Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dentro de dias faz 5 anos. 5 anos de desgoverno socrático. 5 anos em que o Governo foi forte com os fracos e fraco com os fortes. 5 anos de destruição dos valores e da cultura nacional. 5 anos de um governo "à direita", de mãos dadas com o grande capital e contra os trabalhadores. Em contra-senso, 5 anos de cedência à extrema esquerda. A história de Portugal regista este interregno. Portugal segue, espera-se, dentro de momentos.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Digo eu a 28.02.2010 às 13:37

O pior de tudo é o extremo descrédito em que estes 5 anos fizeram cair as instituições do Estado.

No que, aliás, já havia embalagem...
Sem imagem de perfil

De Ega a 28.02.2010 às 14:44

Será sempre bom frisar as aspas do «governo "à direita"».
Porque morreu o tempo de julgar a «direita» como o espaço de favor ao poderio dos «capitalistas».
Ou será que, em Portugal, os fantasmas continuam a governar?
A dicotomia esquerda/direita é outra. Ou outras. Por exemplo: civismo/selvajaria; reformismo/revolucionarite; respeito/ desrespeito pelos costumes; liberdade/igualitarismo; etc, etc etc.

Eu iria ao ponto de sustentar que o salutar anarquismo existe mais à direita domque à esquerda. No exacto sentido de que a direita rejeita a imposição de modelos importados (nem tudo o que se passa «lá fora é bom...) e pugna pelo que é essencialmente nosso - ao arrepio do que querem que adoptemos como nosso.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 01.03.2010 às 05:01

Caro Ega

Eu arrisco a resposta!

Em Portugal, porque o 25 do 4, continua a ser um Mito, os Fantasmas governam plácidamente!

Para quando a Reflexão?
Sem nenhuma espécie de preconceitos.

Maria da Fonte
Sem imagem de perfil

De Ega a 28.02.2010 às 14:48

Ademais:
O «filósofo» envelheceu bastante, a avaliar pelas fotografias.
Sinal que o seu pensamento não flui tranquilamente. Ela lá saberá porquê.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.02.2010 às 15:10

Mon cher Quartin,

E que acha dos novos Partidos que surgiram nas últimas eleições? Acha que defenderam ideias diferentes, construtivas, ou apenas mais um pouco do mesmo, sob sigla diferente?
Que acha do abstencionismo? Por certo é matéria para um post, mas gostaria muito de saber a sua opinião, sem pretender vinculá-lo naturalmente. Todos os dias podemos evoluír e o que pensámos ontem corre sempre o risco de mudar.

Educadinha

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D