Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




I Beg Your Pardon

por Maria Teixeira Alves, em 02.09.11

Ontem pareceu-me ouvir o socialista António Costa criticar o custo da privatização do BPN. Terei ouvido bem? O governo PSD/CDS a ser criticado por ter finalmente dado um desfecho ao BPN que os socialistas nacionalizaram. O BPN é um ícone da má governação socialista. A maioria das imparidades de 1,8 mil milhões de euros, que só a tarde e más horas foram inseridas nas contas públicas, resultam da inércia do governo que andou três anos com o banco a funcionar com rácios de capital abaixo do legal, dando tempo suficiente para que o activo se fosse desvalorizando, para que os depósitos fugissem, para que os problemas financeiros se agravassem. Como é que António Costa tem a lata de falar dos custos da privatização do BPN? Ao menos este Governo deu um desfecho ao problema. Pior do que o presidente da Câmara de Lisboa ter vindo falar da venda do BPN como um dos factores do desvio das contas públicas, foi a falta de reacção dos oradores de direita (Pacheco Pereira e António Lobo Xavier), como é que ninguém lhe caiu em cima?  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Digo eu a 02.09.2011 às 17:37

É porque se calhar têm alguma vergonha na cara.
Imagem de perfil

De Vasco M. Rosa a 02.09.2011 às 17:46

Maria, parece-me que o governo não está a ser devidamente claro quando é criticado pelas suas políticas, as quais são resultado drástico do que tieve de suportar nas costas. Evita chamar o nome aos bois, como sucedeu na entrevista do ministro da saúde, que simplesmente deveria ter radicalizado o seu discurso expondo sem ais nem uis o problema que tem de resolver com uma precisão de bisturi.
Lisboa está num caos absoluto, mas não há televisão, jornal ou rádio que encoste esta CML ªa parede e faça as perguntas que precisam desesperadamente de respostas. O alarmismo social dos noticiários favorece a contestação ao que precisa ser feito para nos salvar. E como nos salvarmos é o que realmente deveria importar a todos.
Sem imagem de perfil

De sampy a 02.09.2011 às 21:32

O que doi a António Costa é o BPN não ter sido vendido aos angolanos da UNITA.
Sem imagem de perfil

De cecília a 04.09.2011 às 13:13


Nem mais.
Sem imagem de perfil

De O SÁTIRO a 03.09.2011 às 05:36


Totalmente de acordo!
Se 2 meses depois de iniciar funções, já há vergonha em defender este governo, como será daqui a meses ou anos ( se lá chegar?)
Sem imagem de perfil

De O SÁTIRO a 03.09.2011 às 05:41

Entretanto, num puro exercício de estupidez e suicidio políticos para o PSD/JSD, M. Soares foi á Universidade de verão da JSD mostrar aquilo que já se sabe há muitos anos:
UM VERDADEIRO ANALFABETO EM TERMOS DE ECONOMIA.
E acusar os outros daquilo que ele fez ( copiando uma das regras básicas do leninismo…): andar de chapéu na mão a pedir dinheiro.
Pois foi isso q ele fez em 1977 ( por causa do 25 de Abril de 74) e em 1983 ( por causa da crise do petróleo).
Alguém pode explicar a esse analfabeto, e a outros como ele, que os juros do empréstimo da Tróika são de 3,5%…….e que os outros empréstimos semanais para tapar a bancarrota xuxa chegam aos 20%………..?
E não é que os jotinhas mostraram a sua estupidez e analfabetismo e paranóia cantando ….”Soares é fixe”……?
Assim se compreende as asneiras grossas que os jotinhas fizeram na Câmara de Lisboa no tempo de Santana e Carmona, nas freguesias….e já vão fazendo em alguns gabinetes deste governo….
Mas quem foram os grunhos que se lembraram de levar Soares a Castelo de Vide debitar atoardas?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Aurélio Buarcos

    Depende do animal.O sangramento foi utilizado dura...

  • JOTAPA

    Considerando que, na altura, a corrida ao espaço e...

  • Anónimo

    Há 50 anos o homem foi à lua a actualmente a human...

  • Anónimo

    Eu comparo a ida do homem à lua com os factos rela...

  • MAR!

    há cinquenta anos eu nem sequer planeada era! ma...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D