Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Navegações

por Luís Naves, em 26.04.09

Sempre tive grande admiração pelos bloggers que em quatro ou cinco frases conseguem dizer o essencial. Fazem lembrar os grandes couraçados que podiam resolver uma batalha numa rápida salva de canhão.

Gostava de saber dominar esta arte. Nesta casa há várias pessoas que sabem escrever assim, em poucas palavras, mas isto é sobre navegações e recomendo quatro exemplos recentes da concorrência:

Gosto muito deste autor, João Morgado Fernandes, que um dia me mostrou como é que se fazia isto dos blogues (infelizmente, não aprendi na altura).

Neste exemplo, Filipe Nunes Vicente consegue, numa única frase, sintetizar todo um programa político. A isto chama-se acutilância.

José Medeiros Ferreira é possivelmente um dos grandes mestres nesta arte (tão perfeita para o mundo dos blogues) de saber dizer muito em poucas linhas.

E, finalmente, um exemplo de um autor com quem raramente concordo mas que nunca desilude. Luis Rainha é mordaz e devastador. Veja-se este texto notável.

 



3 comentários

Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 26.04.2009 às 20:23

Ó Luís, tudo muito lindo e muito bem. Há milhares de blogues e não nos afeiçoamos por qualquer um, mas o meu favorito, o Portugal dos Pequeninos, delicia-me quer com o post sucinto quer o post expandido. Eu gosto de praticar o post massivo como um Titanic ou um couraçado alemão qualquer, mas se for preciso e estiver para isso, também faço posts U-Boats e torpedos mais devastadores que o ataque a Pearl Harbour.

Os torpedos que elogias servem uma leitura frugal e são bem-vindos, mas cada refeição na sua hora.
Sem imagem de perfil

De FNV a 26.04.2009 às 21:08

Não sou torpedo, muito menos bem vindo, mas não sirvo leitura frugal. Só sobre historia das drogas já escrevi ( mais) um livro.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 26.04.2009 às 21:55

Ó Filipe, o adjectivo incidia somente sobre o post e frugal era por ser curto e não por ser irrelevante.

Mas irra que por uma vez, por uma única vez, entras de pés-juntos e deixas-me, ao ler-te, inesperadamente com a imagem de um peixe-balão, importante e inflado!

Tenho também um livro ou dez por publicar. Lá virá o dia em que, avesso à lógica de conhecimentos reprodutivos que tudo possibilitam num circuito de poucos dentro de um casulo perpetuamente urdido para poucos, eu Publique o que tenho.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • JPT

    O corrector do Word insiste em alertar para esse s...

  • henrique pereira dos santos

    As épocas de gripe são monitorizadas pela mortalid...

  • Anónimo

    Demolir, diz bem."Delenda Carthago est"!

  • Anónimo

    HPS, eventualmente já terá lido sobre este assunto...

  • Anónimo

    Não é uma criatura nada desprezível, não senhor......


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D


    subscrever feeds