Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Manuel Alegre desertor

por João Távora, em 28.07.10

 

Este artigo publicado hoje no jornal i trata dum não assunto, um não caso. Se Manuel Alegre terá sido um dia um militar menos empenhado ou um desertor, se traiu a sua amada platónica pátria, se fez contra-informação ou contra propaganda através da Rádio Argel ao lado do inimigo, suspeito que sejam factos pouco relevantes tendo em conta o seu eleitorado. A esquerda radical representada pelo Bloco e a ala jacobina socialista é por natureza contra poder, internacionalista, anti-nacionalista, anti-militarista, com simpatias anarquistas e pseudo-pacifista. Ao nicho eleitoral do candidato Alegre o boato da sua pretensa traição no antigo ultramar até cai como sopa no mel. De resto, mantenho a convicção de que as eleições presidenciais, com resultados por demais previsíveis, são totalmente irrelevantes e inúteis para a redenção nacional do atoleiro em que se encontra: pura perda de tempo, um inconsequente e caprichoso dispêndio de recursos e energias.

Autoria e outros dados (tags, etc)



26 comentários

Sem imagem de perfil

De Cal pertença? a 28.07.2010 às 14:06

Pertença? Mas cal pertença?
Sem imagem de perfil

De Olhe que nem por isso a 28.07.2010 às 14:20

Se em Dezembro de 1963 a Região Militar de Angola "ordena o seu regresso a Lisboa na situação de disponibilidade", depois de ter sido preso pela PIDE, que depois lhe fixa residência em Coimbra, de certeza que não é por ter desempenhado com galhardia todas as missões que lhe foram confiadas.

E o Alegre tem supostamente adeptos na chamada direita, ou não andasse ele sempre com a palavra pátria na boca.
Sem imagem de perfil

De Bormanico Pessoa a 28.07.2010 às 14:36

Um Távora a falar de traição... Ao que isto chegou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.07.2010 às 23:04

Até parece que os Távoras traíram?! O Sr. Marquês como todos os bons tiranos, que deram umas cambalhotas nas cortes estrangeiras, é que se enquadravam perfeitamente na inveja camoniana.Image


 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.07.2010 às 23:17

Na verdade, se eu fosse uma Távora...tinha que estar sempre a contar até um milhão...sempre que visse um Sebstião Melo à frente....Image

 
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 29.07.2010 às 00:53

Cara mia, V. é tremenda !

Então o Sr. Marquês, que embora sendo tirano como diz, que tanto fez por modernizar esta terra que nem se governa nem se deixa governar, por ter espalhado os Távoras (às peças) pela cidade de Lisboa agora dá cambalhotas ?

Então não foram esses degenerados que tentaram matar o D José ?

Mal de nós quando a mui beata e louca D Maria de lá correu com o Marquês, Sobraram-nos os padres jesuítas e os penduras da corte e no fim ainda nos deixaram entregues à nossa sorte às mãos do Junot e do seu querido Loison maneta...

E para mais, para quê correr com o marquês se depois veio o Pina Manique ?

Não me diga que foi por ele ser da maçonaria ?

Viva o Marquês.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.07.2010 às 02:31

Signore Couto,


 


 


Mas é claro que o homem deu umas cambalhotas nas terras da «iluminação», quando andou lá por Londres….


Quem diz que os Távoras tentaram matar o Rei? Eu não vi nada…não é…mas dizem as boas historiadoras que o verdadeiro louco era o Marquês…e como todos os tiranos….podou os que podiam fazer-lhe frente.


 


O homem lá fez umas coisas, pôs as fachadas dos prédios todas iguais, apostou na simetria, para significar a igualdade entre todos ( o tipo devia ser comunista)….apostou no pinho verde….Agora o Junot e o Manet…convenhamos…o reizinho da altura era muito …. Pequenote de cérebro e preferiu desenvolver o …sertão brasileiro. Beresford comeu à «fartazana» e houve alguns que se dirigiram à Batalha, tiraram umas pedras e toca a construir os seus …casebres…Um Portugal realmente do outro mundo…


 


Não gostei do que o Marquês fez aos Tàvoras…nunca poderia, de resto, apoiar qualquer «condenação à morte»…


 


 


 

Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 00:07

Educadinha.

