Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Humor Negro

por Maria Teixeira Alves, em 18.05.11

 

Aproveito para dizer que adoro o sistema judicial dos Estados Unidos. DSK, quando se apercebeu que ia ser denunciado pela vítima, e conhecendo a eficiência da justiça norte-americana, fugiu a todo o gás para o aeroporto, deixando tudo para trás. Sabia que assim que deixasse o solo norte-americano estaria salvo. Mas a NYPD foi apanhá-lo dentro do avião.

Agora vêm os franceses, reflexo de uma Europa que apodrece num sistema de justiça frouxo, com uma teoria da conspiração: como se a violação de uma mulher de 32 anos não passasse de uma cabala política para Sarcozy ganhar as eleições.

É preciso pensar na justiça em Portugal, que não consegue condenar ninguém.

É tão difícil prender ou condenar um criminoso em Portugal (e nesta Europa), porque a lei exige tantas provas, tantas evidências e tantas confirmações (há uma obsessão com tolerância), que se torna impossível. E sinceramente espanta-me que não haja mais crimes em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Lamento mas... a 18.05.2011 às 13:20

Não foi a NYPD foi a Port Authority, menos fashion mas igualmente eficaz...
Sem imagem de perfil

De É mesmo? a 18.05.2011 às 13:57

Haverá mesmo uma obecessão?
Imagem de perfil

De Réspublica a 18.05.2011 às 14:31

É óbvio (respeitando sempre a presunção de inocência)... os tarados sexuais têm sempre uma obsessão,  mas não aprece que ele seja tão obeso como pretende retratar a imagem...
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 18.05.2011 às 15:55

Já corrigi, thanks
Imagem de perfil

De Réspublica a 18.05.2011 às 14:29

Como disse a juiz titular do processo:
O facto de alguém estar no aeroporto de JFK para viajar para França é suficiente prova do risco de fuga.
http://www.youtube.com/watch?v=VlafSY17n2Q


Mas o mais incrível é a cara do Sr. Kahn perante tão grave acusação, mantém um ar de provocação e até troça!
http://www.youtube.com/watch?v=7a5fk1kHN9g
Sem imagem de perfil

De scriabin a 18.05.2011 às 14:51

É uma obecessão, é... Maria Teixeira Alves, nunca li tanto disparate. Nem sei por onde começar. Primeiro, existe uma coisa nos Estados Unidos que levam muito a sério, que é a presunção da inocência do arguido e isso é uma coisa que condiciona, e de que maneira, o julgamento. Ora, você está a condená-lo ainda nem começou sequer o julgamento, coisa que vai contra os princípios de um sistema que diz “adorar”. Depois, as questões formais e processuais são tão importantes lá como cá, ou até mais. As procedures são para levar muito a sério, desde as autorizações judiciais para diligências de prova, a coisa tão simples (que lhe parecerão ridículas…) como ler os direitos a quem é detido. Muitos processos ficam assim pelo caminho. O O.J. Simpson, sobre o qual existiam provas esmagadoras, foi absolvido por uma ridícula questiúncula em tribunal por causa de um depoimento de um polícia. Depois, os julgamentos lá, podem levar anos, até mais do que em Portugal. Finalmente, as regras processuais variam de estado para estado na Europa: há países em que a justiça é mais lenta, outros em que é mais célere, mais do que nos Estados Unidos. Depois, mesm na Europa, tem de distinguir entre o sistema continental e o sistema anglo-saxónico. Enfim, uma data de coisas para você aprender. Mas você sabe mesmo do que está a falar? O sistema de justiça norte-americano tem coisas boas e coisas más. Uma das coisas más que me leva a preferir, de muito longe, o europeu, é a pena de morte., ou coisas que, certamente você adora, mas que nem sabe que existem, como a regra do Three strikes laws, em certos estados. Vá lá ver o que é. Elogie, se quiser, mas com conhecimento de causa, pelo menos. E deixe lá a NYPD em paz, coisa que, pelos vistos, você nem sabe bem o que é. Isso é ver séries de televisão a mais.
Sem imagem de perfil

De Olindo Iglesias a 18.05.2011 às 16:17

De facto, a justiça europeia funciona tão bem que o Sr. Polanski (pedófilo e violador confesso) refugiou-se em França; a mesma que recusou um pedido de extradição americano.


Viva a justiça europeia!
Sem imagem de perfil

De scriabin a 18.05.2011 às 17:38

Meu caro, a justiça de cada pais é soberana, caso não saiba. A justiça francesa, portanto, não recebe ordens dos tribunais americanos, assim como os tribunais americanos não obedecem ordens de justiça de outros paises. Os estados unidos dificilmente extraditam um cidadão seu para um pais estrangeiro. É assim que funciona.
Sem imagem de perfil

De João das Regras a 19.05.2011 às 00:20

Scriabin , péssimo compositor, de um arrepiante pedantismo intelectualoíde na composição musical, mesmo no ponto exacto do mau gosto da esquerda chique de influencia francesa, tal e qual como os comentários sobre o principio dos três crimes, sim, não é necessário ser pedante nos comentários, podemos escrever em português, assim se vê como os actuais órfãos do Maio de 68, são tão puros nos seus sentimentos de pacotilha, como maldosos nas suas criticas, presunção de inocência, pois sim, se o safardana não fosse da família socialista, nem um pio se ouvia.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Parabéns pelo texto. Excelente.Esta mulher, Clara,...

  • Branca de neve

    Pensa mal. A geringonça já providenciou a ditadura...

  • Anónimo

    1974, Setembro, LM:Antes de seguir para a cidade, ...

  • Anónimo

    Muito bem escrito.Devemos ter sido amigos e vizinh...

  • Sarin

    Porque nem sempre discordamos, permita-me partilha...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D