Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A despótica república

por João Távora, em 13.10.10

A notícia que vem hoje na página 19 do Correio da Manhã (sem versão online) foi-me dada ontem ao telefone pelo seu pai atónito: Sebastião, acabara de voltar para casa proibido de participar numa sessão sobre o Centenário da República na Escola Secundária de S. João do Estoril por envergar uma t-shirt azul como a da fotografia. Este acto de descarado despotismo só se compreende na velha óptica republicana que por um ideal que acreditam sagrado e indiscutível se condiciona a liberdade de escolha e de expressão às pessoas. Da minha parte até percebo a cautela destes zelosos milicianos do regime: da minha experiência em escolas onde se promoveram debates francos e abertos sobre a monarquia e república, foi surpreendente a adesão e o entusiasmo dos alunos, sempre rebeldes, pela opção monárquica, ou simplesmente pela desmontagem da propaganda dos poderosos. Força Sebastião! Força Sebastiões!

 

PS: Para os interessados este modelo de camisola encontra-se à venda aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)



39 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 17:18

Acto descarado? Descarada é a provocação, e ainda pior que o descaramento é a conduta porca da utilização de crianças e que pelos vistos começa a ser timbre dos monarquicos.
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 13.10.2010 às 17:45

Crianças numa escola secundária? Provavelmente a "criança" tem quase idade para votar. E será que teria sido proibida de participar se tivesse uma t-shirt do Che Guevara? Ou aí já é impossível que haja utilização das "crianças" por parte dos progenitores e é tudo fruto das convicções pessoais da "criança"?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 18:01

Os tipos da casa pia são monárquicos ou republicanos?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 18:03

Nunca a Causa Real teve tanta publicidade e tanta adesão como agora com esta comemoração do centenário da republica. Força Monárquicos, está na hora de começar a virar o jogo. Ora vejam como eles ladram
Sem imagem de perfil

De Sara Revoredo a 13.10.2010 às 18:08

Porca utilização porquê?!
Com tantas coisas porcas que se lêem nas t-shirts, má conduta foi a de quem proibiu o miúdo de assistir, não lhe parece?


Por todas as crianças deste mundo, que não merecem o castigo de serem brutalmente separadas de suas mães (quem de vós ousaria separar uma cria da sua progenitora?). ASSINA:

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N3114
http://www.lapetition.be/en-ligne/non-limposition-de-la-rsidence-alterne-par-dfaut--4045.html http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N575 http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1902 http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1300
Pour le vrai intêret de l'enfant, em http://www.mesopinions.com/
Sem imagem de perfil

De João Afonso Machado a 13.10.2010 às 18:52


Absolutamente de acordo.. O melhor é chamar a PIDE e vai tudo para o chilindró.
E, pelo sim, pelo não, manter o anonimato, não vá vir por aí alguma revolução democrática.
Imagem de perfil

De Réspublica a 13.10.2010 às 21:15

Caro amigo, ouvi dizer que pretendem restaurar os processos de crime contra monárquicos, como em 1910, a Polícia de Educação e Reestruturação Republicana até já foi criada e tudo, tendo como líder o Min. da Defesa!
Sem imagem de perfil

De João Afonso Machado a 13.10.2010 às 21:37

Mas admira-se? Este é um «prolegómeno». A coisa faz-se esbatidfamente.
Sem imagem de perfil

De KLATUU O EMBUÇADO a 13.10.2010 às 18:55

Li a notícia - e infelizmente o João Távora omite o mais importante da mesma: os alunos da turma foram incumbidos pela professora de virem vestidos de verde e vermelho numa sessão que evocava a República.

É nesse contexto que o aluno referido surge com a t-shirt azul. Segundo diz o próprio na notícia, a professora tomou isso como uma provocação e queria proibir o aluno de particicipar da actividade, motivo pelo qual o aluno terá vestido um blusão e ficado sentado ao fundo.