Só agora vi e por isso repondo.

Estamos de acordo os dois e a sua pequena "paródia" do tempo de DJosé, D Maria e D João VI está engraçada.

Sim, o Sr. Sebastião de Melo aprendeu a adorar o arquitecto em Inglaterra e trouxe a modinha cá para Portugal; Sim, matar é feio, e é pecado, não vou tanto nessa da inocência dos Távoras e já agora dos jesuitas mas também é certo que não vi nada, que lhe posso eu dizer, não há também quem diga que foi a CIA que mandou as torres de N Yorque abaixo, e que o homem não foi à lua ?

O D João VI, ai o D João VI, sabe, eu uma vez criei um blogue para me entreter e enchi umas páginasitas a falar desse tema, depois nunca lá mais pus os pés por falta de tempo, nem sequer concluí o "ensaio" que já ia em alguns posts.

Eu já o tive mais na conta de imbecil e cobarde do que tenho agora, li um livro muito giro, chama-se 1808 e é escrito por um Brasileiro, Lurentino Gomes; é baratinho e muito isento e completo, o sub-título engana, vale a pena comprar, no fim a opinião desvaneceu-se um pouco embora o tenha como um rei pobresinho.

Cumprimentos para si.
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 00:10

Só uma coisa cara mia.

Naquele tempo, João VI não era Rei, era regente, raínha era a mãe, a louca !

Salutti .
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.07.2010 às 01:30

Signore Couto,

Eu sei...pois esquece que nesta altura sou aluna do nono ano de escolaridade...? Então? Image
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 10:29

Essa foi à monty python...

Novas oportunidades ?
Sem imagem de perfil

De Cando é? a 28.07.2010 às 15:04

Cando é que é isso de eleições presidências?
Sem imagem de perfil

De Ginjinha a 28.07.2010 às 15:13

Eleições boas mesmo eram para um Rei, que nos redimia logo do atoleiro. Era que nem ginjas.
Sem imagem de perfil

De Grunho a 28.07.2010 às 15:17

 A excelsa PIDE disse que o Manuel Alegre era um malandro e portanto ele está condenado ao inferno.
Não foi um militar empenhado naquela guerra suja a cujos objectivos se opunha mas também não foi um desertor: os sacanas que queriam fazer a guerra sem objecções e sem responder a perguntas puseram-no na rua mas nem sequer tiveram coragem de o condenar a nada porque não queriam que alguém reparasse.

 
Sem imagem de perfil

De És mesmo grunho, pá a 28.07.2010 às 23:58


Escolheste munta bem o teu nome, man. És mesmo grunho. Quanto às guerras sujas, diz-me lá ó dotor grunho o nome de uma guerra limpa.
MAs prontos num chores mais pois já vi que é grunho com agenda política. Bó butar em ti, pá! Image
Sem imagem de perfil

De Velho da floresta a 28.07.2010 às 17:46

Realmente Manuel Alegre não foi um desertor, pela sua participação na rádio Argel foi muito pior que isso, pois essa atitude tem um nome e esse nome é traição, mas isso não é obstaculo à função, pois no passado recente já outros traidores ocuparam o cadeirão presidencial. Porém para mim há uma outra vertente, que é fundamental para qualquer candidato credível ao cargo de presidente e que é a experiencia governativa, que em Alegre é basicamente inexistente, pois no seu próprio site de candidatura, está referido que Manuel Alegre colaborou esporadicamente no VI governo, dai para frente nem uma única aparição em qualquer elenco governativo, convenhamos que nem sequer ser ministro, num governo onde o titular da educação era o caricato Sottomayor Cardia, é sinónimo de grande incompetência
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 28.07.2010 às 20:05

De acordo, o 25 de Abril transformou as mais improváveis figuras em presidente da república, e então de traidores, Spínola e Costa Gomes foram o maior exemplo, traidores e cobardes.

