Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É assim que se perdem eleições

por Duarte Calvão, em 24.03.11

Não tinham ainda passado 12 horas sobre a demissão de Sócrates para a tradicional nabice comunicacional do PSD se revelar no seu esplendor. Logo de manhã, na TSF, já se falava que, aproveitando umas declarações atabalhoadas de Miguel Relvas, o PSD ia “subir os impostos”. E lá vinha Santos Silva em dose cavalar na sempre benevolente rádio socialista. Só à noite vi os telejornais dos canais por cabo e já estava estabelecido que os juros da nossa dívida tinham batido recordes devido à demissão do Governo. Ninguém, claro, referia, que já andavam a bater recordes há não sei quantos meses precisamente porque este Governo estava funções. Ninguém pensou que, se calhar, “os mercados” terão ficado mais preocupados por se descobrir que afinal o défice de 2010 tinha ultrapassado os 8% e, na verdade, ninguém perceber qual é a nossa real situação financeira. A Fitch cortou dois níveis no nosso ranking, e os nossos jornalistas relacionaram logo com a queda do Governo, mas uma outra agência cortou também dois níveis ainda antes do anúncio do PEC 4… Ninguém deu valor ao facto da Bolsa portuguesa ter subido bem mais do que 1%, sem qualquer “pânico” provocado pela partida dos nossos sábios governantes. Nos jornais das 22h da TVI24 e da SIC Notícias, anunciaram, respectivamente, o incansável Santos Silva e Silva Pereira. Não tenho paciência para os ouvir, é claro. Será que é desta vez que o PSD perceberá que conta com uma Comunicação Social que oscila entre a despreparação e uma atitude pró-socialista e que se não reagir corre o risco de perder de novo as eleições, por muita razão que tenha? Que, 24 horas depois da demissão de Sócrates, os socialistas já construíram uma narrativa para se livrarem de culpas do estado desastroso a que conduziram o país, enquanto o PSD tem que responder, na defensiva, porque quer aumentar os impostos, como se fosse o verdadeiro responsável pelo descalabro?



6 comentários

Sem imagem de perfil

De XXX a 24.03.2011 às 22:53


O PSD tem que se convencer que isto da comunicação é para ser feita por profissionais, não por meninos de coro. Contratem mas é alguém competente, rapidamente, para os aconselhar.
Sem imagem de perfil

De sampy a 25.03.2011 às 01:47


A bem da nação, vamos ter de pôr em marcha uma "Operação Valquíria".
Sem imagem de perfil

De Eles ajudam muito a 25.03.2011 às 09:48

Marco António Costa reafirma que o PSD "nunca terá preferência por sobrecarregar os mais carenciados", mas admite que o aumento do IVA também os iria penalisar. "O IVA é um imposto cego que afecta dez milhões de pessoas".

Ah, e promete que o Programa de Governo do partido estará pronto em 30 dias. (Ou seja, não há).

Isto vai lindo, vai...
Sem imagem de perfil

De Tiros nos pés são mais que muitos a 25.03.2011 às 10:20

O comentador político Marcelo Rebelo de Sousa defendeu hoje que o PSD deveria ter aceitado negociar o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC 4) com o Governo, antes de forçar a sua demissão.

Sem imagem de perfil

De Mais um tirito a 25.03.2011 às 11:43

O responsável pelo projecto "Mais Sociedade", desafiado pelo presidente do PSD Pedro Passos Coelho para liderar o movimento, referiu que "não se podem aumentar muito os impostos porque seria contraproducente", já que "estamos perto do limite". Em contraponto, Carrapatoso considerou inevitável "reduzir salários e apoios sociais", apontando uma meta: "O peso dos salários e apoios sociais tem de passar de 34 por cento para 29 ou 27 por cento do Produto Interno Bruto".


Afinal, o IVA aumenta para não baixarem salários e prestações sociais ou o IVA fica como está porque reduzir salários e apoios sociais é que é bom?
Imagem de perfil

De Réspublica a 25.03.2011 às 18:27

Ninguém falou em aumento de impostos, falou-se que em caso de necessidade de aumentar impostos tal recairia sobre o IVA, só gente mal intencionada cujo o nome como por "Abr" e a acaba em "antes", ou similares pode pretender fazer passar a ideia que o PSD vai aumentar impostos!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    "...fazer das instituições do Estado entidades con...

  • Anónimo

    Não sei quantos anos tens, eu nos meus 63, já por ...

  • Luís Lavoura

    Sobre o título deste post, questiono-me de que for...

  • AP

    Este caso foi muito mal conduzido pelo agente... é...

  • AP

    Também está a tentar justificar o espancamento com...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D