Ora, a questão fundamental prende-se com a instrumentalização de alunos «vestidinhos de republicanos». A atitude do aluno - que caso fosse libertário poderia até ter usado uma t-shirt de cor negra com os dizeres «Vão todos para o caralho!» - é perfeitamente legítima e louvável: é contestação a uma imposição doutrinária e imbecil inaceitável numa escola democrática.
Sem imagem de perfil

De João Afonso Machado a 13.10.2010 às 21:40

Katloo: não sei, nem preciso de saber, qual a sua opçãp de regime.
Bastam-me as suas palavras imparciais.
Obrigado!
Sem imagem de perfil

De KLATUU O EMBUÇADO a 13.10.2010 às 21:47

Sou um monárquico constitucionalista, que acredita na democracia parlamentar.
Sem imagem de perfil

De João Afonso Machado a 13.10.2010 às 22:32


E vão dois.
Sem imagem de perfil

De Domingos de Sousa Coutinho a 14.10.2010 às 17:48

A imposição da Professora de ser obrigatório o uso das cores verde e encarnado faz-me lembrar os anos 40/50
em que era quase obrigatório ser da Mocidade Portuguesa e ter de usar a farda, fui educado num Colégio cujo
Director já nessa altura era um verdadeiro
Democrata e não era obrigatório ser da
Moc.Port. talvez por isso hoje tem uma Rua com seu nome numa Terra na linha do Estoril.
Sem imagem de perfil

De OE a 13.10.2010 às 19:20

«Conduta porca de utilização de crianças»?
Vamos averiguar. Às tantas foi um prof. e será menos um na Função Púbica. Viva o OE. Viva a Repúbica!
Sem imagem de perfil

De Filipe de Menezes a 13.10.2010 às 20:26

Caro "Anónimo", para sua informação, a criança é maior e vacinada, com mais de 18 anos.
E apareça, torne-se visível.
Num estado democrático onde não deve haver repressão por expressarmos as nossas ideias, já não precisa de se esconder.
Ou precisará...?

 
Sem imagem de perfil

De José Manuel a 14.10.2010 às 08:19

Criança com mais de 18 anos? As coisas que se aprendem aqui...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.10.2010 às 16:49

Sim, e não é que há mais adultos ainda com uma mentalidade de criança? E não serão esses «maiores» legais, verdadeiras crianças que os adultos  adulteram com a sua inércia, incompetência e até outros hábitos nojentos, que lhes estragam a vida, a infância para sempre?

Se o menino fosse meu filho eu faria assim: durante um tempo iria com a camisola com o slogan em causa. Acompanhado pela progenitora, também com camisola, e outros acessórios que tais...e assim continuaria até ter a certeza que a Srª. Professora conseguiu ler a «coisa»..., até pediria uma reunião tipo «parent-teacher»....devidamente vestida, com «os ditos reais» bem ostensivos...


 
Sem imagem de perfil

De Vasco Rosa a 13.10.2010 às 21:27

Começam a ser timbre dos monárquicos. Isso é delirante! Então que outra coisa têm refeito os das comemorações? Isso não pára nunca? Realmente, sim realmente, entende, parece não terem pudor nenhum. Reconhecer que as comemorações do centenário são abusivas e fora de qualquer lógica de cidadania, essa palavrinha que serve de calcadeira republicana...
Sem imagem de perfil

De Patrícia Montalvão a 14.10.2010 às 10:35


Mas republicanozinhos de meia tigela darem vivas ao Buíça já é bonito, não? Poupem-me...
Sem imagem de perfil

De Domingos de Sousa a 14.10.2010 às 17:30


Acho que os anónimos deveriam deixar de fazer comentários sem se identificar,não sou Monárquico mas acho que a sua
observação-é timbre dos monárquicos-
não fica bem a quem pretende ser
...democrático e republicano... os complexos nestes casos  vem ao de cima...
Sem imagem de perfil

De AB a 14.10.2010 às 21:34

Porque? Se tivesse o Bloco de Esquerda na Tshirt, ja teria podido assistir as ditas comemoracoes?
Esta gente deste pais, nao passa de uma cambada de pessoas, se assim as poderemos chamar, tao tacanhas de espirito, tao apoucadas de mente e tao bacocas como o senhor anonimo, que nem a cara da, que se permitem fazer estes comentarios. Shame on you!
Amelia Brooker
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 17:59

Não é um bom slogan! Dá azo a gozo! Rei já eu tenho, responder-lhe-á alguma ...ou algum.


