Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Outros modos de circular.

por João-Afonso Machado, em 05.04.11

Ruas de pavimento líquido, ondulando à medida que a viatura segue ronceiramente, também ela em não aflitivos sobressaltos. Tudo é calmo e acolhedor. Acodem à janela os residentes em tantas habitações sem alicerces, ora menos, ora mais altas, consoante os caprichos das águas. Mas sempre muito ciosas dos seus vasos floridos, da gaiola do periquito, mesmo do cachorro latindo à passagem das embarcações.

Não faltam as regras de trânsito, os viadutos, como hoje se chama às pontes. Nem a toponímia. E, sobretudo, um sossego imenso - esse preciosissimo bem, o maior anseio de quatro portugueses acabados de chegar de um sonho mau.

O sonho de uma doença, a falta de quem jamais desaparecerá. Como não creio este piso, de forma variável, algum dia suba acima dos limites impostos na pedra. Em tudo a fé tem de marcar presença - na vida e em Amsterdão.




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    https://observador.pt/opiniao/o-povo-merece-a-arro...

  • Anónimo

    Acho que está enganado: os portugueses são uns pap...

  • Anónimo

    “With COVID-19, the inflammation goes haywire, and...

  • Anónimo

    A história analizará o desempenho de Centeno como ...

  • Anónimo

    Neste caso, de esta pandemia, óbviamente que não s...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D