Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Pesadelo de Susan

por Joao Tordo, em 03.06.09

Durante semanas muitas pessoas – amigos e bloggers – me recomendaram um vídeo no YouTube onde uma senhora chamada Susan Boyle (estranhamente parecida com uma lavadeira de Alfama) cantava I Dreamed a Dream, do musical Les Miserábles, no programa de televisão “Britain’s Got Talent”. Li, em páginas da Internet que frequento e respeito, declarações de profunda comoção; soube de gente com pele de galinha, cépticos de lágrima no olho, adultos de sentimentos à deriva, porque a senhora representava o “sonho”: um patinho feio que, quando abre aquela bocarra cheia de cáries, se transforma num cisne. Agora que a cruel realidade bateu à porta, deixem-me explicar-vos uma coisa.

O talento, hoje, descobre-se com o método inverso ao de Robin Hood: rouba-se aos pobres para dar aos ricos. O “Britain’s Got Talent” repete sempre a mesma fórmula: vão a um pub qualquer no buraco mais remoto do país, desencantam o primeiro bêbedo que estiver na máquina do karaoke às quinhentas da matina com duas pints de cerveja na mão, arrastam-no para os estúdios e – depois de um par de bofetadas – metem-no defronte de um público sedento de emoções fáceis e de um júri sedento de fortuna. Por cada mil concorrentes há um que, por acaso, tem uma voz decente e que, quando comparado à devastadora miséria que o antecedeu e que o irá seguir, parece realmente um cisne branco a grasnar em Chernobyl. Não preciso de explicar mais nada sobre o programa, ou preciso? Tivemos milhentos destes concursos e outros em que nem sequer era preciso fazer nada (excepto bater numa gaja qualquer chamada Sónia). Que umas velhotas inglesas de Worcestershire se encantem com isto ainda vá; agora, os meus amigos? Os superiores, inefáveis e omniscientes reis da blogosfera? Susan Boyle tem 47 anos. Será mesmo possível que acreditem que um “talento” daqueles tenha passado completamente despercebido durante meio século? Que os produtores de um programa de televisão, visto semanalmente por 15 milhões de espectadores, a tenham deixado entrar em palco vestida como uma vítima do furacão Katrina só porque sim?
Susan Boyle transformou-se na próxima vítima. Já está internada numa clínica com uma depressão pós-derrota. Mas vai continuar a ser explorada por Simon Cowell, um dos júris do programa, que lhe vai espremer discos de “covers” e concertos para a Rainha até a mulher ter uma trombose; e a culpa é de todos os que alimentaram o "sonho" no YouTube. Depois, largam-na como largaram o Zé Maria à beira da ponte com dois gatos debaixo do braço. A pobre inglesa esfarrapada, em poucas semanas, já foi a 100 programas de televisão, anunciou ao mundo que é virgem, e teve a oferta de uma produtora de filmes pornográficos americana para perder a virgindade em película. Por 750 mil dólares. Eu subo a parada para não ter de ver isso. E acrescento uns tostões se ela voltar para o karaoke.



23 comentários

Sem imagem de perfil

De Ines CSousa a 03.06.2009 às 16:31

Graças a Deus por este post.
Obrigada.
Sem imagem de perfil

De cjt a 03.06.2009 às 16:32

é bem verdade, jt. mais um produto panis et circensis para a populaça, mais uma produção de um futuro inútil, deprimido por não ver mais as luzes da ribalta e a acabar nos casamentos e nos pubs.
e o engraçado é que toda a gente - incluindo a esclarecida bloga - parece convencida da espontaneidade da coisa.
mas é assim, a vida: em technicolor.
Sem imagem de perfil

De Joana a 03.06.2009 às 16:41

Houve momentos em que pensei estar sozinha.
Outros em que me senti uma cabra insensível.
Percebi que estava errada. Obrigada por este post.
Sem imagem de perfil

De Pedro Almeida a 03.06.2009 às 17:30

Lindo!!!
(o texto, bem entendido)
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 03.06.2009 às 17:33

Ainda ontem lia sobre a nova classe do Celebritariato e a ilusão que é dada às massas de que também eles podem ter uma oportunidade.

"For all its shortcomings, the celebrity class is broadly meritocratic and because it is so visible it may help to persuade people that Britain is a fairer place than it really is."

daqui:
http://www.pressrun.net/weblog/2008/11/meritocracy-increasing-inequality-toby-young.html
Sem imagem de perfil

De Zé Tolas a 03.06.2009 às 18:31

LOL!!!!! (bem grande!!!! tipo lolada!!!!)

Finalmente alguém disse a verdade!!!

Um grande bem haja!!!!
Sem imagem de perfil

De sanxeri a 03.06.2009 às 20:29

Pena. É o que sinto por ela.

É talentosa mas nao esta preparada para as feras do mundo dos famosos.
Sem imagem de perfil

De Ana a 03.06.2009 às 20:34

Gosto de sempre que posso vir cá visitar mas hoje não concordo com o que aqui foi escrito. "Um primeiro" big brother ou qualquer um destes produtos da chamada "vida real" pode de facto ter causado estragos mas a partir daí já "todos" sabem o que resulta, o que é oferecido/proporcionado. As pessoas não são assim tão ingénuas. Antigamente era famoso porque tinha talento hoje em dia para se ser famoso basta aparecer nos Morangos ou num concurso destes. É a televisão, as revistas, o público que vai mostrando interesse nestes produtos. E é quem concorre que mostra interesse em querer fazer parte desse mundo. As "celebridades" sofrem com a pressão, muitas não são preparadas pelos agentes mas honestamente não acho que sejam obrigadas a participar. Elas fazem a escolha e depois há que saber gerir as coisas...
Sem imagem de perfil

De Acho eu a 03.06.2009 às 21:19

Tomaras tu cantar como ela, pá.
Tu e o resto...
Imagem de perfil

De Joao Tordo a 04.06.2009 às 10:47

eu canto melhor do que ela no duche, pá.
Sem imagem de perfil

De Acho eu a 04.06.2009 às 17:39

Já estiveste com ela no duche, foi?
Sem imagem de perfil

De Tio do Algarve a 03.06.2009 às 22:22

Descobri hoje a vossa casa e valeu a pena. Parabéns e este post retrata com precisão e verdade a situação real destes meios de massa dirigidos por audiências...

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • voza0db

    Para Portróikal a Ryanair até é o ideal. Satisfaz ...

  • voza0db

    "o relançamento da TAP" terminará desta forma...ht...

  • Ana ☯

    Nem eu concordo com punições. Defendo a compreensã...

  • Anónimo

    Não julga. Sabe que não é assim. Veja o que a GB f...

  • voza0db

    O ideal é deixar falir o que não tem asas para voa...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D