Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vende-se T3 na Faixa de Gaza

por Nilton, em 30.12.08

 

Caro Luís Naves, claro que não há comparação possível, mas um povo oprimido deveria ser o último a oprimir.

Correndo o risco de lançar mais confusão, diria que a religião só veio ao mundo para criar guerras. Tudo seria mais simples sem nenhuma delas.

 



22 comentários

Imagem de perfil

De Rodrigo Adão da Fonseca a 31.12.2008 às 11:51

Nilton,

Em nome do nazismo e do comunismo, no século XX, tivemos dois genocídios de proporções inimagináveis, com milhões de pessoas - e, tão ou mais grave, culturas, pequenas comunidades seculares, dizimadas - como nuncaa humanidade havia visto.

Em nome do fim da guerra, tivemos uma bomba em Nagasaki e Hiroshima, que matou como nunca se havia visto, de uma só vez.

Em nome da religião mata-se, sim, estupidamente; quantas vezes as visões bélicas em cima da religião escondem verdadeiras motivações políticas de cliques e elites políticas que instrumentalizam os cidadãos para os seus objectivos de Poder.

Tudo o que dizes no teu comentário, aqui na caixa, estará bem (embora na contabilidade, me pareça que as vitimas em nome da religião não possam ser comparadas com os genocídios vividos no século XX, mas esta contabilidade, quantitativa, não é assim tão relevante, aqui, face ao aspecto qualitativo da questão).

O que discordo é do comentário, eventualmente mal medido, no texto, quando afirmas que "(...) a religião só veio ao mundo para criar guerras. Tudo seria mais simples sem nenhuma delas (...)"; quando, é sabido, tantas religiões têm um papel importante, quer na promoção da Paz, quer na promoção de condutas humanas centradas em valores, alguns deles universais, que são nobres, quer na acção de ajuda aos outros. Um mundo sem religiões corre o risco de perder as referências, pois até o laicismo, grosso modo, incorpora os valores religiosos, retirando-lhe apenas a dimensão divina e o papel da Fé.

Ab.
RAF
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 31.12.2008 às 14:52

É isso mesmo: a religião é apenas um pretexto e um terreno fértil para os oportunistas. Quem se serve dela sabe que tem mais probabilidades de passar despercebido e, ao mesmo tempo, usar da boa fé dos crentes que não sabem ou não se dão ao trabalho de desmontar os argumentos. Mas, essa preguiça, tanto existe na religião como na vida democrática.

Quantas pessoas votam contra os seus próprios interesses?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • voza0db

    O Roque preocupado com o que se passa na China é m...

  • Anónimo

    https://www.publico.pt/2020/01/27/mundo/noticia/ch...

  • Vasco M. Barreto

    Caríssimo, Tendo em conta que passa a vida a escre...

  • Anónimo

    Ignorância, estupidez e dor-de-corno, deve ser a l...

  • Anónimo

    u já venho a escrever há muitos dias que após Hong...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D