51


Absoluta e completamente de acordo (com a excepção das simpatias benfiquistas). A juntar ao que escreveu, acrescento a ignóbil "imprensa da especialidade" que serve de correia de transmissão a esta canalha, quando não é ela própria a lançar gasolina para as fogueiras. E que, no fim de todo este caldo bem misturado, ainda existe uma confortável convivência entre algum do poder político e este submundo.


Que isto tenha sucedido poucos dias depois da recepção que o Manchester fez a este mesmo Benfica, no país que colocou a palavra Hooligan no léxico global, só contribuiu para tornar mais evidente este retrocesso civilizacional (e aqui, sim, acho a expressão usada com total propriedade).
Sem imagem de perfil

De matateu a 29.11.2011 às 10:21

Argumentação típica de esquerdistas: os energumenos não têm culpa, apenas foram provocados.
Sem imagem de perfil

De io a 29.11.2011 às 11:00

Não o futebol mas a fauna que vive dele e à volta dele  são uma vergonha. Os jornalistas "desportivos" quer na rádio, imprensa ou televisão ajudam muito este espectáculo deprimente. Os verdadeiros amantes de futebol deviam fazer uma greve geral ao espectáculo "futebol" quer directo , nos estádios, quer através das transmissões televisivas ou radiofónicas. Isto só pára quando  começarem a sentir as consequencias em EUROS.
Sem imagem de perfil

De Deixe lá a 29.11.2011 às 12:22

Deixe lá que na terra do seu querido Real Madrid as coisas também estão bonitas...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Estimado Henrique Pereira dos Santos,Vexa é um Sen...

  • henrique pereira dos santos

    Vou explicar-lhe uma coisa simples: pessoas adulta...

  • Anónimo

    A ignorância e a inveja são os nossos principais p...

  • Anónimo

    Não é só por cá que as ditas elites políticas alme...

  • Anónimo

    o Ir.: O e C percebe muito de fundos, SCP e sondag...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D