Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A certa esquerda

por Tiago Moreira Ramalho, em 25.10.09

Ao dizer que não sou de esquerda não estou a dar propriamente uma novidade. Tirando o João Cardoso Rosas e a Maria Filomena Mónica, poucos diriam que este que vos escreve é dessas bandas. No entanto, até a mim me incomoda um certo comentário que já é típico dos soi-disants de direita. Quando querem apontar o dedinho hirto a alguém de esquerda, sobre um qualquer motivo que até pode não ter nada de político, referem-se a essa ou essas pessoas como «uma certa esquerda» e coisas do costume. É o caso do Paulo Pinto Mascarenhas, cujo post me admirou tanto que me obriguei a escrever este. No dia não escrevi nada porque nem sequer tive paciência, que esta historieta do Saramago já enfada, mas a verdade é que a crónica do Vasco Pulido Valente não tem ponta por onde se lhe pegue. Saramago tem imensos defeitos, não duvidemos, mas não se lhe pode apontar como defeito a falta de estudos porque disso, parece-me, ele não teve culpa. Aliás, atrever-me-ia a dizer que Saramago chegou mais longe com os parcos estudos que teve do que muitos «académicos» da nossa praça. Isto para não dizer o quão rasteiro é a desqualificação de um opositor para que a nossa opinião prevaleça.

Mais do que apontar a inveja – de onde raio se tiram estas ideias?! – dos que criticam VPV, seria bom apontar o pretensiosismo do senhor que escreveu aquele bocadinho de lixo.



17 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 25.10.2009 às 17:51

bocadinho não, um grande pedaço de lixo. Ainda gastou um bom bocado de tinta.
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 25.10.2009 às 18:02

Bem vindo ao mundo simples de uma "certa direita" caro Tiago. :)
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 25.10.2009 às 20:12

Tiago, o ponto do artigo do VPV não é esse dos estudos ou da falta deles. Pode ser irritante, mas é apenas um pormenor de estilo - exactamente para arrancar polémica com críticas como a tua.

Abraço.
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 25.10.2009 às 20:15

Eu não sei qual é o ponto do artigo do VPV, ele não me disse e não sei se te disse. O que sei é que, tenham ou não um papel secundário, os comentários relativos à escolaridade de Saramago estão lá. Aliás, acaba com uma frase que é de profundo mau gosto.

Abraço
Sem imagem de perfil

De João Cardiga a 25.10.2009 às 20:35

Honestamente nem quis acreditar enquanto estava a ler. Inqualificável...

A unica coisa que achei irónica no artigo de VPV foi que um dos pontos era que não se devia ligar ao que Saramago tinha dito, quando ele próprio gastou um artigo inteiro para falar, directa ou indirectamente, desse tema, traindo assim o ponto que defendia.

Mas à algo que não entendo: como se afere o mérito de uma pessoa?

É que uma coisa é dizer que não se gosta dos livros dele, outra coisa é dizer que ele é um mau (ou mediocre) escritor. Raios, o homem ganhou um prémio nobel de literatura, é reconhecido pela critica internacional como um escritor de excelência, é best-seller a nível internacional, tem seguidores pelos quatro cantos do mundo.

Se isto não é suficiente para reconhecer que o ele faz o faz bem então o que é?

Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 28.10.2009 às 00:28

João Cardiga escreveu:

«Se isto não é suficiente para reconhecer que o ele faz o faz bem então o que é?»

E eu acrescento:

O problema de VPV, é ele não ter nada disso e sobrar-lhe a jactância de se julgar um génio.

Parafraseando Alberto Caeiro: - Génio? Neste momento cem mil cérebros se concebem em sonho génios como "ele", e a história não marcará, quem sabe?, nem um!
Sem imagem de perfil

De Alves Pimenta a 25.10.2009 às 20:42

Nem por um momento lhe ocorre que a ninguém interessa saber se V. é de esquerda ou de direita, mas apenas que os seua textos revistam um mínimo de senso?
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 25.10.2009 às 20:54

Ó amigo, nem eu sei se sou de esquerda ou de direita. Acho que não sou de nenhuma das duas. Aquilo serve apenas de introdução, para se perceber que a coisa não me irrita por ser feita para mim, irrita-me porque sim.
Sem imagem de perfil

De Alves Pimenta a 25.10.2009 às 21:07

Excelente explicação: porque sim. Não diga mais.
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 25.10.2009 às 21:09

Adoro pessoas inteligentes.
Sem imagem de perfil

De Alves Pimenta a 26.10.2009 às 09:10

Coisa que V. não é nem será jamais. Muito menos com essa vocação de censor.
Sem imagem de perfil

De João Cardiga a 25.10.2009 às 21:41

Desculpem interromper esta eloquente discussão mas eu até me interesso em saber se a V. excelência Tiago (nunca te tinha tratado desta forma) é de esquerda ou de direita. Principalmente porque tendo ele ainda a indecisão para mim será interessante verificar o que o fará "tombar" para um lado ou para o outro.

Principalmente porque acho que ele pertencerá a uma "certa" esquerda ou direita, tão certa, mas tão certa que será a dele. Isto é verá os problemas com os valores e linhas de raciocinio que ele próprio criará e não com dogmas que foram criados por pessoas que o precederam temporalmente. Digo isto, quem muitas vezes discorda do Tiago, mas o respeita muito enquanto "opinion maker".

Mas já agora onde é que o texto do Tiago não tem senso? E já agora onde está o senso no artigo de VPV?
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 25.10.2009 às 21:45

Eu não sou nem de esquerda nem de direita. Lês-me há tempo suficiente para perceberes que não me aguentaria sete segundos em nenhuma das trincheiras.

Abraço e obrigado :)
Sem imagem de perfil

De João Cardiga a 25.10.2009 às 22:01

Eu sei :D. Mas também do que me conheces sabes que eu não resisto a uma pequena provocação.

Pessoalmente julgo que a maior parte das vezes a palavra "esquerda" ou "direita" serve apenas para transformar um debate de ideias em debate de preconceitos. No fundo é a "espantalhização" de um debate.

Quanto ao agradecimento não tens de quê, mas sabes que é exactamente o que penso pelo que não é necessário agradecer.

Um abraço e muito boa noite que eu tenho de ir.



Sem imagem de perfil

De jpt a 25.10.2009 às 21:21

Diz o VPV "Não assiste a Saramago a mais remota autoridade para dar a sua opinião sobre a Bíblia ou sobre qualquer outro assunto ..." é um belo argumento de direita. E de esquerda. É natural a confusão que se venha a ter sobre essas direcções. Vão dizendo o mesmo - padres, académicos, até bloguistas: são os que têm autoridade para opinar sobre as bíblias todas. A gente ouve-os, à direita e à esquerda. E faz vénias. Muitas.

Tem o VPV toda a razão, o burburinho não tem qualquer justificação.
Sem imagem de perfil

De JM a 25.10.2009 às 22:17

O artigo de VPV é um nojo. Pode não se gostar de Saramago como pessoa ou como estilista, mas as opiniões são sempre para discutir. Achincalhar Saramago por falta de estudos (sabe-se lá como VPV obteve os seus diplomas?) revela uma personalidade retorcida, mesquinha, abominável. Quaisquer que sejam os méritos históricos de VPV , nenhum resistirá ao teor do seu artigo.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 28.10.2009 às 00:39

Desculpe, JM, mas não percebo a sua admiração.

Mas, afinal, VPV não é exactamente isso mesmo? retorcido e mesquinho? E, já agora, acrescente-lhe "invejoso", não vá o homem sentir-se defraudado!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D