Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Desfaçatez

por Rui Crull Tabosa, em 26.04.11

Ouve-se e não se acredita: Sócrates dizer que iria pedir ajuda externa depois de eleições e não antes. Passaria concerteza toda a campanha a dizer que não ia pedir ajuda, acusando até, malevolamente, o seu principal adversário de a pretender, bem sabendo que a iria pedir logo a seguir às eleições.

Quer dizer, preparava-se para mentir uma vez mais aos Portugueses!

Um nojo.



4 comentários

Imagem de perfil

De Réspublica a 26.04.2011 às 21:15

Ora, pode tratar-se de outra questão, o Sócrates sabe que vai perder, por isso sabe que não ele que tem que pedir ajuda externa!
Sem imagem de perfil

De Velho da floresta a 26.04.2011 às 21:31

E mais do que evidente que essa era a estratégia planeada por Sócrates, só que o BCE avisou em Março que não ia continuar a comprar divida  nacional, assim o plano de protelar as noticias catastróficas, continuando a mentir descaradamente aos portugueses até às eleições, gorou-se, por incapacidade de conseguir, continuar com a fuga em frente do aumento desvairado da divida até Junho, altura em que eventualmente reeleito anunciaria pesaroso a bomba e atirava às feras o malvado ministro das finanças que passava a ser incompetente, como as voltas foram trocadas, agora Sócrates agarra-se a todas as palhas que conseguir nesta sua luta pela sobrevivência politica, vamos a ver o que mais ainda irá acontecer  neste torvelinho de mentiras, que é o quotidiano do primeiro sinistro. Teixeira dos Santos que já não pode servir de bode expiatório pós eleitoral,  foi aparentemente posto de lado nos planos futuros do PS, pela sua atitude de não comparecer em Belém, adivinha-se que tomou consciência de que foi até agora apenas um peão, quando pensava ser algo mais, pelo que finda a sua utilidade como escudo para Sócrates na área das finanças, pode ser que ganhe coragem e denuncie a incompetência deste primeiro ministro, contribuindo dessa maneira para saldar um pedaço (pequeno, muito pequeno) da sua responsabilidade, na desgraça em que estamos metidos.
Sem imagem de perfil

De JGuedes a 26.04.2011 às 21:55

Cada vez que o Sócrates dizia uma mentira, havia um animal no jardim que tocava uma corneta!
Sem imagem de perfil

De Prezo o meu sistema nervoso a 27.04.2011 às 09:36

E por isso só verei alguma entrevista a esse troca-tintas se nela estiver um detector de mentiras.

Mas gostava de saber se a loura lhe perguntou: Senhor arquitecto, foi o senhor que declarou "Eu não estou disponível para governar com o FMI" ou foi um sósia do senhor arquitecto?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • JPT

    O corrector do Word insiste em alertar para esse s...

  • henrique pereira dos santos

    As épocas de gripe são monitorizadas pela mortalid...

  • Anónimo

    Demolir, diz bem."Delenda Carthago est"!

  • Anónimo

    HPS, eventualmente já terá lido sobre este assunto...

  • Anónimo

    Não é uma criatura nada desprezível, não senhor......


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D