Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Emoções básicas (39)

por Luís Naves, em 12.12.08

 

A realidade virtual

Eduardo Pitta reagiu desta forma à entrevista de Henrique Medina Carreira num programa da SIC. Embora avise que não viu o programa, o autor de Da Literatura afirma conhecer bem o pensamento do entrevistado, gastando uma parte do texto a desvalorizar o currículo dele e outra parte a colocar-lhe na boca coisas que ele não disse.

Quem perceba um pouco de economia verá nas palavras de Medina Carreira puro bom senso: o país está endividado, paga demasiados impostos e tem cada vez maiores desigualdades sociais. Existe uma crise estrutural que se reflecte num empobrecimento relativo. E o que se anuncia não é bom, vamos pelo caminho habitual e todo o esforço feito na consolidação das contas públicas será perdido em poucos meses. O resultado, diz o antigo ministro das finanças, será mais pobreza, mais desigualdade e conflito social.

O aviso parece ser adequado. O que Medina Carreira tem dito ao longo dos anos confirma-se geralmente. Podemos não gostar, mas é difícil encontrar factos que desmintam o entrevistado da SIC.

 

Mas a reacção de desprezo de um intelectual como Eduardo Pitta surpreendeu-me.

(Sei que é difícil ter uma opinião ajuizada todos os dias e que a velocidade da blogosfera não é muito favorável à sensatez, mas mesmo assim, chutar para canto desta maneira não é habitual).

Tentando interpretar, acho que este é apenas um exemplo de outras situações que revelam um mal maior do país, o crescente deslocamento da realidade.

Isso é visível em muitos noticiários de televisão, em afirmações soltas de políticos, na propaganda constante do governo. As pessoas repetem mentiras e começam a acreditar nelas. Às tantas, nem precisam de ouvir quem lhes fale da realidade, pois a realidade e a ficção misturam-se subtilmente, criando uma vida paralela, desviada, onde se instalou o conforto de nem querer saber.

Faz lembrar o aflitivo universo de Philip K. Dick.



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Eduardo Pitta a 13.12.2008 às 00:37

Caro Luís Naves, gostava de saber em que parte do meu texto "desvalorizo" o currículo do dr. Medina Carreira. Quanto a colocar-lhe na boca coisas que ele não disse, vamos lá desconstruir: o dr. Medina Carreira acusa o actual governo de ser «mãos largas»; daí a necessidade de falar verdade aos portugueses para acabar com o bodo. As pessoas que estão descontentes com o actual governo, têm esse sentimento porque vivem pior. Vivem pior porque, na opinião delas, o governo é sovina, cobra muitos impostos e distribui mal. Certo? Ora o que o dr. Medina Carreira diz é que é preciso travar os aumentos de salários, disciplinar a fiscalidade e distribuir com peso e medida. Isto, objectivamente, alargaria o número dos que vivem mal. Aqui chegados, eu posso ser intelectualmente estimulado com a argumentação do dr. Medina Carreira, que é sólida, e dá que pensar. Só não percebo é que haja gente da oposição ao actual governo a bater palmas a quem, na Economia, faria o PS parecer a Mary Poppins. Há, de facto, aqui, um problema de interpretação. Fica o esclarecimento feito porque não o quis deixar a falar sozinho. [Ouvi, entretanto, uma gravação da entrevista. Confirma tudo o que as anteriores ilustraram.]
Imagem de perfil

De Luís Naves a 13.12.2008 às 12:10

Agradeço muito o seu comentário. Como o Eduardo diz, é uma questão de interpretação. E ainda bem que ao ouvir a gravação considerou sólida a argumentação de Medina Carreira. Era apenas isto que eu pretendia com o meu post: como o Eduardo afirma, os argumentos do entrevistado dão que pensar. Em relação à sua conclusão de que a receita económica faria "o PS parecer Mary Poppins", estamos em desacordo. Os erros de hoje são pagos amanhã, mas levam juros.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    um preso quando pendura o retrato usa uma moldura ...

  • João-Afonso Machado

    Muito obrigado.

  • Anónimo

    A César o que é de César e a Deus o que é de Deus.

  • Anónimo

    Há por aí uns imbecis que vão para as TVs e só fal...

  • Anónimo

    Para o Fundador.Como senti logo, a foto faz lembra...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D

    subscrever feeds