Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Galdéria que envelhece

por Tiago Moreira Ramalho, em 29.07.09

O debate de ontem, mais que um duelo titânico de dois eternos sempre-em-pé, mostrou, ou melhor, voltou a mostrar algo de extraordinário. Se Lisboa espirra, Portugal estremece.

É extraordinário como é que uma câmara, mesmo tomando em atenção o facto de ser a maior e a capital, consegue receber tanta, mas tanta atenção por parte da população. Um indivíduo analfabeto que viva junto das ovelhas de Idanha-a-Nova sente-se capaz e, pior, no direito de emitir juízos profundíssimos, na sua perspectiva, claro está, sobre o estado da cidade. É homem para dizer que o Santana é um malandro que quer é copos e que o António Costa é um pão sem sal que não faz nada de jeito.
Para além de interessante para quem observa, como eu, que sou alfacinha apenas e só de nascimento, este fenómeno é extremamente prejudicial para a cidade. Ao longo dos últimos anos Lisboa não foi mais que uma galdéria na mão dos engatatões da política nacional. Funciona constantemente, mandato após mandato, como uma espécie de curso, de sítio de aprendizagem para mais altas paragens. Com isto, a cidade que, não sendo minha, me pertence também, tem vindo a envelhecer, como as galdérias envelhecem, a aparecer esburacada, sem brilho no olhar, com o cabelo estragado das pinturas baratas e com aquelas roupas muito estranhas. Provavelmente, daqui a uns anos, estará tão estragada que já nem os mais aventureiros lhe pegarão. Aparecerão outras galdérias, mas os que dependem desta ficaram com o indignado braço no ar a pedir explicações ao passado. Ou isto, ou então sou eu que estou a dizer disparates.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    O Sr. Sócrates não está parado. Com este governo d...

  • Anónimo

    O jornalixo cá do burgo tem um ponto, cavalheiresc...

  • sampy

    A resposta de Moro é uma pérola:"Não debato com cr...

  • Anónimo

    O que é que a Greta tem que eu não tenho?Esta cois...

  • Anónimo

    Penso que quis dizer "subisse tão baixo".


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds