Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Duplo-pensar

por Tiago Moreira Ramalho, em 31.01.09

George Orwell adivinhou, como já li em algum sítio que não me lembro, quase tudo. E no seu 1984 trouxe uma expressão nova, mas plena de significado, ao meu vocabulário: duplo-pensar. O termo significa, em novilíngua, basicamente que as mesmas acções devem ter avaliações diferentes consoante a nossa relação com o agente. É a dualidade de critérios levada ao extremo. Com toda esta história do caso Freeport, algumas individualidades têm-se mostrado belos exemplos do duplo-pensar. Já falei aqui de alguns, mas agora vou falar do chefe supremo dos socialistas na blogosfera: Vital Moreira.

Vital Moreira escreve, e bem, no seu blogue que não cabe aos órgãos de comunicação social investigar e que «quanto aos "factos", a generalidade dos média tem-se limitado a servir de "barriga de aluguer" de alegadas informações selectivamente filtradas por alguém de dentro do processo». Como sou um tipo curioso, fui à pesquisa do Causa Nossa ver se esta postura tão correcta de Vital Moreira tinha sido a mesma há dois meses na altura em que se dizia que Dias Loureiro deveria demitir-se de Conselheiro de Estado. Não me admirei com o resultado da pesquisa.

 

 

Sábado, 6 de Dezembro de 2008

Confiança

 

Face às últimas notícias (e o mais que está para vir...) sobre os esconsos negócios e as equívocas ligações financeiras de Dias Loureiro, o Presidente da República mantém a confiança pessoal e política no seu conselheiro institucional (que tão precipitadamente avalizou em público)?
Para além das amizades e das fidelidades pessoais, há a dignidade das instituições...

 



3 comentários

Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 31.01.2009 às 16:29

Este conceito de duplo pensar, para além de tudo o que escrevi mais à frente, assenta que nem uma LUVA aos que se pronunciam sobre o caso candente em questão. Vital e JPP.

Por exemplo, o Paulo Baldaia no JN, hoje, [acabo de ler no JN-on-line] aborda toda a questão sob um ângulo que pondera tudo, menos os gravíssimos factos que a conta-gotas, seja!, põem a alegre determinação do PM em lume brando.

Duplo-pensar!
Sem imagem de perfil

De C. Medina Ribeiro a 31.01.2009 às 18:02

«...escreve, e bem, no seu blogue que não cabe aos órgãos de comunicação social investigar ...»

Calma!

Uma coisa é "não caber", no sentido de que "não são obrigados a". Outra coisa é "não devem".

Pois quem foi que descobriu o Watergate, se não um órgão de comunicação social?!
E o escândalo da Casa Pia?

Dir-seá que "descobrir não é investigar". Mas, na realidade, essas acções andaram juntas.
Sem imagem de perfil

De joao severino a 01.02.2009 às 16:17

Bom trabalho, caro Tiago.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E essa história de embalar quem lha contou?"Durant...

  • Anónimo

    Hoje, na TV, o Dr. Filipe Froes fez uma declaração...

  • Anónimo

    Mas... não se derrubou já uma ditadura?!...

  • Anónimo

    Com sua permissão, José Mendonça da Cruz: "Em Port...

  • Anónimo

    Pois poderá arriscar uma multa de 80 milhões. Pode...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D