Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crime, disse ele

por Rui Crull Tabosa, em 22.04.10

Rui Pedro Soares, provavelmente o único cidadão cuja “password é Socrates2009”, foi há uns anos alçado pelo PS à administração da PT, onde veio a auferir um rendimento anual entre um e dois milhões de euros, sem que ainda hoje se conheçam as extraordinárias qualidades que o faziam merecedor de tão generosa gratificação.
Nos últimos tempos tem sido retratado nas notícias como um dos principais executores de uma sinistra estratégia governamental de domínio, controlo e condicionamento da comunicação social.
Hoje deveria ter sido ouvido pela Comissão de Inquérito ao envolvimento do Governo no negócio da compra da TVI pela PT, tendo aí uma excelente oportunidade para desmentir o que dele se pensa.
Porém, preferiu calar e fazer apenas uma patética declaração na qual quase se limitou ao sacrificium do pedido de desculpa ao "amigo" José Sócrates por, alegadamente, ter utilizado o seu nome em vão.
Para cena do Padrinho só faltou mesmo a pronúncia siciliana e a cabeça de cavalo na cama…
Depois de ouvir a sua curta declaração, pergunto-me se haverá alguém suficientemente crédulo para acreditar na sinceridade e veracidade desse tardio mea culpa, para mais se tiver presente as reveladoras escutas que o ‘Sol’ publicitou, para desgosto da máfia que domina o Pais, seja na justiça, na banca ou na política?
Alguém esqueceu as conversas em que, entre outras, Rui Pedro Soares dizia a Paulo Penedos que “O chefe [Sócrates] diz que é tudo ou nada e que não pode ficar com a fama sem o proveito” (20.6) e que “O Sócrates perguntou-me se não era melhor correr com o Moniz antes da PT entrar” (24.6)?
A razão de ser da sua recusa em responder às perguntas dos deputados é pois fácil de perceber.
Viu o amigo Penedos ser ontem apertado e percebeu que seria hoje confrontado com as suas contradições, mentiras e comprometedoras conversas telefónicas.
Se falasse, a verdade seria um pouco mais esclarecida (a custo, é certo…), na exacta medida em que a sua situação se tornaria um pouco mais complicada. Isto para já não falar da do primeiro-ministro.
Por isso, o boy preferiu defender o “chefe máximo” e calar-se perante os deputados.
Acontece que o seu silêncio diz muito, pois equivale à admissão de que se auto-incriminaria caso falasse sobre a sua participação na negociata da tentativa de compra da TVI pela PT ou, antes disso, pelo Taguspark (entidade da qual também foi administrador).
Ou seja, disse que no processo de compra da TVI foram praticados crimes e reconheceu que tem conhecimento deles, isto se não for mesmo um dos seus agentes, como parece ser cada vez mais o caso.

 

Créditos da imagem ao We have caos in the Garden.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De zzeluis a 23.04.2010 às 00:10

"Depois de ouvir a sua curta declaração, pergunto-me se haverá alguém suficientemente crédulo para acreditar na sinceridade e veracidade desse tardio mea culpa,".

O mea culpa é apenas 'cénico", não cínico. Porque essa "confissão pública" tinha de ser feita.

O mal é irreparável e veremos o futuro deste boy-ps. Quando no fim da audiência da comissão Ricardo Rodrigues desvalorizou os "estados de alma que não me dizem nada", para mim completou o ramalhete.

O boy foi severamente punido internamente. Tinha de safar alguma coisa em público. A oportunidade era de ouro. Nada diria, mas diria "isto".

A forma enfática como RR comentou com indiferença e até desprezo os "estados de alma que não me dizem nada", olhando para os "estados de alma" perceptíveis na sua cara sobre as incidências lá dentro na comissão ante o golpe de teatro, estudado e cénico, do boy-ps, revela, quanto a mim, que a Máfia cortou não um dedo, mas uma aspiração de o boy ir longe.

Todo o jogo de bastidores se revelou por fim. E a "deixa" da desculpa ao PM é um subir da cortina um palmo, deixando antever os sapatos dos protagonistas que não chegam ao palco...
Imagem de perfil

De Réspublica a 23.04.2010 às 10:04

Contudo, foi o mais esperto de todos os depoentes, os demais falaram cairam em contradição e cometeram publicamente o crime de falsas declarações ou de testemunho, este ninguém o pode acusar disso!
Sem imagem de perfil

De Ega a 23.04.2010 às 10:06

Caro Rui:
Tem razão. E deve ter cuidado. Não vá um dia, ao descer as escadarias de S. Bento, ter a sua espera dois ou três encarapuçados, de USI em riste e um carro pronto a arrancar...
Foi azar dos sicilianos. A familia dos Soares tinha finalmente uma aliança com o Padrinho Sócratini e haviam já estabelecido toda alinha sucessória. Mas o delfim excitou-se (rapaz impetuoso, verde ainda) e foi longe demais.
Ficou fora do uqadro almejado: nunca será o Don Rui Pedro, com os aulicos a beijar-lhe a mão.

Mas isto, sabemos o que foi: questões internas. Alguém lá entre os Soares, despeitado, a levantar a lebre. Depois, mais nada: o caso será abafado e tudo voltará ao silêncio da aparente normalidade.
Sem imagem de perfil

De Velho da floresta a 23.04.2010 às 15:13

Rui Pedro Soares, entrou mudo e saiu calado, mas apenas desta ultima vez, pois na anterior cantou que nem um rouxinol, nem sempre bem e com certas partes do canto em futebolês ", mas em quantidade suficiente, para que alguém convencido da sua impunidade como ele estava, tenha recebido o apertão suficientemente forte para fechar a boca na comissão. Sim que isto de ser ainda novo e perder a confiança da famiglia ", implica passar muito tempo no melhor dos casos a ser um Carlos Melancia e no pior dos casos um Rui Mateus.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • anónimo

    Exacto, uma coligação dos perdedores a governar!. ...

  • Anónimo

    Vou contar o que se passou há uns anos numa turma ...

  • cela.e.sela

    « Aí vem o bicho-papão, 1799 | Francisco de Goya» ...

  • balio

    uma coligação de perdedoresNuma eleição, todos os ...

  • Anonimo

    Parece que muita gente esqueceu o Limiano. Isso si...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D