 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 18:04


Acho que é Sebastiães e já agora a defesa do crianço que foi proibido devia ser feita de outra forma.
Sem imagem de perfil

De A. Machado a 13.10.2010 às 18:28


Em tempos, o liceu de S. João era mais tolerante. Bem me lembro de nos anos 80, por altura das celebrações do 25, ir buscar a t-shirt do MIRN/PDP e usá-la. Nunca fui incomodada....provoquei alguns, claro!

Que um aluno do secundário seja uma criança, só se o é hoje em dia. Curioso é que assim é visto quanto às suas posições políticas, mas no que toca às suas actividades "extra-curriculares" é equiparado a adulto, apesar de não ser capaz de ser responsável por todos os seus actos.

Sem imagem de perfil

De KLATUU O EMBUÇADO a 13.10.2010 às 19:02

Vejam aqui o comentário sobre o estranho concurso «a t-shirt da República»: http://www.centenariorepublica.pt/conteudo/rep%C3%BAblica-nas-escolas-descri%C3%A7%C3%A3o-e-objectivos (http://www.centenariorepublica.pt/conteudo/rep%C3%BAblica-nas-escolas-descri%C3%A7%C3%A3o-e-objectivos)
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 13.10.2010 às 19:20

Meu caro João, eu quero uma T-Shirt igual a essa. Nós temos de nos assumir criativamente para ver se António Costa e outros deixam de falar com menor presunção e nenhuma altivez "republicana" dos factos consumados.


Às causas boas não bastam ser boas. Ganham-se por serem puras, lógicas e próximas das gentes.


Abraço Grande!
Sem imagem de perfil

De editor69 a 13.10.2010 às 20:54

A diferença é que o Sebastião apesar de miudo deu a cara ao contrário de anónimos cobardes que piam nos comentários na net.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.10.2010 às 16:56

Qual é o problema com anónimos? É por serem anónimos que os seus comentários valem menos? NÃO! O eleitor não escreve o seu nome no boletim de voto! Se o blogue permite que se assine anónimo não me venham com essa treta dos anónimos.
Ou será que «editor 69» é um nome permitido pela lista de nomes publicada em portugal?
Se é isso que faz a diferença assino já:

«essa capicua já não se usa»!
Sem imagem de perfil

De Anónimo Veneziano a 13.10.2010 às 21:26

Tenho as maiores dúvidas sobre a possibilidade de uma restauração monárquica, mas os monárquicos não me incomodam, creio mesmo que se lhes deve dar plena liberdade (et pour cause...). Porém,  a reacção emotiva de certos republicanos (sê-lo-ão de verdade?) logo que se agita o pano vermelho é que me deixa siderado.


 

Sem imagem de perfil

De João Afonso Machado a 13.10.2010 às 22:47


É muito simples, Veneziano:
Voltámos ao tempo da Mocidade Portuguesa. Quem não é por nós é contra nós.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.10.2010 às 16:58

Lindo! A Mocidade Portuguesa, a lavagem de cérebro foleira, escorada nos legionários, uns fdp que lixavam quem se atrevesse a dizer mal do tio Salazar! Com outros bufos, vestidos de preto e sempre terrivelmente simpáticos.
Sem imagem de perfil

De FPV a 13.10.2010 às 22:25


Orgulho-me de ser um "Sebastião"!

Viva a Monarquia!
Sem imagem de perfil

De Cristina Miranda Guedes a 14.10.2010 às 09:39


Aqui está um caso onde encaixa como uma luva o dito popular: "Quem não deve, não teme"
Sem imagem de perfil

De RMP a 14.10.2010 às 15:12

http://rmp-realmovimentoportugues.blogspot.com/ (http://rmp-realmovimentoportugues.blogspot.com/)

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Flávio Gonçalves

    Preocupa-me muito mais os "liberais" loucos que po...

  • Anónimo

    O que eu mais desejo é que o André Ventura contrib...

  • jonhy

    CaDA UM DEFENDE OS SEUS INTERESSES. Já Portugal te...

  • Anónimo

    Preso por ter cão, preso por não ter cão?. Pobre T...

  • Anónimo

    O Público, essa folhinha de esquerda, diz hoje que...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D