Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




'Gueto de Gaza'

por Rui Crull Tabosa, em 31.05.10

Massacres como este retiram toda a autoridade moral que os seus autores reclamam para si próprios. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



14 comentários

Sem imagem de perfil

De LUIS BARATA a 31.05.2010 às 12:19

E em águas internacionais. Por mais que se defenda o direito a Israel ter fronteiras seguras, há actos que são inaceitáveis.
Sem imagem de perfil

De alice goes a 31.05.2010 às 12:32

Não alinho na sua visão, da questão, o  muito politicamente correcto europeu , que é o cerne da destruição moral e politica da Europa e da cultura ocidental.  Basta ver o que europeus andaram a fazer na Tailandia.  A UE anda sempre a exigir e  acha-se no direito de se emiscuir na vida dos outros mas, não limpa a sua casa.
 Fazer do hamas e quejandos pobres diabos e muito simplista,
Agora um aparte, por que as ajudas não entram pelo Egipto ou Jordânia? Já alguma vez deram-se ao cuidado de observar e informar sobre essas relações? Por que os jordanos  expulsaram seus irmãos palestinos? 
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 31.05.2010 às 14:04

Se há coisa de que não posso ser acusado é de ser 'politicamente correcto'.
Atacar ajuda humanitária não é então um crime?
Imagina a Alice que era palestiniana e vivia na Palestina e lhe entravam uns tipos no seu país, invocando direitos históricos com mais de 2 mil anos e a obrigavam a viver quase às escondidas... Não gostava, presumo...
Além disso, como pode Israel dizer que os judeus foram vítimas dos outros povos ao longo da História se faz aos outros exactamente o que acusou terceiros de lhe fazerem a si próprios?
Isto não é 'branco e preto'. E quem não o entender condenará o Médio Oriente ao clima que aí se vive desde o pós-guerra.
Mas voltando ao princípio: quanta coragem a de matar civis que pretendem prestar ajuda humanitária...
Isto não é 'politicamente correcto'. É uma questão de decência!
Imagem de perfil

De Réspublica a 31.05.2010 às 18:13

Massacre? que coisa ridícula caro Crull, massacre é o que os mafamedistas fazem ao povo de Israel.
Israel tem o direito a considerar como seu inimigo qualquer navio que fure um bloqueio militar legítimo e pode afundá-lo.
A nação de Israel é o primeiro baluarte da civilização no próximo oriente e o mais importante aliado da Europa cristã, a queda de Israel é a queda da Europa, devíamos isso sim enviar navios de guerra e aviões para auxiliar Israel a expulsar os mafemedistas para Arábia de onde vieram.
Imagem de perfil

De Rui Crull Tabosa a 31.05.2010 às 20:44

Claro, mas se fossem judeus já era massacre, caro Respública...
Essa sua conversa sobre os direitos de israel a afundar tudo o que considere ameaça justifica tudo: inclusive o seu contrário. Não o esqueça, quando lamentar as mortes daqueles que tão intransigentemente defende.
Dizer que Israel é aliado da Europa cristã é esquecer os comportamentos repetidamente inamistosos e mesmo ofensivos que esse país e os seus responsáveis tem tido para com o Papa e o Vaticano. Eles não defendem os valores do 'Amor' que Cristo nos legou e pelos quais foi crucificado!
Finalmente, tenha presente que o ataque foi planeado e não surgiu de uma contingência imprevisível, deu-se em águas internacionais e não territoriais, pelo que constitui obviamente um acto  criminoso à luz do Direito Internacional (e não venha com artigos e tratados citados de cor, porque isto é incontroverso). 
De resto, quase senti vontade de rir quando ouvi responsáveis israelitas sustentarem que os seus soldados, pesadamente armados e saltando de helicópteros, eles sim é que foram atacados...Um resultado surpreendente, porémn: 10 a 19 civis mortos e nenhum militar morto. 'OK', como se dizia...
Abraço do
Imagem de perfil

