Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só da cabeça de um louco...

por Maria Teixeira Alves, em 26.08.11

Imagine-se que eu descobri hoje, que o Sócrates enquanto esteve no poder criou a figura jurídica de padrinho, sem baptismo. Incrível não é? Consultem o decreto lei

A Lei n.º 103/2009 de 11 de Setembro aprova o regime jurídico do apadrinhamento civil, procedendo à  alteração do Código do Registo Civil, do Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares, da Lei de Organização e  Funcionamento dos Tribunais Judiciais e do Código Civil.

 

Não deixa de ser simbólica a data 11 de Setembro, como convém a um acto de terrorismo. Porque não o Corpo de Cristo sem o Cristo?  O Natal sem o nascimento de Jesus? A Páscoa sem a Ressurreição de Cristo?

 

Padrinho de quê? Do não baptismo... Só nestas cabecinhas ressabiadas!




22 comentários

Sem imagem de perfil

De Flic Flac a 27.08.2011 às 12:06


Nós defendemos a sua liberdade de opinião. Agora o que tem de ser claro é que as leis são gerais e abstractas, sob pena de serem uma vírgula de 120 mil contos. Esta Lei não foi pensada para protecção das crianças mas antes como concessão ao um lobby. Aliás, duvido que venham a existir muitos apadrinhamentos, uma vez que, se fizerem uma leitura mais atenta da Lei, verificarão que as imposições aos "padrinhos" são de tal ordem que afugentam os mais bem intencionados. Insisto na torpeza jurídica do anterior Governo. Valha-nos a incapacidade legislativa!  
Imagem de perfil

De jonasnuts a 27.08.2011 às 19:43

Defenda a sua liberdade de opinião, que eu trato da minha. É isso.... defenda as suas coisinhas, que eu defendo as minhas. Não preciso que defenda a minha liberdade de opinião, porque estamos em igualdade de circunstâncias..... percebe?

Borreifei-me na lei..... interessa-me o conceito de padrinhos. O meu filho (filho de pais solteiros), não baptizado, tem padrinhos de registo (e nasceu muito antes desta lei).

Os padrinhos não são (nem nunca foram) um exclusivo do baptismo. É disso que trata o post.

A pretensa superioridade e propriedade com que alguns católicos tratam aquilo que não é seu (mas de todos) irrita-me. Sempre me irritou a estreiteza de vistas e de intelecto.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Carlos Gonçalves

    Precisamente o que venho pensando. É verdadeiramen...

  • voza0db

    Se é considerado normal pelos mérdicos NUNCA será ...

  • voza0db

    Se o problema da enfermeira foi um teste positivo,...

  • voza0db

    "autocarros e comboios cheios de gente obrigada a ...

  • Alfredo

    ótima banda, gostei do seu blog, obrigado


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D