Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sombras 2010 - Heróis com as forças dos outros

por José Mendonça da Cruz, em 29.01.10

Que dirá Sócrates, posto perante a evidência de que «o nosso maior défice é o défice de credibilidade», como acaba de admitir o primeiro-ministro grego, o socialista Papandreou?

Que dirá Teixeira Santos quando for forçado a «convidar» o Eurostat – como vai ser forçada a Grécia - a auditar as contas portuguesas, para determinar por fim se o défice público é de 2%, desculpe, de 5%, desculpe, de 7%, desculpe de 8,3%, desculpe de 9,3% do PIB ou não, e se é verdade que as autoestradas são gratuitas, e o aeroporto e o TGV?
Como explicarão Sócrates e Teixeira dos Santos que uma crise que é de origem, segundo eles, inteiramente internacional tenha atingido tão ferozmente apenas Portugal e Grécia?
Que dirá o governo socialista quando , ao querer agravar ainda outra vez a carga fiscal, lhe explicarem, como explicaram à Grécia, que isso é apenas transferir a crise do sector público para o privado, e não resolve nada?
Que dirá Teixeira Santos das agências de rating quando andar pela mão delas a fazer roadshows - como anda a Goldman Sachs com a Grécia - para vender títulos da dívida pública na China?
E que dirá Sócrates dos bancos e dos consórcios bancários (ele que se preparava para os eleger como novos bodes expiatórios do mau governo, e taxá-los mais, e paralisá-los e culpá-los da crise) quando bancos e consórcios bancários montarem para o governo português – como o JPMorgan para a Grécia - resgates e empréstimos?
Ora, dirão que tudo se deve a não ter o governo socialista baixado os braços, que tudo se deve à sua força mobilizadora.
E talvez acreditem nisso uns 36% de uma pequena minoria de palermas.
Fui eu! Eu é que peguei o touro pelos cornos!



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 30.01.2010 às 01:47

A Questão Fundamental, é:

QUAL É O LIMITE DO CHEQUE EM BRANCO PASSADO PELOS ELEITORES AOS GOVERNOS?

É que ser governo não pode conferir aos "eleitos", PODER ABSOLUTO SOBRE A VIDA DE TODOS OS QUE FORMAM O PAÍS.

É forçoso que existam limites obrigatórios a toda a governação, incluindo um plafond, para além do qual lhe seja vedado endividarem-se.

Maria da Fonte
Sem imagem de perfil

De Futuro risonho a 30.01.2010 às 10:37

Permito-me chamar a atenção para um facto ontem evidenciado por José Gomes Ferreira, jornalista da SIC que não anda a dormir.

Os encargos para o Estado das PPP, no ano de 2013, andam misteriosamente a decrescer.

Em compensação, e também misteriosamente, os encargos dessas parcerias, em 2014, andam a subir, e muito.

Resultado: governo novo e provavelmente de outra cor que entre em 2014 apanha com uma calamidade em cima que nem sabe como se há-de virar.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 30.01.2010 às 21:58

Também reparei nesse comentário de José Gomes Ferreira.

Seria bom que todos se consciencializassem, do buraco imenso para onde caminhamos, e mudássemos de rumo, antes que seja demasiado tarde.

É fundamental reformular as regras!
Repensar a Sociedade.
Questionar o Regime.

Enquanto ainda estamos vivos!

Maria da Fonte
Imagem de perfil

De José Mendonça da Cruz a 31.01.2010 às 00:18

Pois é. E ainda bem que repara no José Gomes Ferreira, sóbrio e atento, um caso daqueles que honram o jornalismo.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    "Caríssimos, agora já somos filhos de Deus, mas nã...

  • Anónimo

    O controlo propagandśitico da História e seus efei...

  • Anónimo

    Fez-me lembrar todos aqueles que por ali passaram ...

  • Anónimo

    Olha quem fala... Diria eu de Varela.ao

  • Anónimo

    José Mendonça da Cruz,Bom texto. Muito seguro. Mui...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D