Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A alçada do regime

por João Távora, em 01.08.10

 

Parece-me sinistra a veleidade socialista de suprimir os chumbos, que na senda dum igualitarismo ilusório, descredibiliza de vez o ensino e a diferenciação pelo mérito. É deplorável como esta canalha dos direitos adquiridos que anda há anos a consumir a seu bel-prazer a riqueza das gerações futuras, pretenda agora penhorar a esperança dos que acreditam na instrução e no esforço como forma de mudar alguma coisa num difícil destino.

Esta é a formula que garante ao proeminente Estado a alçada dos tachos para distribuir à seita do costume, que por estatuto ou favor estará na linha da frente para uma boa cunha e um bom poleiro. Os outros, mais ou menos impreparados, terão todos fartas e inúteis habilitações académicas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



19 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.08.2010 às 20:25

Hum...está visto que a Senhora Ministra não usa a mesma pasta de dentes que o Sr. Primeiro Mentiroso e seu amigo Chavez. O PGR, ainda não vi a dentuça dele....

Mas...é tudo tão feliz no PS. será que somos nós, os críticos, os pessimistas, os revoltados, os maldizentos, que estamos errados? Eu também queria rir assim ...e ter um mestrado de uma semana feito em ...Chicago...bem mais eficaz que Bolonha.

Image
Sem imagem de perfil

De maria a 01.08.2010 às 22:20

Estou a pensar, se HOJE os politícos que temos são como são....como serão os próximos, os que vão aparecer daqui a dez anos????
Que Instrução?
Que Cultura?
Que Princípios?
Que Prioridades?
Que Educação?
Quais os Ideais?????????????????
Sem imagem de perfil

De Paulo Rosário Dias a 01.08.2010 às 22:29

Não é de agora esse baluarte...

"Os chumbos não beneficiam nada" então suprime-se por decreto. Problema resolvido.

Temos que evitar que os alunos chumbem incuntido-lhes a educação necessária para apreender os programas do ano lectivo.
Um aluno que não aprenda nada num ano, passa para o seguinte porque sim, não beneficia nada em ser acompanhado no ano seguinte quando a matéria que ficou por aprender foi outra...


Uma coisa é certa... As editoras escolares, como a de Isabel Alçada vivem da Escola Pública e sentem vantagens económicas na ausência do chumbo, já que o chumbo do aluno X equivale a um ano sem livros comprados para aluno X...

Estranho que tanto socialista e restante esquerda não fale em sistema nacional de manuais escolares económicos e prefira no invés... subsidiar os custos exorbitantes e escolher editoras consoante privilégios...
Imagem de perfil

De José Manuel Faria a 01.08.2010 às 23:35

E a capital do Reino é Helsínquia. Há uns bons anos (6/7) tive uma aluna ( 20/20/20) que tinha sido emigrante na Finlândia. Quando lhe perguntava das diferenças para  o ensino nacional, a Nora: sorria, sorria...somente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.08.2010 às 00:18

Ok...ok...mas olhe que a Finlândia não é lá muito bem vista por aquelas bandas...um poco como os belgas em relação aos franceses....
Sem imagem de perfil

De Luis Caldeira a 02.08.2010 às 09:39


Passando à frente do Ensino Privado, hoje certamente de dificil acesso, que pena os portugueses não se darem com o cooperativismo.
Uma cooperativa de ensino nas mãos dos pais que se preocupam com os filhos seria um instrumento precioso.
Infelizmente, o cooperativismo em Portugal oscilou sempre entre a Reforma Agrária de tristissima memória e as nada edificantes Modernaças.
Por isso, continuemos com o massificado e os desmandos ministeriais.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 02.08.2010 às 10:04

