Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




30%

por henrique pereira dos santos, em 21.09.18

Raramente me entretenho com cenários do futuro, mesmo sendo eu uma pessoa do planeamento e do ordenamento do território, que entendo como disciplinas que visam manter abertas, o mais possível, as possibilidades do futuro, ao contrário da esmagadora maioria dos meus colegas, que querem, em cada plano, reduzir as possibilidades do futuro.

Dei por mim a ler este artigo de Passos Coelho, e a pensar que as notícias sobre a sua morte política me parecem manifestamente exageradas.

A coisa parece-me clara: Passos Coelho deu o tiro de partida das próximas presidenciais, em que tenciona afrontar Marcelo, sabendo que 30% é um resultado que lhe abre as portas para a eleição seguinte.

Passos sabe que são muito poucos os políticos que uma boa parte do eleitorado (no seu caso, entre 40 e 50%) caracteriza espontaneamente como "uma pessoa decente" e sabe que isso o distingue, manifestamente, de Costa e Marcelo.

30% contra a expectativa de um resultado esmagador de Marcelo é uma boa rampa de lançamento para a eleição seguinte.

Mas sabe também que, com um bocado de audácia, de sorte e de desgaste de Marcelo (e a história de Marques Vidal em cima da história de Pedrógão tem um efeito corrosivo que não vale a pena tentar esconder), pode chegar aos 35%, que somam aos 15% das carinhas larocas do BE e PC, mais 2% de candidatos desalinhados, o que faria Marcelo sofrer a humilhação de ir a uma segunda volta, mesmo que a ganhasse, como é de esperar, folgadamente.

Como de costume as elites desvalorizam esta gente sem pedigree, como fizeram com Cavaco.

Mas os resultados dessa cegueira, no caso de Cavaco, falam por si.

E Passos sabe disso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



8 comentários

Imagem de perfil

De Eremita a 21.09.2018 às 22:16

Não vou perder tempo a discutir se PPC é uma "pessoa decente", nem os cenários para as presidenciais. A ideia de ter PPC como presidente da república perturba-me, mas não ao ponto de me esquecer de o avisar que "expontaneamente" se escreve "espontaneamente".
Perfil Facebook

De Henrique Pereira Dos Santos a 22.09.2018 às 11:51

Obrigado, já corrigi
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.09.2018 às 22:22

o entertainer de Belmiro
está a emporcalhar-se e a avacalhar-se
sem retorno
não terá o meu voto
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.09.2018 às 22:45

Ex-ministro da Saúde considera que Serviço Nacional de Saúde "corre o risco de se transformar numa caricatura"- fonte:O Serviço Nacional de Saúde (SNS) “corre o risco de se transformar numa caricatura do que pretendiam os seus fundadores” e precisa de “atenção exigente e imediata”, defendeu hoje o ex-ministro da Saúde Correia de Campos.

arrium porrium
(https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/ex-ministro-da-saude-considera-que-servico-nacional-de-saude-corre-o-risco-de-se-transformar-numa-caricatura)

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.09.2018 às 19:23

 digam o que quiserem, o que nao falta a PPC e coragem!
ao menos estara la um candidato com valor.
conte com o meu voto.
Perfil Facebook

De Carlos Gonçalves a 24.09.2018 às 12:48

Contas muito bem feitas, sim senhor. Não obstante o excesso dos 15% dos partidários dos regimes das repúblicas democráticas. Do Congo. Ponha lá mais qualquer coisita aos 2% dos perplexos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.09.2018 às 18:17

Como é óbvio, o Passos nem sequer vai tentar. Como é também óbvio, não teria qualquer hipótese de ser eleito, se tentasse. Como também é óbvio, restaria aos saudosistas vir depois dizer que o povo é ingrato, que se deixa enganar, etc. 
Perfil Facebook

De Carlos Gonçalves a 28.09.2018 às 19:35

Acha mesmo que não teria qualquer hipótese de ser eleito?
Ah, já percebi. Também é dos tais que já esqueceram quem ganhou as eleições. Mesmo depois de cortar no fiambre para recompor a casa depois do assalto. 
Já pensa que foi o pançudo que  é primeiro-ministro e as perdeu por "poucachinho"

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anonimus

    País em que o debate dos transportes públicos se r...

  • Anónimo

    «Martinho Lutero, no Documento Adendo: Contra as H...

  • xico

    Das boas heranças que o comunismo deixou nos paíse...

  • Anónimo

    continua a guerra de trincheiras da I GM preferia ...

  • Anónimo

    ainda não percebi o que mrs entende ser a função d...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D