Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Esta coisa da idade não é só desvantagens, a experiência e a memória podem ajuda-nos a descodificar certas modas caricatas como esta da pulseira POWER BALANCE®. Quem não se lembra duma muito semelhante, ocorrida nos anos oitenta e que consta enriqueceu o João Rocha, o antigo presidente do Sporting? Tratava-se duma pulseira de bronze, em forma de ferradura, cujas extremidades eram rematadas com duas esferas. Dela também se dizia que afastava maus espíritos, e outros desequilíbrios provocados por malvadas frequências electromagnéticas.

Trinta anos depois a receita é recuperada com sucesso, de novo à boleia duma crise, impulsionada pelo espírito da estação tola e quem sabe em substituição dos fetiches regulamentares, como a bela gravata, relógio caro ou o carro da empresa que não dá jeito levar para a praia. Um insuspeito amigo meu que encontrei aqui em Milfontes, engenheiro de formação académica adquirida em dia útil, garantia-me, orgulhoso da sua POWER BALANCE® de trinta e cinco euros, que não tinha a certeza dos efeitos, mas que achava que sim, que notava mais equilíbrio a andar de mota, e que “temos que acreditar nalguma coisa, João”.

Admirável é como esta irresistível moda que começou no pulso duns quantos mediáticos, jogadores de futebol e figurantes de entretenimento, que vem crescendo por conta de alguns artigos de jornais e revistas, torna-se uma onda imparável, um grande, enorme negócio: daqui a duas ou três semanas, uns quantos terão feito fortuna com este Conto do Vigário; milhões e milhões de pulseiras vendidas, incluindo novas versões, mais clássicas ou arrojadas, incluindo a da loja do chinês, igualzinha às outras, acessível à mulher-a-dias e usada pelo empregado de mesa da estância balnear. Será esse o ponto de retorno: a coisa cairá então em fulminante desuso e descrença, anátema de provincianismo, de mau gosto e classe baixa.

É assim a história das pessoas, que precisam de acreditar em alguma coisa, de ter o conforto e a auto-estima, a esperança depositada num qualquer fetiche, trapo ou horóscopo. No fundo sendo tudo isto uma tontaria inofensiva, é uma história que nos revela para além da falta de uma Fé madura e experimentada, muita, mas muita, fragilidade escondida.



9 comentários

Sem imagem de perfil

De O Falso Rei das Pampas a 29.07.2010 às 20:43

[Error: Irreparable invalid markup ('<p [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<P class=incorrect name="incorrect" <a>Concordo</A> .</P>
Qualquer santinho posto numa peanha em cima de um altar faz muito melhor efeito.
Sem imagem de perfil

De Dorean Paxorales a 29.07.2010 às 23:26

isto não é nada.
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 00:35

Caro amigo.

Cá para mim, o seu amigo Engº é daqueles de carregar pela boca...

Pergunte-lhe se com a pulseira, não vendem também as palmilhas que emagrecem, a capa mágica que faz voar o Superman e a espada do He-Man ?

De caminho foi à conta da pulseira que o n/ primeiro teve a proeza de tirar o canudo a um Domingo...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.07.2010 às 01:38

Qual domingo, qual domingo...pois se ele corre durante os dias da semana, iria fazer exame num domingo...please...give me a break...o bestócartes nem sabe o que é um fax....
Ui, como desejo apanhá-lo atras do meu carro a buzinar para o deixar passar...a Avenida «lá» do sítio que se prepare....

Tenho  a impressão que o conceito de viaturas prioritárias vai mudar nesse dia...Image
Sem imagem de perfil

De sampy a 30.07.2010 às 11:43

Mas qual é a diferença entre esta pulseira equilibrista e o carro que te proporciona infinito bem-estar, o telemóvel que te oferece harmonia, a pasta de dentes que alinha os teus chakras?...

A salvação está no consumismo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.07.2010 às 12:43

Sampy...não sei nada. Ora explique aí a diferença, que o hoje o Sol «está muito quente».....Image
Imagem de perfil

De Zé Picheleiro a 30.07.2010 às 18:00

Andava eu à procura das palavras e ideias corretas para expressar o que achava destas pulseiras e já não vale a pena... está tudo dito.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.07.2010 às 19:42

Não...não está...deslinde lá a coisa...mas com produto de qualidade e não de drogaria.Image
Sem imagem de perfil

De Bestócrates a 15.09.2010 às 04:06

Venho por este meio aqui informar-vos que irá ocorrer um novo lançamento de um novo produto patrocinado pelo estado.
Os novos magalhães virão embebidos em iões quanticos que farão o mesmo efeito que estas pulseiras. Logo poupem os vossos 35€ para gastar no magalhaes do Outono. (Sim, está provado que mudar de "Paga"lhães uma vez por estação irá aumentar o sucesso escolar dos seus filhos).

Cumprimentos.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • jonhy

    Gente que sabe estar e uma instituição a respeitar...

  • Anónimo

    Este texto tem uma frase que mexe comigo e muito… ...

  • Anónimo

    Telelixo, Q.E.D ( se necessário fosse ).Só por ma...

  • Anónimo

    Feliz Natal à nossa simpática Família Monárquica.....

  • Luís Lavoura

    Os três filhos (sobretudo a filha) têm todos a boc...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D