Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vende-se T3 na Faixa de Gaza

por Nilton, em 30.12.08

 

Caro Luís Naves, claro que não há comparação possível, mas um povo oprimido deveria ser o último a oprimir.

Correndo o risco de lançar mais confusão, diria que a religião só veio ao mundo para criar guerras. Tudo seria mais simples sem nenhuma delas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



22 comentários

Imagem de perfil

De Luís Naves a 30.12.2008 às 18:36

caro nilton, há muitas pessoas religiosas que são felizes e não fazem mal a ninguém...
a religião só faz mal a quem já tenha o mal dentro de si...
Imagem de perfil

De Nilton a 30.12.2008 às 18:43

Também concordo, mas infelizmente quem a promove são os primeiros a matar em nome de um Deus que a existir não me parece que aprove tal coisa.
Tal como acho que politicamente viveríamos melhor num estado de Acracia, também me parece que as pessoas seriam mais felizes se acreditassem mais em si próprias e sem se deixarem manipular.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 30.12.2008 às 18:57

Não são as religiões que fazem a guerra.

O que acontece é que os oportunistas se servem delas para os seus fins. Isso não acontece só com as religiões, acontece ou pode acontecer com qualquer organização humana. Até no seio de famílias nasceram guerras responsáveis por milhares de vítimas!

Como diz o ditado: as aparências iludem.
Sem imagem de perfil

De Mad a 30.12.2008 às 21:43

Não, são as pessoas religiosas.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão. a 31.12.2008 às 14:44

E as não religiosas, também.
Sem imagem de perfil

De mike a 30.12.2008 às 19:15

'Bora lá retomar a lucidez, Nilton. Nunca é tarde.
Imagem de perfil

De Nilton a 30.12.2008 às 20:54

Caro Mike, prometo que sim, desde que prometam que não me levam tão a sério.
Mas sim, vamos lá falar de Anchovas que não costumam criar tanta polémica.
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 30.12.2008 às 23:22

Está a acusar as Anchovas de serem desinteressantes????
Imagem de perfil

De Nilton a 31.12.2008 às 00:09

Nada disso, até acho que podem ser parte da solução do conflito Isarelo-Palestiniano.
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 31.12.2008 às 00:30

Concordo. Mas só se forem das salgadas, de conserva.
Sem imagem de perfil

De JOÃO COSTA a 31.12.2008 às 01:40

gosto mais das anchovas frecas e de churrasco sao de se lhe tirar o chapéu
joão costa
e-mail
jjrcosta@gmail.com
Imagem de perfil

De Rodrigo Adão da Fonseca a 30.12.2008 às 19:55

Os maiores massacres no século passado fizeram-se contra a religião, por parte de quem defendia ideologias políticas que ignoravam a existência de Deus: o nazismo e o comunismo enterraram milhões de inocentes.

Dizer que a religião só veio ao mundo para criar guerras, é ignorar toda uma dimensão da religião - e que é a principal - em que se promove o bem, em especial o bem ao próximo, e a paz.

Muito mau, mesmo...
Imagem de perfil

De Nilton a 30.12.2008 às 21:02

Caro Rodrigo, historicamente falando, penso que no número de vítimas da religião e das políticas várias estaremos de igual para igual.
Obviamente que o problema não está na religião, está em quem a leva ao extremismo.
O que eu quero dizer com o post é que da forma exacerbada como é exercida, não me parece que esta traga bem algum a estes conflitos ou outros conflitos, pelo contrário.
Alguém me explique como é possível matar em nome de um Deus, seja ele qual for.
Imagem de perfil

De Rodrigo Adão da Fonseca a 31.12.2008 às 11:51

Nilton,

Em nome do nazismo e do comunismo, no século XX, tivemos dois genocídios de proporções inimagináveis, com milhões de pessoas - e, tão ou mais grave, culturas, pequenas comunidades seculares, dizimadas - como nuncaa humanidade havia visto.

Em nome do fim da guerra, tivemos uma bomba em Nagasaki e Hiroshima, que matou como nunca se havia visto, de uma só vez.

Em nome da religião mata-se, sim, estupidamente; quantas vezes as visões bélicas em cima da religião escondem verdadeiras motivações políticas de cliques e elites políticas que instrumentalizam os cidadãos para os seus objectivos de Poder.

Tudo o que dizes no teu comentário, aqui na caixa, estará bem (embora na contabilidade, me pareça que as vitimas em nome da religião não possam ser comparadas com os genocídios vividos no século XX, mas esta contabilidade, quantitativa, não é assim tão relevante, aqui, face ao aspecto qualitativo da questão).

O que discordo é do comentário, eventualmente mal medido, no texto, quando afirmas que "(...) a religião só veio ao mundo para criar guerras. Tudo seria mais simples sem nenhuma delas (...)"; quando, é sabido, tantas religiões têm um papel importante, quer na promoção da Paz, quer na promoção de condutas humanas centradas em valores, alguns deles universais, que são nobres, quer na acção de ajuda aos outros. Um mundo sem religiões corre o risco de perder as referências, pois até o laicismo, grosso modo, incorpora os valores religiosos, retirando-lhe apenas a dimensão divina e o papel da Fé.