Quando saiu cá para fora a "magnifica obra prima" Portugal e o futuro, onde um dos comandantes em chefe das colónias, dava a guerra como perdida, ainda lutavam lá os filhos da pátria e o outro empurrava o primeiro na esperança de lhe suceder; o Marcello Caetano desafiou esses dois personagens a fazerem um golpe de estado, onde cinicamente (mais o Costa Gomes, o Spínola era digamos mais lunático ) os dois generais refutaram o presidente do concelho prometendo-lhe todo o seu apoio !

DUAS VEZES, repito, DUAS VEZES pediu Marcello Caetano a demissão, foi-lhe sempre recusada a troco da defesa da integridade da pátria, foi preciso a insurreição dos capitães para essas duas criaturas aparecerem como salvadores da pátria, nem sabiam o que fazer com a pátria esses dois...

No fim é como escreveu George Orwell, é o "triunfo dos porcos", os que surrateiramente conspiraram na penumbra aparecem agora armados ao pingarelho como salvadores da pátria...

O General Eanes deve ter sido o único militar de Abril que com dignidade exerceu funções de estado, ele e o Palma Carlos mas ao Palma Carlos rapidamente a corja dos Vascos e dos Otelos lhe tirou o tapete...

Que terra a minha !
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.07.2010 às 23:06

Signore Couto,

Con permesso,

De certeza que não tem outro nome?





 
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 29.07.2010 às 00:44

Por quem é Educadinha, non c'e bisogno di chiedere per permesso !

Não tenho outro nome, é mesmo assim que me chamo, por quê, choco assim tanto ?

Já quando comentava no 31 da Armada, de onde viemos muitos só me chamava Nuno, mas como apareciam por lá uns poucos, assim não há que enganar !

Saluto a lei !
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.07.2010 às 02:21

Chocar? Naturalmente que não. Mas ...olhe que eu tenho dez sentidos, em vez de seis...Image
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 00:15

Cara mia.

Um bom livro para si :

Vasco Pulido Valente : Marcello Caetano - As desventuras da razão.

Foi lá que bebi a inspiração, aliás, sou um fã confesso, tenho alguns livros dele.

Salutti.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.07.2010 às 01:28

Obrigada. Lê-lo-ei com todo o gosto. Quando tiver tempo. Como vê, a esta hora encontro-me a pé...a descascar...num banco...e já não posso com o acordo de Basileia II...é o problema de se ter enveredado por Direito...emburrece-se....Image
Sem imagem de perfil

De NunoFcouto a 30.07.2010 às 10:32

Já vi que por aqui é tudo advogado.

Com amigos assim, não se vai parar à prisão, já dizia o outro...
Sem imagem de perfil

De Como já tenho comentado... a 28.07.2010 às 18:25

O inconsequente do pateta Alegre é contra a o que chama a partidocracia e a favor de candidaturas independentes à AR.

Que fez o cromo em Lisboa, ONDE NEM SEQUER MORA NEM VOTA?

Pois fez com que a sua amiga Helena Roseta, que era de uma lista independente (coisa que é possível nas eleições autárquicas), concorresse à CML na lista do Costa.

De um idiota destes, que se pode esperar? Com vossa licença, apenas merda.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 28.07.2010 às 22:06

mais tarde ou mais cedo, a historia ajusta as contas.
Sem imagem de perfil

De No Name a 29.07.2010 às 02:44

Sempre foi um traídor e graças a ele vários portugueses brancos hoje já não estão entre nós.

 

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    Portugal está cheio de Salazarinhos.

  • Anónimo

    Presumo que a medida não se aplica aos bovinos mac...

  • Anónimo

    ..." Mas não nos acontece, tal como o filho mais v...

  • Anónimo

    Este andaço para pouparem a vida dos animais é dev...

  • Anónimo

    Modas e vontade de ficar bem na fotografia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D