Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trapalhadas no Norte de África

por José Mendonça da Cruz, em 20.03.11

Com devida luz verde da ONU, a Europa e os Estados Unidos - que já se dedicaram a criar, contra a Sérvia, um estado muçulmano encravado na Europa - foram agora meter-se numa alhada na Líbia, da qual sairão mal necessariamente, porque a indefinição dos mandatos dá nisto.

Foram, primeiro, criar uma «zona de interdição de voo» sobre a Líbia. Mas uma interdição dessas, para ser eficaz, obriga à eliminação de baterias aéreas, aviação, e centros de comando. Donde, bombardeamentos pelo país todo e civis sortidos mortos.

Foram, também, «proteger civis», só que não se sabe quais deles. Se «proteger civis» quiser dizer «proteger rebeldes», então a «coligação» terá que se empenhar em terra, ou seja, meter-se em mais uma guerra sem fim à vista. Se não houver intervenção terrestre, então a «coligação» garantiu muito seguramente uma guerra civil prolongada na Líbia. No eventual fim dela, terão inimigos irredutíveis nos fiéis de Kadhafi (porque intervieram) e gente desconfiada nos rebeldes (porque intervieram timidamente).

A sábia e escorregadia Liga Árabe, pela boca do seu secretário-geral, já veio lavar as mãozinhas, dizendo que os ataques em curso são muito mais generalizados do que esperava.

E as televisões dos países «coligados» já se entretêm com os grupúsculos que, nestes casos, descem sempre à rua a gritar pela morte do capitalismo e do Ocidente, e são filmados em mergulho, para parecer que são alguma coisa.

Um sarilho sem fim à vista.

Entretanto, no glorioso Egipto, os militares - tão democratas, tão incensados, tão «com o povo» - inclinam-se para entregar a feitura da nova constituição a uma comissão de peritos dominada pela Irmandade Muçulmana, em vez dos pequenos grupos que iniciaram a rebelião e de que os mesmos militares desconfiam.

Vivam os futuros radiosos.

Prossigam os festejos.



3 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Alberto a 21.03.2011 às 00:09

E, num rancho do Texas ouve-se uma gargalhada com W 
Imagem de perfil

De Maria Teixeira Alves a 21.03.2011 às 02:10


Nem mais, eu não diria melhor. Os egiptos parecem ter saltado da frigideira para o lume, e a Europa faz o que pode para semear a génese de uma guerra santa. Enfim.
Sem imagem de perfil

De antonio coelho a 21.03.2011 às 15:32

NUESTRA POSICIÓN SOBRE LA SITUACIÓN EN LIBIA
----------------------------------------------------------------

1.º Estamos de acuerdo en que la Comunidad Internacional debe intervenir.

2.º Manifestamos que esta intervención no debe consistir en una guerra.

3.º Creemos que existen otras formas de arrestar o neutralizar a un dictador.

4.º Cualquier opción, incluso las 'no perfectas', será mejor que una guerra.

5.º Las guerras apenas afectan a los tiranos, pero sí a la población civil.

6.º Nos preguntamos por qué no se detuvo y juzgó a Gadafi cuando se pudo.

7.º Nos preguntamos quiénes vendieron armas al régimen de Muammar al-Gaddafi durante todos estos años, y por qué ignoraron el crimen que implica armar a dictadores terroristas.

8.º Nos preguntamos por qué los motivos para actuar contra Muammar al-Gaddafi (Libia), siendo idénticos, no justifican actuar de igual modo contra Teodoro Obiang Nguema Mbasogo (Guinea Ecuatorial), Khalifa bin Zayed Al Nahayan (Emiratos Árabes Unidos), Kim Jong-il (Korea del Norte), Abdalá bin Abdelaziz (Arabia Saudí), Ali Abdullah Saleh (Yemen), Hamad ibn Isa Al Khalifah (Baréin) o Sidi Mohammed ben Hassan ben Mohammed ben Youssef Alaoui (Marruecos).

9.º Muammar al-Gaddafi debe ser puesto a disposición del Tribunal Penal Internacional, pero la detención de un presunto criminal, por sí sola, no puede valer de pretexto para emprender, incorporarse o alentar una guerra.

10.º No a la guerra.


___
Firmado: el equipo de administración de la página de la Declaración Universal de los Derechos Humanos. En la ciudad de Bilbao, el día 20 de marzo de 2011.


.Ver mais</a>




Por: Declaración Universal de los Derechos Humanos (http://www.facebook.com/derechos)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Portugal, iniciou a sua auto destruição em 1/2/190...

  • Anónimo

    Assim vai o "regime". Eis o retrato da 3ª Repúblic...

  • Anónimo

    E por ex., em relação aos Papas, em sua opinião co...

  • Anónimo

    Achei um texto tão acertivo , logo no título, que ...

  • Anónimo

    Tudo bem desde que a sucessão não caia num Harry.....


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D