Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aventuras na Pequena Alface: Domingos sobre rodas

por Luísa Correia, em 25.07.10

Foi a propósito deste post do José, e com um olho nuns pastelinhos de bacalhau e outro nas belas imagens de Paris, transmitidas no pequeno ecrã a pretexto da conclusão da volta à França em bicicleta, que relembrei os Domingos estivais do meu mais ou menos remoto passado. Eram Domingos domésticos, abrigados nas sombras frescas intra-muros – os caminhos do mar estando, nesses dias, invariavelmente sobrelotados - … mas nem por isso a aventura ficava à porta. O alvoroço começava, aliás, na Sexta-Feira anterior, com os treinos de qualificação. E atingia o seu clímax no Domingo, com o Grande Prémio de Fórmula 1. Os duelos que se travavam nas pistas absorviam a atenção, não apenas no par de horas por que se alongavam, mas durante toda a jornada, de manhã à noite, desde logo na especulação sobre as condições dos asfaltos e das atmosferas, e na aposta sobre os vencedores; e depois, na revisão e no comentário das tácticas, das manobras, dos percalços, dos acidentes e até de algumas perdas pessoais, que lastimava sem nunca realmente desligar do espectáculo, e que talvez até desvalorizasse – como tendencialmente se desdramatizam as mortes doces. Há nomes que não vou esquecer pelo fastio que baniram das minhas tardes dominicais: Jackie Stewart, François Cévert (lindíssimo homem!), Jacky Ickx, Niki Lauda, Nelson Piquet, Gilles Villeneuve, Alain Prost, Ayrton Senna, Nigel Mansell, Michael Schumacher… No tempo dos primeiros, a vibração centrava-se ainda nos virtuosismos automobilísticos dos pilotos, demonstrados numa competição taco-a-taco, em que a tecnologia dos motores, a sofisticação dos chassis ou a velocidade dos abastecimentos – ou, em quatro palavras, a força da escuderia - não parecia interferir. No tempo dos últimos, outros nomes se foram impondo, os nomes de casas como a Ferrari, a McLaren, a Renault e a Williams, cujo sistema organizativo passou a condicionar o desfecho das corridas. Mas há um terceiro conjunto de nomes que também releva: o dos circuitos. E neste conjunto, realçaria o circuito urbano do Mónaco, onde as emoções, pela estreiteza das vias, pelo aperto das curvas, pela dificuldade das ultrapassagens e pelo ambiente geral, tão requintado, quanto cosmopolita, atingiam o ponto alto de cada campeonato. Não sei quando perdi o rasto ao «circo» da Fórmula 1. Foi, se calhar, quando a RTP2 o erradicou da sua programação… Ou quando deixei de acreditar em heróis…



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Marquesa de Carabás a 25.07.2010 às 19:01


Luísa,

Esquece, o tempo mais glorioso da fórmula um: uma altura em particular,  em que os bólides depois de arrancarem a toda a velocidade, se quedavam a escassos metros da meta e eram "levados em ombros" pelos esforçadissimos pilotos; faltava-lhes a gasolina.
Lembro-me perfeitamente. Eram voltas e voltas de alucinante correria, na expectativa do final surpreendente: será que conseguiam ou não cortar a meta? E cortavam-na em termos de bólide ou de carcaça inútil?
Depois inventaram os reabastecimentos e este espectáculo fabuloso acabou...uma pena!


Cumprimentos,




Marquesa de Carabás
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 26.07.2010 às 23:04

Oh, Marquesa, lembro-me tão bem de os ver aos ziguezagues na pista, à vista da meta, abanando o depósito, não fosse sobrar ainda alguma gotinha de gasolina. Até nisso tinham de pensar: conduzir o mais depressa possível, mas numa aceleração que não esgotasse o combustível antes de tempo. Saudades! :-)))))
Sem imagem de perfil

De Elefante Branco a 25.07.2010 às 20:08

Circuito bom foi o do Estoril, assim uma espécie de precursor dos estádios do Euro 2004.

Image
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 26.07.2010 às 23:09

Mas creio que ainda se disputou lá mais de uma dezena de GP's, caro Elefante Branco. Por que é que a coisa morreu, não sei. Presumo que pelas razões por que as coisas giras costumam morrer entre nós: desleixo e/ou falta de dinheiro.  :-S
Imagem de perfil

De João Távora a 25.07.2010 às 23:03

Pois é Luísa... nunca tinha pensado nisso, mas acho que as corridas ao Domingo, que até a minha avó paterna seguia religiosamente, fugiram para um canal temático qualquer. 
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 26.07.2010 às 23:16

Acho que sim, João; acho que passam agora no Sport TV. Mas entretanto, o interesse também me esmoreceu muito, com a invasão de uns Alonsos, uns Hamiltons e uns Massas que não conheço de parte nenhuma. ;-D
Sem imagem de perfil

De Anónimo Veneziano a 26.07.2010 às 13:49

E ainda há por aí alguém que se lembre dos "good old times" da Fórmula 1 em Vila Real?

 
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 26.07.2010 às 16:48

Fórmula 1 em em Vila Real nunca houve. Fórmula Ford e talvez Fórmula 3 (sobre esta tenho dúvidas) e claro os "turismos", Ernesto Neves, Chico Santos, Américo Nunes, José Lampreia, Gião e tive a sorte de lá assistir à primeira vitória "a sério" do malogrado Bernardo Sá Nogueira, num Mini, mais tarde deu cartas na Alfa-Romeo. Era um belíssimo circuito numa igualmente bela cidade e região.
Sem imagem de perfil

De E Monsanto? a 26.07.2010 às 17:03

http://pt.wikipedia.org/wiki/Circuito_de_Monsanto
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 26.07.2010 às 23:27

Caros Anónimo Veneziano, Fernando e E-Monsanto-?, para além dos GP’s do Estoril (que foram treze, entre 1984 e 1996), leio na Wikipédia que só houve GP’s em Portugal no Porto-Boavista (em 1958 e 1960) e em Monsanto (1959). O circuito de Vila-Real esteve, como diz o Fernando, ligado a outras «fórmulas» e era, de facto, um belíssimo circuito urbano. :-)
Sem imagem de perfil

De APC a 27.07.2010 às 15:24

Acredito que LC faça fotografias sensíveis, mas que seja realmente uma colaboradora do sexo feminino ?humm .. que sabe tanto de pilotos e carros relativos a uma época em que nenhuma mulher se interessava por tais matérias e só conhecia o nome Ferrari por vê-lo escrito num jornal ? 
É melhor que diga quem é - de uma vez.

Ok, é um comentário reaccionário mas como dizia a Susan Boyle - that´s what I think dear..
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 27.07.2010 às 17:45

Meu caro APC, note que as minhas recordações são de um tempo em que ainda não era mulher, mas criança. E como criança, tinha gostos muito heterogéneos, desde bonecas a Legos, desde filmes da Disney a corridas de Fórmula 1; e tinha, sobretudo, uma memória ainda limpinha e pouco selectiva. ;-D

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D