Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tributo

por João Távora, em 08.02.08
Fazia hoje setenta e um anos, o meu pai. Deixou saudade e obra também.

Luiz de Lancastre e Távora (1937 – 1993) dedicou-se largos anos à investigação histórica, com especial incidência nos campos da Genealogia, Heráldica e Sigilografia. Possuindo um elevado número de trabalhos publicados, duas das suas obras mereceram ser galardoadas, uma delas com um prémio internacional. Fez parte do corpo docente encarregado de ministrar os cursos de Iniciação à Genealogia e Heráldica iniciativa levada a cabo pelo I.P.P.C. através do Instituto Português de Heráldica e com o patrocínio das Universidades Clássica e Nova de Lisboa. Funcionário da Biblioteca da Assembleia da Republica, foi destacado para a Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, onde, a par de outras funções, dirigiu as actividades do Projecto Arquivos de Família. Sócio efectivo do Instituto Português de Heráldica, da Associação Portuguesa de Genealogia, da Sociedade de Geografia de Lisboa, e da Associação dos Arqueólogos Portugueses. Galardoado com os prémios General França Borges (A.A.P.) e Salazar y Castro (Academia Internacional de Genealogia e Heráldica, com sede em Madrid).

Nota: Esta foi a entrada (seguida da respectiva bibliografia que me escuso aqui detalhar) criada por mim para inserção na Wikipédia. O conteúdo foi considerado sem "interesse enciclopédico" e aconselharam-me a tentar de novo seis meses mais tarde, mas sem referencias à Nobiliarquia sendo Portugal uma república. Parece-me extraordinário como o preconceito político mais básico ainda se impõe tão impunemente na escrita da História. Para que conste, aqui se encontra o registo da correspondência trocada com um editor Relações Públicas da Wikipédia.
Ironicamente existe referência a Luiz de Lancastre e Távora nesta enciclopédia, no âmbito da genealogia, ou seja, sem qualquer suposto “mérito” que o justifique. Daqui a uns meses, conforme permite o regulamento, tentarei de novo editar o texto, na expectativa de que prevaleça então alguma sobriedade e justiça dos Srs. editores.

Autoria e outros dados (tags, etc)



18 comentários

Sem imagem de perfil

De joão severino a 09.02.2008 às 21:02

O seu pai foi um grande homem e um grande português. Que a sua obra nos inspire.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.02.2008 às 20:17

João,
eu gosto imenso das suas crónicas, ainda que nem sempre as comente.

Fui uma das que pedi para voltar a publicar os evangelhos. Acho que fazem todo o sentido e não havia razão para abrir mão deles.

Não gostei dos seus comentários quanto aos anónimos, talvez por eu ser anónima e não me considerar parasita e, muito menos, insultuosa - porque nunca o fui.

Mas, como disse, gosto de lê-lo e este tributo ao seu pai é mais um excelente texto. Parabéns.
Sem imagem de perfil

De João Távora a 09.02.2008 às 20:11

Agradeço os simpáticos comentários de apoio. O caso é dum absurdo absolutamente gritante. Haverá gente de bem que conheça as cunhas do Daniel Oliveira?!
Sem imagem de perfil

De av a 08.02.2008 às 17:06

Idiotice e ignorância, claro.
Este tipo de preconceito, tão presente ainda por aí, é o que faz com que nem numa simples base de dados possa haver isenção política, o que é uma prova impressionante da mesquinhez em que nos movemos. Assim não vamos longe, de facto.
Lamento, João. Não por si, para quem a obra do seu pai não é com certeza novidade, mas por todos os que não terão acesso fácil a ela, se assim o quiserem.
Sem imagem de perfil

De Rui Castro a 08.02.2008 às 16:51

Um grande abraço, caro João.
Sem imagem de perfil

De Pedro Picoito a 08.02.2008 às 16:50

Uma vergonha, realmente, João. Mas parece-me que não é só má vontade: é mesmo ignorância. Saberão os senhores da wikipedia o que é a sigilografia, essa ciência da qual o seu pai foi o maior especialista português do século XX?
Sem imagem de perfil

De O Réprobo a 08.02.2008 às 16:43

Meu Caro João,
Um grande Erudito, De Que guardo memória vivíssima a propósito da leitura da brilhante intervenção na polémica do Colombo Português.
Grande abraço ao Digníssimo Filho de Tal Pai
Sem imagem de perfil

De Luís Bonifácio a 08.02.2008 às 15:45

Sentido pêsames pela sua perda e parabéns pela evocação de seu pai.

É por essas e outras que a Wikipedia neste momento não possui qualquer credibilidade.

Uma informação:
Em Matosinhos, no meu 8º ano de escolaridade (1980) tive um excelente professor de história de nome Távora, que me deu aulas apenas por parte do ano, pois sofreu um grave acidente de viação.
É seu parente?
Sem imagem de perfil

De Mª João Nogueira a 08.02.2008 às 15:10

http://saber.sapo.pt/wiki/Luiz_de_Lancastre_e_T%C3%A1vora

Limitei-me a um copy paste desta evocação, na Wiki do SAPO.
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.02.2008 às 14:31

Custa, de facto, a entender. Muito tocante, esta tua evocação.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D