Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cansaço à partida

por Duarte Calvão, em 07.10.09

Não me lembro de ver em Portugal uma legislatura começar com tanto desânimo. Fora entre aqueles que, numa atitude bem nossa, sentem maior satisfação em ver os outros derrotados (neste caso, Manuela Ferreira Leite) do que na vitória dos seus, não há alegria, não há vontade de resolver os problemas, não há esperança em dias melhores. Não deixa de ser irónico que no dia seguinte às eleições tenha sido conhecido um relatório do FMI que coloca Portugal em último lugar entre os 33 países desenvolvidos, no que respeita ao PIB per capita. Ao que parece, fomos ultrapassados pela Eslováquia. E não adianta culpar “a pior crise dos últimos 100 anos”, porque todos os países a sofreram. As medidas de grandes investimentos públicos como solução para o nosso desenvolvimento, desenquadradas do ambiente de campanha, surgem hoje completamente desadequadas e, tiradas do confronto eleitoral, já ninguém se entusiasma com elas. Passados os dias (ou melhor, os meses) da luta pelo poder, só se vê resignação com o destino de viver num país pobre, cada vez mais pobre, e sem perspectivas de deixar de ser pobre. E um Governo que começa já esgotado.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Observador a 07.10.2009 às 12:34

Portugal parece um viciado a tentar fugir da de droga. Essa droga chama-se PS e suas politicas "sociais".
Toda a gente sabe que temos de mudar de vida: trabalhar mais, ser mais produtivo, gastar menos, pagar dividas, etc. Mas sempre que queremos começar a mudar lá vem o Pinóquio e seus acólitos, com as suas falinhas mansas, convencer-nos que o que precisamos é de mais subsídios
Sabemos que um dia isto tudo vai ter um fim, vai acabar mal, mas vamos adiando, empurrando com a barriga a ver se aparece para aí um milagre que resolva isto, se possível sem dor.


Claro que como no caso de um viciado em droga cada vez estamos pior e com recuperação mais problemática podendo a doença tornar-se irreversível .

Sem imagem de perfil

De Vasco Rosa a 07.10.2009 às 12:45

Sócrates parece-me aquele pescador de domingo que se gaba a um auditório enfraquecido e desanimado das suas fabulosas pescarias, com um entusiasmo delirante e uma convicção de autista.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse jornal, o Expresso, ou traz poesia ou noticia...

  • Anónimo

    Sr. João, o direito a abster-se é tão legitimo qua...

  • Pedro Picoito

    Não tem escrito direito e as linhas são muito tort...

  • EMS

    Essa edição do "Expresso" é de 1973. É natural que...

  • João Távora

    Com os problemas dos outros posso eu bem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds