Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ai vida dura...

por João Távora, em 12.11.11

 

 

Sobre a manifestação desta tarde, no Diário de Notícias d'hoje em quatro curtas em pé de página lêm-se os seguintes títulos: “Professores pretendem juntar mais de dez mil”, “Médicos estão contra reduções nos subsídios”, “Polícias querem menos cortes e mais garantias” e “Militares exigem evolução na carreira”. Ontem por volta da uma da tarde passei em frente à assembleia, e, cá em baixo a borrar a harmonia arquitectónica da rua de S. Bento (a do palácio não é grande coisa) deparei-me com um acampamento. Eram pouco mais de uma dezena de indivíduos desgrenhados e com cara de poucos amigos, aqueles que a imprensa designou de “indignados”, e que por ali apodrecem desde 15 de Outubro, o seu momento de glória brandido de cima dum leão. Consta que ontem pela tardinha chegaram à centena a protestar contra a austeridade enquanto o orçamento ia a votos.
Provavelmente à hora em que passei alguns terão ido a casa buscar uns trocos e tomar um duche que isto da vida de acampamento tem os seus incómodos. Enfim, aquela rapaziada leva uma existência dura que nem nas obras, trabalho para imigrantes: permanecem estoicamente há quase um mês no meio de cartazes, lonas e plásticos à mercê dos caprichos meteorológicos, escrupulosamente vestidos de freaks, entretidos entre entrevistas à imprensa da especialidade e a pintura de novos cartazes ou simplesmente explorando os seus telemóveis espertos manufacturados por chineses.
Tudo isto para vos aqui deixar a minha impressão de que a diferença entre as corporações profissionais que hoje descem a avenida e os “indignados” é que estes últimos, se internados numa comunidade de auto-ajuda, a maioria seria certamente recuperável para a sociedade (e para si próprios). À parte disso, todos vivem convencidos que a coisa pública deve ser gerida da rua e que o dinheiro nasce nas paredes dos multibancos.

 

Foto Paulo Novais Lusa

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Também me parece a 12.11.2011 às 17:51

Internados parece-me bem.
Sem imagem de perfil

De Alcides a 12.11.2011 às 21:22

Podia ter acrescentado ai uma certa classe media desinstruida que não esta com vontade nenhuma de perder certos vícios, (trocar de carro, de casa de meia em meia dúzia de anos etc). Com tem que culpar alguém convocam o Marxista que neles há e toca de demonizar os bancos, os mesmos bancos que lhes financiam os vícios.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Maria Teixeira Alves

    https://www.google.com/url?sa=i&source=web&...

  • JMS

    A petição já vai em 4 mil e tal.Acabei de a assina...

  • Sarin

    Suponho que a criatura seja o anónimo - porque a c...

  • Anónimo

    Esta criatura não consegue livrar-se da cassete 'e...

  • Anónimo

    O que os "jornalistas" do regime sofreram, as noit...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D