Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A campanha suja

por João Távora, em 20.04.10

 

O Diário de Notícias há muito que nos habituou a uma abordagem facciosa das informações sobre os assuntos fracturantes em geral e da Igreja em particular, submetendo-as sempre a pontos de vista marginais ou mesmo externos aos interesses da comunidade católica que insiste menosprezar. Essa linha editorial é tanto mais estranha quanto, em matéria de “Opinião”, o jornal demonstra um posicionamento pluralista, reunindo católicos praticantes como a Maria José Nogueira Pinto, Adriano Moreira, João César das Neves, Pe. Anselmo Borges, e também outros tantos cronistas cuja posição perante a Igreja é pacífica e de boa-fé.

Neste sentido constitui um profundo mistério as razões pelas quais este periódico instituiu como agenda uma abordagem editorial claramente contestatária e anticlerical. Pergunto-me se a posição é política ou comercial: suspeito que nestes dias do materialismo ridicularizar pessoas religiosas, padres, bispos e Papas renda popularidade, um atributo que raramente anda a par da seriedade.

Veja-se como nos dois últimos dias, dois artigos — ontem com a entrevista a dois padres casados contra o celibato (redigido pela Fernanda Câncio, uma «desinteressada» especialista na «matéria») e hoje um outro sobre católicos (?) homossexuais e contestatários — denunciam uma linha anticlerical, uma campanha a favor duma revolução no interior da Igreja de acordo com descartáveis cânones mundanos como o casamento homossexual. Certamente a receita mais eficaz para uma rápida extinção desta milenar instituição.

Suspeito que o fundamento da inquietação que muitos não crentes manifestam a respeito do celibato do clero, a ser tida como altruísta, esteja bem explicada na forma como a jornalista Fernanda Câncio titula o seu artigo: "E eles não viveram sós para sempre". Não sabem os pobres, que um verdadeiro cristão conquistou e usufrui da melhor e mais calorosa das companhias: Jesus Cristo. Acredito que essa é uma realidade muito difícil de entender para um descrente, quem sabe causadora de incómodos ressentimentos.

De resto, parece-me absurdo que, ao lado destas capciosas peças jornalísticas estejam colocados anúncios de merchandising de apoio à visita do Papa, que se subentende responsável máximo da instituição que se nos pretendem fazer crer como hedionda e criminosa.

Finalmente deixo um desafio: porque é que o Diário de Notícias não intercala estas “notícias” com outras, dando a conhecer a fundo a Igreja viva no terreno e a sua fé em Cristo que inspira milhares de pessoas de boa vontade a viver com harmonia e ajudar os outros?

Autoria e outros dados (tags, etc)



12 comentários

Imagem de perfil

De Réspublica a 20.04.2010 às 13:49

1. O celibato não é um cánon da fé, mas uma decisão jurídica com fundamento histórico na actividade pastoral do rito ocidental, a qual se traduz na celebração diária de missas, muito comum nos padres formados antes do Vaticano II e mesmo nos posteriores, atento a algum elemento pecaminoso resultante da prática sexual, que tornava im praticável a confissão diária dos padres casados antes da celebração da missa diária, mas o Papa pode a qualquer momento e por vontade exclusivamente sua revogar tal norma.

2. A homossexualidade e o seu combate pela Igreja é uma questão de dogma da fé, Deus desde o início dos tempos viu tal torpesa como o maior dos pecados que o ser humano, no exercício do seu livre arbítrio, pode cometer. Nems equer o Papa pode aceitar derrogar uma norma vinda de Deus.
Quem é o padre que lhes dá a comunhão? A que paróquia e diocese pertence?
Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 20.04.2010 às 16:04

Caro João

Rodopiamos sempre em torno do mesmo tema... Quero apenas deixar duas questões.
Qual o problema de um sacerdote casar??? Ora este individuo nasceu homem e nem sempre foi sacerdote, por que é que o facto de o ser implica celibato? Na pirâmide de Maslow, o sexo surge na base da pirâmide, sendo portanto uma necessidade fisiológica para o bem estar!
Qual o problema relativamente à homossexualidade???
Não consigo compreender, qual o "terror" derivado de duas pessoas que nutrem algum tipo de sentimento entre elas...
Os demais estando seguros das suas convicções e vivendo uma sexualidade saudável e sem preconceitos nada devem temer...
Afinal de contas, somos todos filhos de Deus!
Imagem de perfil

De João Távora a 20.04.2010 às 16:53

Caro Tiago: aquilo que afirma é um equívoco: qualquer sexólogo o informará (já ouvi várias vezes Júlio Machado Vaz afirmá-lo) que as pessoas são diferentes umas das outras, mesmo na questão das necessidades sexuais… imagine-se!
De resto, poderá encontrar aqui no blogue vários textos sobre a minha posição a respeito do casamento dos homossexuais. No que lhes diz respeito nada me move contra ou a favor.
Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 20.04.2010 às 18:34

Caro João
Nunca terá ouvido dizer Júlio Machado Vaz que a Pirâmide de Maslow era um embuste e uma falsidade!!!?
O facto de sermos diferentes nas nossas necessidades, tem que ver com o fenómeno de frequência e não abstinência das mesmas...
Não querendo enveredar pelos casos de pedofilia, haverá os de simples sexo consensual (hetero ou homossexual)... Ou serão todos os sacerdotes "diferentes" como diz Julio Machado Vaz? 
Caro João não há defesa para o indefensável... O sexo é apenas uma questão natural que deverá ser abordada da mesma forma, sem tabus e sobretudo pela igreja, faria maravilhas pelo nº de casamentos, de sacerdotes ou porque não, sacerdotisas... E faria maravilhas pela taxa de natalidade deste País que anda pelas ruas da amargura...
Imagem de perfil

De João Távora a 20.04.2010 às 16:55

O Tiago descentro completamente a minha abordagem. O meu texto é sobre o Diário de Notícias (e não só).
Sem imagem de perfil

De Ega a 20.04.2010 às 17:58

E por ser sobre o DN e os seus colaboradores, caro João, podiamos pensar no que os move e porque o papel sai depois assim. Chegamos fatalmente à exclamação: A Câncio! Sempre a Câncio!

