Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Prado: memórias e histórias

por João-Afonso Machado, em 24.11.10

Reza a lenda, era um senhorio de uma filha d'El-Rei D. Afonso III. Senhora líndissima, por quem um cavaleiro se apaixonou e, dada a extensão do rio, mandou construir uma ponte a facilitar-lhe as visitas. Amor sem freio, trabalho de muitos, história perpetuada. Como em qualquer lenda, mentira dos dicionários mentirosos, verdade da Vida, o seu lado real denunciando a realidade perversa da vida. Foi assim! Ponto final.

Depois vieram os séculos, amontoando-se. A Vila do Prado, do concelho de Vila Verde, manteve-se esse lugar de amores, nas margens misteriosas do Cávado. Despretensiosa, rural, alimentando um comércio vago, pacato, e a estrada para Ponte do Lima, ruído único na terra. Ir ao Prado era recordar anos de paz e sossego.

Eu era cliente. Sempre com a cana de pesca, porque os afluentes do rio regorgitavam trutas. De um ano para o outro, tudo mudou. No meu poiso preferido para armadilhar com o anzol, no ápice de uns meses, nascera um cogumelo, digo, uma urbanização. Lembro a estranha sensação em que as botas poisaram, quando lançava a linha. Olhei para os pés - eram os restos mortais de um frigorífico. E no fundo das águas proliferavam os pneus, a sucata, uma obscenidade total.

Nunca mais voltei.

Aconteceu a semana passada. Esgazeei pelo Prado. Ainda lá está o pelourinho, orgulho da vila. E uma botica, duplamente centenária. Mais a pracinha, toda a coçar-se da construção civil que a tomou. Prédios e prédios, quase tantos como os cartazes das imobiliárias - «Vende-se»!

Pois vende. Entre nós, está tudo à venda.

O que jamais conseguiremos recomprar é aquela quietude de vida. Onde o tempo não mandava - cumpria.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Muito bem escrito.Devemos ter sido amigos e vizinh...

  • Sarin

    Porque nem sempre discordamos, permita-me partilha...

  • Anónimo

    novos-ricos cheio de 'entusiasmo urinário'

  • Luís Lavoura

    Parece que o João Távora está contente com o perfi...

  • Anónimo

    Diga lá então, dá-lhe prazer ver um animal a sangr...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D