Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pois é...

por Rui Crull Tabosa, em 30.03.10

Perante notícias destas, comentários destes devem merecer a aquiescência de Daniel Oliveira. Boa!

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De Pantera cor de rosa a 30.03.2010 às 23:54

Claro que não concorda, ora essa, como é que isso podia ser, se por acaso concordasse era expulso com requintes de crueldade. Onde é que já se viu um berloquista militante, dizer que uma minoria étnica é foco de instabilidade nas sociedades ocidentais, é evidente que são apenas vitimas que reagem violentamente contra a sociedade que os abriga, alimenta e paga porque se sentem excluídos Onde é que andava esse Daniel Oliveira e os outros arautos quando os ciganos, perdão, minoria étnica de ladrões e traficantes, ups , comerciantes vagabundos, aham , nómadas e os africanos (quase que escrevia pretos), andaram aos tiros uns contra os outros o ano passado.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 31.03.2010 às 00:53

Caro Crull

Tenho andado a pensar num facto.

Muhammad o Profeta era Cristão. Pertencia ao Clã dos Bannu Hashin, da Tribo dos Quraysh, os Sacerdotes Guardiãos da Caaba.

Do ponto de vista religioso defendia  a restauração do verdadeiro espírito do Cristianismo Primitivo.
Diz-se que por esse facto, foi expulso de Meca, ou seja, fugiu antes de ser assassinado.
Mas a verdade é que se diz muita coisa, e a verdadeira razão da tentativa de assassinato até pode ter sido outra.

Na realidade, sabemos que não foi Muhammad, quem escreveu o Corão, mas sim os seus supostos seguidores.
Mas seriam mesmo seguidores?

A verdade é que Muhammad  ibn Abad Al Mutalib, não era um qualquer analfabeto, como se diz.  Pelo contrário, já que pertencia à mais importante família de Sacerdotes.

Na sua descendência encontra-se por exemplo, a Casa Real da Jordânia, e a da Antiga Pérsia, agora, Iraque, e que hoje ninguém sabe muito bem o que é.

São Árabes Nasr que nada têm a vêr com os Muçulmanos berberes originários  do Níger e do Congo, os Mouros ou Maurus, que agora invadem a Europa.

E eu pergunto-me:

A quem interessa confundir esta onda de Mouros,  ou Mauros, da Mauritânia e do Sahara Ocidental,  que nada têm a vêr com Abbad Al Mutamid,  o Poeta, nem com o Al Andaluz?

A quem interessa, transformar Portugal em parte da Macaronésia? Como já se diz, com Capital em Rabbat.

A quem interessa que Portugal não aumente a sua Plataforma Continental?
Nem explore o Fundo do Oceano Atlântico, a que tem direito?

Será que são os mesmos, que em tempos nos invadiram e arrasaram Portugal?!
E mataram e violaram, profanaram Templos e Sepulturas, roubaram Mapas, Quadros, Livros e Objectos de Arte Sacra, em suma todo o património em que puderam pousar as mãos?!

E que agora, que a época tem que parecer mais civilizada, tentam subjugar-nos de outra maneira?!

Usando os velhos e estafados métodos, da calúnia e da mentira, recorrendo a uns miseráveis infiltrados,  da Irmandade do Avental?



Maria da Fonte


Imagem de perfil

De Réspublica a 31.03.2010 às 09:24

Cara amiga, desilude-me, só falta dizer que oi mafamede é que é o verdadeiro cristão!!! Por Santiago y Illos, que os mouros/muçulmanos ardam no inferno ou se convertam... Pela Santa Cruzada e pela Restauração da Fé na Cidade Santa.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 01.04.2010 às 02:50

Caro Rés

Será que eu escrevi em chinês?

Eu escrevi e repito, que os Árabes Abbad do Reino de Granada, não têm, nem nunca tiveram nada a vêr, com a Moirama Muçulman, Maura, ou Moura, do Níger e do Congo!

Será que ainda não percebeu, que está tudo intencionalmente adulterado?

Pois se não percebeu, devia ter percebido!

Eu falo dos descendentes dos Nasr da Babilónia, de há mais de 3 Mil anos atrás, época em que não havia Muçulmanos!

Mas havia Faraós no Egipto, que por acaso eram da mesma família dos Abbad.
E um filho de um famoso Faraó, um Príncipe Real, teve o nome de Aaron.

É desse Príncipe Real, Aaron, que descende Miryam Al Imran, A Grande Sacerdotisa do Templo de Séppora, filha de Hannah Al Imran (Aaron) e do Grande Sacerdote do Templo de El Elyan em Séppora, Joachim Al Imran (Aaron) (Achmethan).