Ab.
RAF
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 31.12.2008 às 14:52

É isso mesmo: a religião é apenas um pretexto e um terreno fértil para os oportunistas. Quem se serve dela sabe que tem mais probabilidades de passar despercebido e, ao mesmo tempo, usar da boa fé dos crentes que não sabem ou não se dão ao trabalho de desmontar os argumentos. Mas, essa preguiça, tanto existe na religião como na vida democrática.

Quantas pessoas votam contra os seus próprios interesses?
Sem imagem de perfil

De Eric Blair a 31.12.2008 às 01:20

Sobre deus não vou falar, porque tenho o mau hábito de não falar sobre desconhecidos, mas que os israelitas estão a fazer uma espécie de vingança com juros de mora, disso não há a menor dúvida.
Imagem de perfil

De Nilton a 31.12.2008 às 12:54

Caro Eric, recebi agora os resultados da Liga e o seu comentário ganhou às minhas altercações por 3 pontos ao nível de provocação. Parabéns! 1 abraço
Sem imagem de perfil

De Zé Ninguém a 31.12.2008 às 01:52

O que eu acho é que a anchova não serve para nada mais depressa comprava um T3 em Gaza... bom, mas, de qualquer modo, eu sou um bocado parvo quase tão parvo como comparar meia dúzia de rockets em Gaza com o Holocausto nazi.
Há um senhor no Irão que acha que não houve Holocausto nenhum mas, parvoíce por parvoíce, também há um deputado na Assembleia da República que tem dúvidas acerca de se a Coreia do Norte será uma ditadura. Mas parvo sou eu.Eu é que sou parvo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.12.2008 às 10:39

Nilton, você é um erro de casting aqui no corta-fitas, como já todos repararam ;) Mas tem razão. O que você diz é histórico e, no caso do cristianismo, é suportado inclusive pela Biblia, sobretudo pelo Velho Testamento, uma sucessão de massacres em nome de Deus, comandados directamente por este, prosseguindo depois com os chefes da Igreja, etc, etc. O mesmko para o islamismo, mais recentemente pelo hinduismo, etc. E sim, já sabemos, o comunismo e o nazismo também mataram muito, facto que não apaga de maneira nemhuma os crimes cometidos em nome da fé.

Pedro
Imagem de perfil

De Nilton a 31.12.2008 às 12:48

Caro Pedro, não percebo a incongruência! Tenho razão e corrobora o meu comentário, mas sou um erro?!
Com todo o respeito e admiração que tenho pelas pessoas que fazem este blog do qual sou leitor há muito tempo, penso que também posso dar um contributo válido, talvez não sempre com humor directo como é meu apanágio, mas com alguma provocação porque gosto que assim seja. O que chama erro de casting, eu chamo de alternativa. Já reparou que a minha ideia foi conseguida? Debateram-se os temas, li opiniões muito boas e aprendi também com elas. Objectivo alcançado.
Quando diz que todos repararam que sou um erro de casting, das duas uma, ou não leu os comentários onde concordam com o que escrevi ou falou com toda a gente do mundo e arredores. Se assim foi, é capaz de ter razão :)
Sem imagem de perfil

De Eric Blair a 31.12.2008 às 14:17

para o viegas e o da fonseca:
http://www.youtube.com/watch?v=Nf76lynPdZc
Sem imagem de perfil

De Zé Ninguém a 31.12.2008 às 18:49

Vinha aqui largar uma bombita mas isto tá cheio.

Comigo ninguém falou e eu vivo nos arredores do mundo são mais ou menos 45 minutos no trânsito de manha e outro tanto à tarde, vou lendo a Dica da Semana e às vezes adormeço e só acordo em Plutão... é uma chatice...Das noticias que se vai ouvindo da Terra se 2008 era o ano da retoma pode ser que a crise de 2009 também seja a brincar.

um 2009 cheios de castings, erróneos ou de outros quaisquer! Vou me pôr no Intergaláctico Cabriolet e mandar umas GAZAdas que até se me atravessa todo à porta de universos cósmicos paralelos

Zé de Absolutamente Ninguém

(Cliquei a dizer que não, que não tenho um blog no Sapo depois escrevi que me chamo Zé Ninguém depois o URL e mais o mail bolas que blogar já foi mais simples.... Guardar dados? Se calhar é melhor mais vale um irmão grande que sabe tudo da gente e tal do que preencher sempre esta porcaria e coiso...
Também é bom saber que este blog tem comentários moderados para não nos deixarem vir para aqui escrever disparates.Não, não quero verificar ortografia que comecei a escrever isto novo e ainda envelheço à espera... Se quero publicar comentário?!? Não estou só a usar os dedinhos no teclado para ver se atraso o Alzheimer...Homessa! e ainda se põe a gozar a dizer que faltam 3505 caracteres... então mas este gestor de contactos não quererá ir gozar com a maezinha dele???) Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um e tal. É grátis é, humpf!?!

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    A propósito a ler:Carta a António Costa, por Antó...

  • pvnam

    O PROBLEMA DO POLITICAMENTE CORRECTO NÃO É A JUSTI...

  • Anónimo

    Este Lavoura está a ficar meio amalucado, coitado....

  • Martim Moniz

    "Do povo às “elites” (desculpem), cada elemento d...

  • JPT

    E atrás desses vieram outros, e atrás desses outro...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D