De Réspublica a 01.06.2010 às 09:09

Já parece um alto responsável nazi que perguntado por um subalterno o que diriam perante o Holocausto respondeu: a morte de 1 pessoa é uma tragédia, a morte de 1 milhão é estatística.
Aqui ocorreu uma operação militar de uma nação atacada por terroristas, logo é sempre justificada, se não os EUA eram criminosos sempre que atacarem terroristas noutros países!
Já ouviu falar da legítima defesa preventiva? Deveria ler uns livros de DIPúblico, falam disso.
Quanto aos "judeus" não terem os valores de amor de Cristo, não se esqueça que Cristo era "judeu".
Um abraço,


Sem imagem de perfil

De San Benito a 31.05.2010 às 20:56

Massacre, claro que não foi tal coisa, as forças militares sionistas apenas participaram numa gigantesca lição de natação colectiva, infelizmente uns quantos morreram, paciência acidentes acontecem, nos próximos dias serão chacinados mais uns quantos mas que se pode fazer é a vida.
Sem imagem de perfil

De Pilatos a 31.05.2010 às 21:02

Os judeus não são aliados de ninguém, servem-se dos outros para resolver os problemas que eles próprios criam. O Ocidente quando recusar ser escudo dos judeus verá o problema de israel resolver-se por si e rapidamente Os judeus não são ocidentais são judeus.
Sem imagem de perfil

De Pantera cor de rosa a 31.05.2010 às 21:15

Já que não podemos enviar material bélico que tal enviarmos este Réspublica para Israel com bilhete só de ida.
Imagem de perfil

De Réspublica a 01.06.2010 às 13:20

E oh pantera quem lhe diz que não sou voluntário do IDF?
Sem imagem de perfil

De San Benito a 31.05.2010 às 21:12

Colocar vídeos da televisão oficial israelita como argumento é como colocar vídeos do hamas e do hezbollah nenhum é de fiar quanto à fidelidade da informação.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 31.05.2010 às 21:18

Rés és um caso perdido, não enxergas nada de nada porque tens esses poucos neurónios formatados para as tuas ideias perfeitamente bacocas .
O Crull tentou explicar-te de forma lúcida  e correcta o que está em causa, mas tu não chegas lá.
Porra! é por estas merdas de intolerâncias que se começam guerras. Ouviste? 
EU NÃO SOU INIMIGO DE ISRAEL. TENHO ADMIRAÇÃO PELO POVO: NÂO POR CERTAS POLÍTICAS.


E se mesmo assim não entendes. Vai-TE F****!!!!!!!!!!
Imagem de perfil

De Réspublica a 01.06.2010 às 13:27

1. Gostava apenas de lembrar que nem todos os israelitas são "judeus", no IDF participam muitos cristãos, drusos, árabes-muçulmanos e beduninos, por serem cidadãos de Israel, quantos não muçulmanos pertencem às forças palestinianas?
2. Quantos dos militares da operação em causa eram "judeus"?
3. Os "judeus" de fora de Israel esses sim são militares não residentes do IDF.
4. Israel atribui direitos iguais a todos os seus cidadãos independentemente da sua origem religiosa, os palestinianos não!
5. Israel é uma nação pluricultural e plurireligiosa.
6. Jesus Cristo era "judeu".
7. A Virgem Maria era "judia".
8. São Pedro e São Paulo, bem como os primeiros cristãos, eram "judeus".
9. A maioria dos portugueses é descendente de "judeus".
10. Os Católicos/Cristãos são descendentes de uma religião judaica.
11. Sem Israel já teríamos tido o Al-Andalus.
12. Os mouros/maometanos são inimigos de Portugal.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Por isso desenvolve sistemas de fiscalização para ...

  • Nuno

    "Descobri-o" quando li "Portugal: Paisagem Rural" ...

  • Anónimo

    Sr.Lavoura como de costume só lavouradas!A "famigl...

  • Anónimo

    devem ter  importado parte das noivas de Sant...

  • Anónimo

    as pessoas não existem para servir 'o estado a qui...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D