Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vergonha na cara

por João Távora, em 27.11.11

 

Nestes inauditos tempos de História que atravessamos, não nos basta ter de aturar o bando de tudológos oficiais nas rádios e televisões a choramingar banalidades sobre as “injustiças” do sinistro ajustamento económico a que estamos condenados, temos também a má fortuna deste regime nos legar uma crescente troupe de inimputáveis presidentes e ex-presidentes da república, que do alto da sua insignificância contribuem para o ruido com trivialidades sobre o “diálogo”, o perigo do “empobrecimento”, ou a famosa “distribuição dos sacrifícios” assunto para o qual cada um parece ter a sua receita mágica. Todos eles gozam por estes dias o seu peso em prebendas e mordomias douradas pelos actos ou omissões que nos conduziram à actual ruína. 

O último a botar a boca no trombone foi o pardacento e lacrimoso Sampaio, que não perdeu a oportunidade de lançar achas para a fogueira, sublinhando que o País está “num momento muito difícil” (!) e defendendo que “é preciso reforçar os instrumentos de diálogo”(!!), concluindo num desavergonhado assomo de lata que “afinal de contas” tinha razão na frase célebre frase “há mais vida além do orçamento” (!!!). Nestes tempos de emergência nacional falta-lhes é vergonha na cara.

Tags:



7 comentários

Sem imagem de perfil

De E não só a 27.11.2011 às 20:15

Falta mesmo é SAR o Senhor Dom Duarte Pio de Bragança explicar-nos devidamente como havemos de fazer para sair do buraco.
Sem imagem de perfil

De Alcides a 27.11.2011 às 20:50

Não sendo eu defensor da causa monárquica (mas se calhar já faltou mais), estou por isso à vontade para lhe dizer que 'SAR' pelo menos não tem culpas no cartório ao contrario dos ilustres maçónicos da fotografia.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 28.11.2011 às 00:00

O SAR não tem culpa de nada. Se é um homem comum, sem qualquer responsabilidade politica nem relevo de coisa alguma, teria culpa de quê? 
Sem imagem de perfil

De Miguel Loureiro a 27.11.2011 às 20:39

Mas quem levantou o problema não foi o 2º da esquerda? E não foi ele que deu início ao descalabro?
E concorda que sejam os FP e pensionistas que paguem? E os Espíritos Santos? E os outros PORTUGUESES? Tem uma boa oportunidade de explicar o critério, no campo moral, económico e social, aproveite, porque nem eu nem ninguém entende e os privados nem querem pensar. Até o Ulrich chama confisco se fizerem o mesmo aos trabalhadores da banca.
Aposta 5 contra 1, que não vai ser afetado!
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 27.11.2011 às 20:49

Muito bem, caro João!
Eles falam como se nunca tivessem tido responsabilidades, como se não tivessem pactuado com descolonizações, nacionalizações, despesismos, eleitoralismos e outros ismos.
O único que teve uma atitude decentíssima foi Eanes, ao renunciar a uma indemnização superior a um milhão de euros de que as falcatruar de mon ami Suarez o tinham privado.
Um favor podiam fazer ao País: deixar o Governo governar e por na ordem a desordem que eles todos nos legaram, deixando de bloquear reformas e de torpedear a dificílima missão que o executivo tem pela frente!
Sem imagem de perfil

De CAL a 27.11.2011 às 23:36

Nabos sem cabeça, só folhagem!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Elvimonte

    Com essa idade e ainda acredita no Pai Natal?Vamos...

  • Susana V

    Isto já é obviamente uma doença do foro mental.Já ...

  • Anónimo

    MTA, batatas... para si.

  • Anónimo

    Meu caro, não sou com certeza, também só concedo u...

  • Anónimo

    Tudo quanto se está a passar é com a anuência do S...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D