Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um título que está a dar que falar

por João Villalobos, em 06.03.09

O blogue da revista, aqui

 



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Martins a 06.03.2009 às 15:41

Que estupidez! O que tem o Magalhães a ver com a leitura? Uma coisa não impede a outra, a não ser, pelos vistos, para o tótó do Barreto. E, já agora, poquê o Magalhães? O Toshiba não? E o Samsung? Pobre Barreto! Pobre país, com "intelectuais" destes!
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 06.03.2009 às 17:57

Que estupidez tanta exaltação!

Em primeiro lugar porque é despropositada, em segundo lugar porque certamente ainda nem leu o artigo para falar assim dele!

Porquê o Magalhães e não os Toshiba? Porque que eu saiba os computadores que vão ser entregues a TODOS os estudantes do ensino básico ainda são os Magalhães.
Sem imagem de perfil

De Martins a 07.03.2009 às 08:44

Caro Tiago:
Costumo le os artigos do A. Barreto e conheço bem o seu pensamento retrógado e avesso a tudo o que seja tecnologia.
Sou professor de português e de literatura portuguesa e francesa e também um utilizador do computador, como aliás você e todos os intervenientes na blogosfera. Essa posição em relação ao Magalhães, além de disparatada, é profundamente elitista. E poquê? Porque, hoje em dia, umja parte dos miúdos tem já acesso ao computador, em casa dos pais, e isso não os impede de ler, se forem educados nesse sentido. Por isso eu falei nos Toshiba, Samsung, etc. Os miúdos de famílias sem recursos não têm computador em casa, daí a grande revolução e democratização dos Magalhães. Ou você acha que estes miúdos menos favorecidos não têm os mesmos direitos que os outros? Se lêem ou não, isso compete ao professor incutir, porque, continuo a afirmar por experiência própria, uma coisa nada tem a ver com a outra.
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 07.03.2009 às 10:03

Sim, uma coisa não tem tido nada a ver com a outra, é certo. Mas, como o Martins diz, até agora apenas famílias "confortáveis" é que tinham computadores e existe uma correlação inegável entre famílias com mais recursos e uma maior propensão para a leitura. As consequências de dar o perfume antes do sabonete, perdoe a expressão, às famílias carenciadas são uma incógnita para mim nesta altura: não sei mesmo o que irá acontecer com a "democratização do magalhães".
Para além disso, acho que não devemos todos pagar para que as crianças tenham magalhães, deveriam ser as famílias a comprá-los se o entendessem.

E desculpe a minha primeira resposta, mas o seu primeiro comentário foi um daqueles com os quais gosto de "gozar" aqui...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    pelo seu comentario se calhar nunca trabalhou para...

  • Anónimo

    Sem dúvida, um excelente texto. Que bem fundamenta...

  • Anónimo

    Não é parva não Senhor...Dizem que pró ano, nos ós...

  • Anónimo

    chamar a Holanda um pais civilizado é uma pura abe...

  • Anónimo

    Está é tudo doido! Matem-se todos já! Deixem de co...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D

    subscrever feeds