Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Contra a esquerda para derrotar a direita

por Pedro Correia, em 29.11.08

Na abertura do congresso comunista, Jerónimo de Sousa propôs, como sempre o PCP faz, uma "alternativa de esquerda" à actual "política de direita" (para o PCP, as políticas são sempre "de direita"). No mesmo discurso, desancou o BE por ter um "carácter socialdemocratizante" e a ala esquerda do PS por "alimentar ilusões". Conclui-se que o PCP quer construir a "alternativa de esquerda"... com os "Verdes". Ou seja: está disposto a manter tudo na mesma, perpetuando assim as "políticas de direita".

Entenderam? Eu também não. Nada de novo no Campo Pequeno.

 

Ler também:

- O partido enquistado. De Luís Rainha, no Cinco Dias.

- Clareza ideológica. De Daniel Oliveira, no Arrastão.

- Do valor da necrofilia como energia partidária. De João Tunes, na Água Lisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)



21 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.11.2008 às 11:23

É muito perigoso esse raciocínio, caro Luís, que acaba por justificar os 20 milhões de mortos do estalinismo. No limite, poderá levar-nos a concluir que o terrorismo islâmico dos dias de hoje faz falta porque "mantém a consciência social do Ocidente aguçada".
Sem imagem de perfil

De Peter a 30.11.2008 às 13:41

Bem já se nota uma evolução, ontem eram 30 milhões hoje já são 20. Por este andar da carruagem ainda há-dem chegar ao verdadeiro número, mas ainda estão bastante longe, continuem.
Sem imagem de perfil

De J.C. a 30.11.2008 às 14:08

Ainda bem que alguém tem o 'segredo' do verdadeiro número de mortos. Incluindo os 'casos mal esclarecidos' ou nem por isso?...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 30.11.2008 às 15:22

Lá está você a atenuar os crimes do Estaline. Se foram 20 milhões, ou um pouco menos que isso, faz-lhe alguma diferença? Você condena um crime a partir de que grau estatístico? Um milhão? Mil? Ou bastará um?
Lá dizia o seu amigo José: "Um morto é uma tragédia. Um milhão de mortos é uma estatística."
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 01.12.2008 às 08:32

É perigoso mas necessário. O laissez faire do século 19 também teve os seus 20 milhões de vitimas. Só que estas foram vitimadas por processos "naturais", não têm um estaline que concentre os nossos ódios.
Agora quase 2 séculos depois esses "processos naturais" andam em marcha livre de novo.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Pedro Nunes

    Já tinha saudades de ler os textos do Henrique.

  • Anónimo

    O Henrique devia ser leitura obrigatória. ;-) Obri...

  • Anónimo

    a sociedade citadina actual é coprofágica, vai mor...

  • Luis Lavoura

    Essa de querer comer somente peixe, por razoes amb...

  • Anónimo

    Salva qualquer um com magros resultados no balanço...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D