João Távora e restantes comentadores,

Numa época em que tinhamos chumbos, quadros de honra, etc, eramos o povo mais inculto e mais analfabeto da Europa. Tanto eramos burros, que ainda há quem, dessa geração, pense que é sinal de grande inteligência ter decorado a primeira estrofe dos Lusiadas, como um papagaio. De resto, eramos últimos em tudo na Europa, incluindo hábitos de leitura e, acima de tudo, na ciência. Pois é, os mais velhos que se honram de saber a tabuada de cor, quase nada contribuiram para um átomo que fosse de descobertas científicas no mundo.
Vocês desculpem-me, mas não é tal geração que nos vai agora dar lições do que quer que seja em termos de educação.
Sem imagem de perfil

De Ministra lunática a 02.08.2010 às 11:21

Com a mentalidade tuga, se o pessoal não for OBRIGADO  a estudar, é evidente que irá fazê-lo cada vez menos.

Mas a ministra, coitada, julga que isto é a Finlândia.
Sem imagem de perfil

De augusto a 02.08.2010 às 12:10

O ensino privado também deixa muito a desejar, basta lembrar as Universidades, que a D. Manuela Ferreira Leite e o Dr Cavaco, tão diligentemente deixaram surgir como ervas daninhas, e os resultados que essa permissividade teve.


 Uma avaliação continua, ao longo do ano lectivo, é muito mais eficaz,  do que um exame, que raramente prova , que o aluno estava realmente bem preparado.


Basta um bom aluno, estar muito nervoso, e ter várias brancas, situação muito normal, para que um ano de esforço,  caia  inglóriamente  por terra.




Agora essa avaliação continua exige rigõr e meios, e les não existem.
Sem imagem de perfil

De NunoFCouto a 02.08.2010 às 12:58

Se a outra ministra não dizia coisa com coisa, esta não diz nada, na entrevista à SIC consegue dizer isso mesmo, absolutamente nada "temos que encontrar uma solução" "tem que haver um gradualismo" quando lhe perguntam como vai fazer a resposta é "apostar nas metas para os alunos irem o mais longe possível"

- Pode o professor dar negativa : "naturalmente" diz a ministra

- e depois : "o professor tem de investir em soluções diversificadas e a escola tem de arranjar processo de o aluno atingis as metas" !!!!!!!

No fim diz "o facilitismo não leva a nada" Fonix ! Parece um sketch dos gatos fedorentos !

Tudo claro, se passa passa, se tira negativa há que arranjar processos para atingir as metas !!!!

Que processos ? Que metas ? E se não atingir as metas ?

- Simples, arranjam-se processos para corrigir os processos que levam a novas metas que ultrapassam as outras... Metas !!!!!!!

O Raul Solnado não diria melhor...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.08.2010 às 14:57

Hum...esse fonix...é uma interjeição moderna, não é?
Image
Sem imagem de perfil

De NunoFCouto a 02.08.2010 às 17:04

Vanguardista digamos, contextualizada com o tema ensino, vucabolário "guna" se quizer.Image
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.08.2010 às 19:05


Oh!
Percebo, não percebendo. Tudo acrescido de um outro expressionismo «vocabolário ´guna`».

Impressed, I am, indeed...Image
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.08.2010 às 19:35

Peço imensa desculpa....não devia ter-me dirigido a si. Image
Sem imagem de perfil

De Para início de conversa a 02.08.2010 às 14:20

Para começar, devia haver exame para uma pessoa chegar a ministro.

Muitos que o são chumbavam.
Sem imagem de perfil

De Joao Pedro a 02.08.2010 às 15:47



 Não reprovam por faltas, não reprovam por falta de aproveitamento, imagino que não falte muito para o aluno aos 6 anos entrar directamente para a Universidade.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vai acabar como sempre tem acabado desde o sec.XVI...

  • Anonimus

    Se o Trump não quer pagar autoestradas no Iraque, ...

  • Francisco Albino

    E ainda um efeito pouco referido e particularmnete...

  • Anónimo

    a mini-remodelação ficou sem suspensórios por dete...

  • marina

     don mariano deu conta do recado, quero ver q...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D