Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bancos portugueses à beira da nacionalização (parcial)

por Maria Teixeira Alves, em 27.10.11

Latest News:

 

Banca portuguesa à beira da nacionalização (parcial)

 

Em resultado das medidas acordadas para a banca europeia na cimeira europeia eis que só os bancos portugueses, com a desvalorização da divida soberana portuguesa (fora as outras), precisam de 4,4 mil milhões de euros no capital. A isto acresce o hair-cut de 50% da dívida grega.

 

Para cumprir com as metas europeias, o BCP tem de reforçar os rácios de capital em 2,361 milhões e o BPI necessita de 1.717 milhões.

 

 

 

Sem saber como os bancos portugueses chegaram a um beco sem saída!


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Boa! a 27.10.2011 às 10:04

Até que enfim, a Banca ao serviço do Povo!
Sem imagem de perfil

De AV a 27.10.2011 às 10:59

Apesar de não haver ainda pormenores da cimeira de ontem, parace que a Grécia ainda não interiorizou as dificuldades de soberania que terá nos próximos 20 anos. Veremos e esperemos que Portugal não necessite da mesma receita.

http://tabernaventura.blogspot.com/ (http://tabernaventura.blogspot.com/)
Sem imagem de perfil

De carlos a 27.10.2011 às 11:19

Qual nacionalização qual quê. O Estado Português é que está à beira de ser privatizado.
Uma vez mais o dinheiro dos contribuintes vai direitinho para a banca para eles continuarem com as operações fraudulentas e especulativas.
Sem imagem de perfil

De sampy a 27.10.2011 às 12:04

"Sem saber como".
Uma das frases mais venenosas que conheço.
Sem imagem de perfil

De Mistério a 27.10.2011 às 12:16

Curiosamente, as acções da banca portuga estão hoje a subir à roda de 7%.

Cada vez percebo menos...
Sem imagem de perfil

De carneiro a 27.10.2011 às 12:21


Há tanto tempo que eu desejava ser accionista de um Banco... 
Sem imagem de perfil

De carlos a 27.10.2011 às 18:17


 "a Grécia ainda não interiorizou as dificuldades de soberania", não compreendo esta lógica. A Grécia de um momento para o outro passa a pagar metade dos juros da sua divida o que lhe permite de algum modo ter esperança num maior crescimentpo economico que sem o "perdão" nunca teria. Portugal é que vai sofrer por duas razões: porque continuará a pagar os juros por inteiro e, por outro lado, não irá conseguir por muitos longos anos colocar divida no mercado, já que os investidores escaldados com o que aconteceu na Grecia não irão meter-se noutra tão cedo - investir na divida de um país tão perto da bancarrota. Só poderemos dar os parabens à Grecia que estão naturalmente satisfeitos com os resultados da Cimeira .
Sem imagem de perfil

De Blogger Kanguru a 27.10.2011 às 19:21


Obrigado pela informação!
Parabéns pelo blog.
Visita o meu em:
 blogger-kanguru.blogspot.com

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D