Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Prós e Contras de ontem

por Tiago Moreira Ramalho, em 17.02.09

Sobre o Prós e Contras de ontem, apenas queria deixar algumas notas, não me vou esforçar para fazer texto corrido:

 

1. Num debate do género, é essencial que se façam declarações de interesse.

2. É insuportável o tom com que a cara pessoa f. se dirigia a todos os opositores. Julgando-se dona da verdade, que até podia ser, não contesto, olhava de cima para qualquer um que a fizesse pensar.

3. O Eduardo Nogueira Pinto formulou O argumento do não. É o único que me parece plausível, apesar de ter falhas que mais tarde poderei expor.

4. O Daniel Oliveira devia ter cuidado antes de chamar homofóbicos aos opositores. A estratégia é sempre boa, o Ad Hominem faz muita gente ganhar debates.

5. A jurista da mesa, cujo nome não me recordo, foi nitidamente a menos preparada para um debate como o que se propunha. Passou o tempo a falar de leis, quando o que se propõe é que se discutam ideias.

6. O "senhor das famílias", novamente não decorei nem o nome nem a organização, deveria ter sido expulso do debate quando chamou, implicitamente, de anormais os casais homossexuais.

7. Para o "homossexual católico", novamente não memorizei o nome, uma palavra de apoio, caso me leia. Foi preciso coragem, a todos os níveis.

 

Basicamente é isto em relação ao debate em si. Quanto às ideias, as minhas, tratarei de as expôr mais tarde. É de salientar que a blogosfera está cada vez mais presente nestes debates. Sim, é a blogosfera que leva pessoas aos debates e não o contrário.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Daniel Santos a 17.02.2009 às 20:18

E tu vês aquilo ?
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 17.02.2009 às 20:26

Acredita que o de ontem foi bom, estranhamente bom. Nem todos foram perfeitos, mas na generalidade houve um bom debate
Sem imagem de perfil

De a presença das formigas a 17.02.2009 às 20:54

Muito à defesa no caso da adopção, o que não faz muito sentido:
Esta gentinha é perigosa: será que também querem tirar os filhos aos casais homossexuais? (http://apresencadasformigas.blogspot.com/2009/02/esta-gentinha-e-perigosa-sera-que.html)
Sem imagem de perfil

De Manuel da Mata a 17.02.2009 às 22:24

Caro Tiago,

A senhora que esteve sentada ao lado do Dr. Vale de Almeida foi, no plano juríco, brilhante. Poder-me-á dizer que foi demasiado bizantina, mas quem é que lhe disse a si que não temos os bárbaros à porta?
O Dr. José Ribeiro, católico de Évora, foi corajoso e persuasivo. Aqui acompanho-o.
É sempre útil fixar alguns nomes.
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 17.02.2009 às 22:30

De leis percebo muito pouco. Mesmo. O que acho é que nem tudo é lei. As pessoas esquecem-se frequentemente que a lei é um reflexo da moral e que, por conseguinte, é a moral que deve ser discutida e não a lei por si.
Sem imagem de perfil

De PC a 17.02.2009 às 22:54

"a lei é um reflexo da moral e que, por conseguinte, é a moral que deve ser discutida e não a lei por si".
mas a moral de quem? é que a lei é de todos e para todos
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.02.2009 às 09:12

"...poderei expor."

HCM
Imagem de perfil

De Tiago Moreira Ramalho a 18.02.2009 às 14:38

Bem me parecia! Fiquei na dúvida quando escrevi. Obrigado HCM
Sem imagem de perfil

De Luis Melo a 18.02.2009 às 11:45

Primeiro dou a minha opinião. O problema que vejo nos homosexuais é o de serem discriminados por um preconceito. Se eles querem - através de uma lei que lhes permita "casar" - acabar com um preconceito, sou a favor. Mas o problema é que quem defende o casamento homosexual, apenas parece querer ter uma "coisa" igual ao casamento entre homem e mulher. Querem ter os mesmos direitos e até o mesmo nome. Ora, já é permitido, através da união de facto, duas pessoas do mesmo sexo constituirem familia. Então porque querem agora que haja uma nova lei que faça com que se chame a essa união de facto, casamento?

Agora a questão política. Dizem que os homosexuais são mais sensíveis, mais inteligentes e mais astutos. Ora sendo assim, não conseguem eles ver que Sócrates apenas introduz esta questão agora no seu programa de governo, para ir buscar os votos dos homosexuais ao BE e ao PCP? Ainda há meses Sócrates se recusou a discutir este assunto, e agora já é uma das suas maiores bandeiras?

Para finalizar, duas notas em relação ao Prós e Contras da RTP:
- a intervenção (sempre infeliz) de Fernanda Câncio. Ela, jornalista, tentando (ao melhor estilo socretino) ficar por cima num tête-a-tête com um advogado, pergunta a este, com ar paternalista, se ele já leu o código civil... enfim. O problema é que ela se julga mesmo...
- incrível a coincidência de pela 20ª vez, o tema do programa da televisão pública, seguir o programa e as questões levantadas pelo PS e José Sócrates...

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D