Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Notas olisiponenses: brisas do Tejo

por Luísa Correia, em 27.07.10

 


«De noite, com a brisa, e sobretudo quando há névoa, o cheiro da maresia é mais forte, e o menino fica na cama de grades, com os olhos muito abertos, a escutar aqueles mugidos e roncos graves, a indecifrável conversa dos paquetes, cidades flutuantes, ocas de luzes prodigiosas, que descem o caminho da Barra e do mundo.


 

 

 

Não se pode ter nascido ali, viver a ver chegar e partir navios todos os dias, com um rasto de lágrimas e o esvoaçar de adeuses no azul, nem ouvir noite e dia estas vozes, sem ficar impregnado de irremediável nostalgia. Tudo isto, o rio imenso, os cais, o mar, os horizontes, se integra nele e ficará para sempre dentro dele como um apelo de longe e uma saudade, anseio de partir e de voltar; quando e para onde?» (José Rodrigues Miguéis, A escola do paraíso).


 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Internado em Rilhafoles a 27.07.2010 às 17:07

Ah, a Trafaria! O meu sonho é uma vivenda na Trafaria, terra de sonho!

Image
Sem imagem de perfil

De Onda de Calor a 27.07.2010 às 18:48

Ali, na foto do meio, parece-me que já nasce a TTT do Mendonça.
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 28.07.2010 às 15:26

De facto, Onda de Calor, dois pilaretes já lá cantam.
;-D
Sem imagem de perfil

De Anónimo Veneziano a 27.07.2010 às 19:22

Deste-me uma ideia, ó Internado: depois destas imagens da margem direita do Tejo, a Luisa poderia dar uma volta pela margem esquerda. Além da Trafaria de esquiva memória pombalina, temos o mítico Ginjal, os moinhos de maré e a manuelina Alcochete, etc.. Todas esses locais com vistas soberbas sobre Lisboa. Fico com curiosidade de ver como os olhos (e as lentes) da Luísa irão eventualmente trabalhar esse tema.
Sem imagem de perfil

De Recuperado de Rilhafoles a 27.07.2010 às 20:44

Não recomendo. A Trafaria é pavorosa, assim como o Porto Brandão, o Ginjal é um monte de ruínas, Alcochete... Alcochete faz-me lembrar a D. Cândida Almeida...
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 28.07.2010 às 15:32

Meus caros Anónimo Veneziano e Recuperado, assim que o tempo serenar, lanço-me à aventura. Os primeiros locais sugeridos, já os explorei noutras alturas e valem sempre pelo panorama sobre Lisboa. Mas Alcochete ainda não, porque me dizem que os barcos, para lá, são fechados. De qualquer modo, há hoje muitos caminhos que vão dar a Alcochete. ;-D

Está prometido!
Sem imagem de perfil

De jj.amarante a 28.07.2010 às 15:08

Boa a segunda foto, muito boa esta última. Nunca pensei que os guindastes e silos da Trafaria, que normalmente estragam o horizonte nos enquadramentos para o mar da Torre de Belém, pudessem ficar tão bem como aqui. A foto foi mesmo tirada em Novembro, como consta nas propriedades do ficheiro? Parece fazer uma calor de ananases...
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 28.07.2010 às 15:37

É provável que sim, Jj. Porque já não me lembro de andar por Belém à noite, muito menos a fotografar. Devia ser um fim-de-tarde outonal, quase invernil, aí pelas 18H00 ou 19H00. E saiu assim, com laivos de «filme de terror». ;-D

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Costa, Costa! Então já não há um pouquinho de verg...

  • Anónimo

    O Costa é Costa, o Costa é hipócrita e demagogo, o...

  • Anónimo

    O peixe oficial é mais raia que o parta.Henrique P...

  • Anónimo

    Caro senhor, o Henrique Pereira dos Santos tem vin...

  • Pedro Nunes

    Já tinha saudades de ler os textos do Henrique.


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D