Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Diário na enfermaria (1)

por Cristina Ferreira de Almeida, em 13.10.07

A última vez que estive num hospital andava-se em bicos dos pés pelos corredores e as salas tinham placas a ordenar silêncio, por isso nada me preparava para o que vim encontrar. O primeiro choque dá-se às seis da manhã. As lâmpadas de neon do tecto são todas ligadas e o despertar é feito a chapadas de luz. Ao longo do dia, apesar do sol jorrar pelas altas janelas, as luzes do tecto estão sempre acesas, num excesso de luminosidade doloroso.
Por volta das dez, os dois televisores do tecto são ligados, um dia no programa do Goucha, outro dia no programa da Fátima Lopes. As histórias estridentes tratam sobretudo de casos de saúde. Nunca tinha reparado que a palavra hospital era dita tantas vezes na programação da manhã.
Mas o som mais agressivo é muito anterior. Começa às sete da manhã, dura até às dez da noite e chega por umas pequenas colunas junto ao tecto alto. Aqui, a programação não varia, está sempre na RFM, e não está baixo.
No espaço todo da sala impera a batida forte do rock'n'roll. "I want your body, you make me crazy, c'mon baby, moove next to me". Cá em baixo, junto ao chão, um grupo de mulheres pálidas, no meio dos lençóis, os olhos fixos no vazio. De vez em quando, ouve-se um gemido. De dor.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De ana vidal a 13.10.2007 às 15:04

As melhoras, e um conselho: fuja daí assim que puder. Se não a matar o Goucha, a Fátima Lopes e seus muchachos hão-de encarregar-se disso. Nos hospitais portugueses morre-se muito de televisite aguda.
Sem imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 13.10.2007 às 13:11

Quando,há algum tempo já,estive internada num hospital,só conseguia descansar-o que me era imprescindível face ao problema que lá me levara-mediante o uso de uma venda para os olhos e protectores para os ouvidos.Sei bem do que fala.
Melhoras rápidas!
Sem imagem de perfil

De Cartas de Londres a 13.10.2007 às 12:41

Gostei muito deste seu texto.
Desejos de melhores dias!
Sem imagem de perfil

De João Villalobos a 13.10.2007 às 12:17

O que é que te sucedeu? Beijos e as melhoras também...
Sem imagem de perfil

De Maria Inês de Almeida a 13.10.2007 às 11:57

As melhoras Cristina! Que estejas quase de saída.
Bjs
Sem imagem de perfil

De Pedro Correia a 13.10.2007 às 10:44

Esta série de textos promete. Na forma e no conteúdo. (Mas estás doente? A última vez que te vi garanto que não parecias mesmo nada)
Sem imagem de perfil

De João Távora a 13.10.2007 às 10:42

Espantosas perspectivas da realidade com que por vezes somos confrontados. Espero que seja uma rápida e suave experiência, Cristina. Eu que esperava lê-la sobre o congresso... Muitos textos e rápidas melhoras! :-)

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se o país fosse outro, quem teve a ideia de em Dez...

  • Anónimo

    António Costa não passa dum chico esperto.Aguardem...

  • Anónimo

    E, sobre tudo não haveria Alcochete nem Bruno de C...

  • Anónimo

    ... e nas bancadas em ruínas e praticamente vazias...

  • Anónimo

    um dos mais conhecidos duma família chamava-seJaco...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D