E do filho da grande Sacerdotisa Miryam Al Imran, e de Joseph II Phasael O Indumeu, portanto neto do Governador de Jerusalém Joseph Phasael, O Indumeu (Herodian), descendem, entre muitos outros, os Amalek Reis de Indophartia, os Apfallach, Reis da Dácia, Os Grandes Chefes Celtas Buddicos, Os Reis de Sicambri, Os Reis Merovíngeos, Os Nibelungos, os Penddragon, Erik o Terrível,  Pai do Rei Afonso Henriques, Abbad Al Mutamid, O Poeta, Rei de Sevilha, e Muhammad Al Mutalib, o Profeta.

Eu não falei em Berbéres do Rift, falei dos descendentes da mais Antiga Civilização da História.
Os que têm no seu ADN, os dois Genes mais antigos da Terra!

OS RUIVOS DE OLHOS VERDES!

Como Miryam, a Grande Sacerdotisa!
Como Ramsés I.
Como os Nasr da Babilónia! 
Lamento, que a sua francofonia militante, não o tenha deixado vêr a verdade.
Porque essses, francófonos, jacobinos, como Napoleão e Robespierre, não pertencem à Família, são Beréberes do Rift.
Mas, Júlio Nepos Ceaser, esse sim, também fazia parte da Família.

Maria da Fonte
Imagem de perfil

De Réspublica a 01.04.2010 às 10:20

"Ouvi oh nobre troianos, cuidado com os gregos que trazem presentes, destrui o cavalo", Cara Maria da Fonte eu descendo dos nobres Troianos, aqueles que contruiram Alba Longa e Roma, os que destruiram os Mauri e Cartagineses, os que conquistaram o Egipto e que se aliaram ao povo escolhido de Deus, Israel, (para infelizmente depois o trairem e destruirem o Templo de Deus), mas também o povo que reconheceu a única e verdadeira Fé, a Católica Apostólica e Romana.
Não é francofonia, mas romafonia, Ave Roma, Magna Urb, Magna Ciuitae, Magnum populus. SPQR
Sem imagem de perfil

De Ega a 31.03.2010 às 14:25


Sabe o que acho, Mª da Fonte:
Duas coisas: a primeira é que o Sr. Daniel Oliveira tem medo de algum atentado da Al-Qaeda. Ele e muitos outros. Vai daí, tomam as dores dos muçulmanos. Tornou-se chique.
A segunda é que o argumento do martitológio semita findou, entretanto, como todos sabemos. Substitui-o a saga dos pobres islâmitas. Dá para a Esquerda malhar na Direita e... continua a ser chique.
Dê-lhes umas tostas com caviar. Assim ao menos, com a boca cheia, percebe-se pior as asneiras que dizem.
Sem imagem de perfil

De Marquesa de Carabás a 31.03.2010 às 16:19

Senhor Ega,

Não sei se o efeito é tão estrondoso como o do bolo-rei, mas é uma ideia.Não custa tentar, com tostas.Até se pode dar o caso de lhes entrarem as bolinhas para o goto.

Cumprimentos,


Marquesa de Carabás
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 01.04.2010 às 03:05

Caro Ega

Mas qual Al Quaeda, e qual martirológico Semita?

Os mártires nesta História foram sempre os mesmos.

Os descendentes dos Nasr, Os Homens Pássaro que subiram aos Céus e encontraram Deus.

Os Verdadeiros Cristãos!

Que além de tudo por que já passaram, ainda têm que aturar as asneiras berloquistas, de turbante à  berbere do Rift, e que nunca fizeram parte da História, a não ser para a destruir!

Que se afoguem em caviar, que se entupam de Bolo Rei e de Pastéis de Nata, MAS DEIXEM-NOS EM PAZ!

Que não é por causa deles, nem do seu ridículo oportunismo, que estamos protegidos .

Maria da Fonte
Maria da Fonte
Imagem de perfil

De Réspublica a 01.04.2010 às 10:22

Cara maria, os verdadeiros Cristão seguem ao Papa, sucessor de s. Pedro chefe da Igreja de Deus, não a um profeta de seu nome mafamede, desciplo de satanaz.
Sem imagem de perfil

De Distraído a 31.03.2010 às 03:33


Quem é esse tal Daniel Oliveira?
Sem imagem de perfil

De Antonio Cunha a 31.03.2010 às 09:52

Ler com atenção este artigo sobre Pedofilia no Islão e principalmente no tão adorado Hamas do Daniel Oliveira


http://km-stressnet.blogspot.com/2009/12/infancia-perdida-pedofilia-no-mundo.html (http://km-stressnet.blogspot.com/2009/12/infancia-perdida-pedofilia-no-mundo.html)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D