Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




The end

por Pedro Correia, em 18.11.08

 

Manuela Ferreira Leite perguntou hoje se "não é bom haver seis meses sem democracia" para "pôr tudo na ordem", a propósito da reforma do sistema de justiça.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Eng. J. Pitágoras a 18.11.2008 às 17:54

Só sem democracia é que o sistema judicial se põe em ordem? Porquê? À custa de quem e de quê? E isso é bom? Manuela Fereira Leite já anda a precisar de ser avaliada...
Sem imagem de perfil

De Leonor a 18.11.2008 às 19:30

Vergonhoso.
Sem imagem de perfil

De mike a 18.11.2008 às 20:35

Pedro, não me baralhe mais do que já estou. Ela passou-se para o PS, foi? Valha-nos a sua feliz ideia de postar os eternos e magníficos Doors.
Sem imagem de perfil

De Nuno Ramos de Almeida a 18.11.2008 às 21:51

Pedro Correia,
Juro que não estou a mendigar mais comentários. Mas acho que a Manuela Ferreira Leite disse foi que em democracia não pode haver reformas sem envolver as pessoas. O resto foi ironia mal calculada. É engraçado como a TSF resumiu o que ela disse ao seu contrário. Ficando Manuela Ferreira Leite a dizer que não acreditava na possibilidade de fazer reformas em democracia.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.11.2008 às 21:57

Nuno, voltamos à questão do valor facial das declarações de figuras públicas. Podemos sempre interpretá-las de mil maneiras, aludir à subtil intenção irónica, considerar que se tratou de uma denúncia e etc e tal. Mas o que conta acima de tudo, na comunicação política, é o valor denotativo do que se diz - muito antes das possíveis conotações. Uma vez mais, a senhora espalhou-se ao comprido, como aliás está bem à vista, para gáudio do PS e de Sócrates. Noto, entretanto, o teu pluralismo: tanto dás ao desconto a Saramago como a Ferreira Leite. Eu não.
Sem imagem de perfil

De Nuno Ramos de Almeida a 18.11.2008 às 22:09

Esqueci-me de dizer uma coisa fundamental. Se cada vez que disseres mal da Ferreira Leite colocares os Doors, estás à partida perdoado, mesmo que eu não concorde com o texto. Ao ritmo das escorregadelas da Ferreira Leite vou ter muito boa música para escutar.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.11.2008 às 22:14

Vê lá tu para o que me havia de dar: associar MFL aos Doors. Mas com o ano que se aproxima ainda havemos de ver associações mais esquisitas...
Sem imagem de perfil

De Nuno Ramos de Almeida a 18.11.2008 às 22:05

Meu caro ,
Eu sou é jornalista e há muitos anos que tento entender o que as pessoas dizem e não amplificar a sua falta de jeito para as colocar a defender o que manifestamente não pensam.
E repara, eu como cidadão , estou na extrema-esquerda, a milhas da senhora. Mas maravilha-me a capacidade que certa imprensa e comunicação social tem de engolir magalhães e aproveitar todas as escorregadelas da Ferreira Leite.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.11.2008 às 22:11

Caro Nuno,
Tal como tu, também não engulo Magalhães nem propaganda governamental. Seja de que partido for. Da mesma forma, não engulo as teses apressadas dos 'spin doctors' laranjinhas, que andam nas últimas horas em estratégia acelerada de contenção de danos. A senhora foi infeliz? Não queria dizer o que disse? Pois fale outra vez, rectifique em discurso directo, mostre-se humilde e admita que o dom da palavra não é o seu forte.
Custa muito? Creio que não. Mas bem podemos esperar sentados: MFL fará tudo menos isso. Lá se iria a 'gravitas' de Estado que a senhora pretende vender aos portugueses como imagem de marca.
Sem imagem de perfil

De mcorreia a 18.11.2008 às 22:22

Mas o que é que os problemas do desemprego, da estagnação económica, da polémica com a avaliação dos professores ou essa honrosa distinção hoje conhecida de termos o pior ministro das finanças da UE, significam quando comparados com as declarações de MFL ?. Não significam nada, obviamente, para alguns. MFL , pelos vistos, não pode ser irónica nas criticas que faz ao governo, mas Sócrates e os seus ministros têm permissão total para serem irónicos, prepotentes e arrogantes com quem se lhe opõe. Não consigo perceber o porquê de tanto borburinho . Acho que MFL tem toda a razão nas criticas que hoje fez (e foi isso que ela fez) ao modo como este governo tem governado.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com



Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • RR

    Trabalha sim. O trabalho dele é este mesmo: escrev...

  • Hugo

    E mesmo assim o Passos Coelho ganhou depois desta ...

  • anónimo

    Sim, vivem em conluio com o eleitorado.O PS certam...

  • Filipe Costa

    Em setembro de 2010, pouco antes da aprovação do O...

  • Tiro ao Alvo

    Este balio não trabalha. É um funcionário público,...


Links

Muito nossos

  •  
  • Outros blogs

  •  
  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2023
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2022
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2021
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2020
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2019
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2018
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2017
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2016
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2015
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2014
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2013
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2012
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2011
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2010
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2009
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2008
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2007
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D
    235. 2006
    236. J
    237. F
    238. M
    239. A
    240. M
    241. J
    242. J
    243. A
    244. S
    245. O
    246. N
    247. D