QUe «espírito maligno» alimenta a Câncio. Está no seu plano direito de na gostar da Igreja. Mas porque gosta tanto de chatear a Igreja? Ela e todas as mais «Câncios» deste mundo?

A resposta há-de estar algures entre a impotência de ser mãe, ter familia, uma vida para além da profissão, um lar e um homem decente. Sejamos claros: alguém que seja capaz... de tudo. De a aturar.
Sem imagem de perfil

De Tiago Mouta a 20.04.2010 às 18:26

Caro João:
Dou muito pouca relevância "à propaganda" do DN!!!
Não era a minha intenção desviar as atenções da sua análise, sendo que, não deixa de ser a sua análise (apesar do shift para o seu ponto de vista pessoal...) e como tal ter implicitas as suas convicções...
Posto isto, não respondeu à minha pergunta, qual o problema de um sacerdote casar?
E ainda lhe deixo outra pergunta:
Haverá algum inconveniente de uma mulher se tornar sacerdote?
Tudo isto, é claro, à luz da religião católica!!!
Sem imagem de perfil

De Não se afobem! a 20.04.2010 às 17:30

Bem... se o DN tem artigos de crentes «amigos» da Igreja e também de não crentes «inimigos» da Igreja, não parece que daí venha grande mal, sobretudo quando os de não crentes são assinados por quem são, gente cujas demonstrações de afunilamento mental dos tempos (recentes) do programa da TVI24 «A torto e a direito» ainda hoje me provocam gargalhadas...
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 20.04.2010 às 18:23

Caro João Távora

E se tudo não passasse de um "fait divers"?
Quero dizer, se toda as "polémicas", em torno da Igreja Católica, tivessem sido provocadas por uma declaração do Vaticano, feita há algum tempo atrás, que aterrorizou o Poder?

No motor do F16, que sobrevoou a "Nuvem" do Vucão de nome estranho da Islândia, foi encontrada´uma substância vitrificada.

Foi noticiado este facto.

E não lhe parece estranho, que havendo uma monitorização cuidada da actividade vulcânica, este vulcão tenha súbita e inesperadamente entrado em actividade?

O Caro Quartin Graça, que percebe mais do que eu, destas questões de substâncias radioactivas, talvez possa explicar, como ocorreu este processo de VITRIFICAÇÂO?

Maria da Fonte
Imagem de perfil

De Réspublica a 20.04.2010 às 21:18

????
Declaração da Igreja que aterrorizou o poder!!! Isso é todos os dias, basta a Igreja defender valores morais vai logo contra a esquerda ateia, anti-clerial republicana e socialista.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 21.04.2010 às 01:06

Caro Rés

Foi uma pequena declaração do Vaticano, que passou despercebida por óbvia, mas que para quem está de fóra, significou que a Igreja Católica, estudou todas as descobertas científicas, e enquadrou-as na sua Doutrina.
Ou seja, assumiu uma posição de vanguarda.

Já anteriormente o Vaticano divulgara o Processo dos Templários, que revelou que fora a França de Filipe o Belo, que ignorando o Perdão do Papa Clemente V, a única responsável pela destruição e morte dos Cavaleiros Templários.

Imagine, que o Vaticano resolve abrir os Arquivos Secretos.
O Papa Bento XVI, é muito culto.
Se alguém conhece a Verdadeira História é ele.

E se a divulgar?!

Como lhe parece que ficam esses heróis de papel pardo, que por aí pontificam, escudados atrás de uma justiça que nunca praticaram, da liberdade que nos retiraram, e dos crimes ocultos que cometeram?

Hoje, já recebi de várias proveniências um mail que culpabiliza A Taxa Camarae do Papa Leão X por todos os problemas actuais.

Uma das pessoas que mo enviou, até comentou que era a 1ª vez que via circular este tipo de mail, na net.

E eu aproveitei para perguntar, se Leão X tinha ressuscitado, e tinha ido despejar Lixo Tóxico na cratera dum vulcão inactivo e monitorizado, para ser espalhado por toda a Europa.

Maria da Fonte



 
Imagem de perfil

De Réspublica a 21.04.2010 às 09:43

De facto Leão X tem alguma culpa, foi ele que não conseguiu que o herege e monge deprava alemão, de seu nome Lutero, fosse enviado em vida para o Inferno, antecipado na fogueira os castigos que está ainda hoje a passar no Inferno.
Os arquivos do Vaticano são público, até ao pontificado de S. Pio XII, embora seja preciso certos requisitos técnico para os consultar.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Balsemão e sua agenda

    Falir era um favor que fazia a Portugal. Um cancro...

  • xico

    E que impacto têm sobre os lobos, os parques eólic...

  • marta

    As propostas da Greta não são óptimas, nem péssima...

  • Anónimo

    O Síndrome, Transtorno de Asperger -reconhecido pe...

  • Carlos Gonçalves

    Foi o que pensei.Só a esquerda parece ter compreen...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D