Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Que Rica Encomenda!

por Paulo Cunha Porto, em 14.10.08

Filatelia, de St. John Earp

 

G.K. Chesterton dizia que a frase de boas intenções está o Inferno cheio era irremediavelmente calvinista. Mantém-se a actualidade do julgamento, não para afrontar qualquer Credo passível de se aproximar de nós pelo Ecumenismo, mas no da demarcação de todas as posições públicas que diminuam o peso da vontade livre e consciente das obras no destino de cada um. Infelizmente é um Pároco Católico, por certo animado dos melhores propósitos, que, na Escócia, vem cair na mesma pecha. Cabe lá na cabeça de alguém devolver à procedência as cartas portadoras de determinado selo, só porque a efígie nele constante pertencerá a uma racista? Se a moda pega, temos um corrupio postal em perspectiva. Eu próprio tenho de pensar o que fazer a todas as estampilhas que me façam ler "República Portuguesa", outra realidade histórica que me incomoda. Que alguém entre numa igreja com uma t-shirt com imagens ou dizeres atentatórios da doutrina de uma religião, pode-se imaginar que corresponda a um desejo formado de acordo com todas as exigências do Livre Arbítrio, embora a acefalia de alguma Juventude de hoje o não permita garantir. Agora, quem é que pode esperar que qualquer um que adquira as franquias nos Correios controle a forma delas em nome dos princípios?

Nunca tinha ouvido falar em Mary Stopes e o volume da minha ignorância só é superado pelo da ambição de aprender. Para além de confirmar as ligações perigosas de eugenismos e libertações da Mulher hoje bem vistos, interessar-me-ia muitíssimo saber se teve resposta a carta de fã que escreveu a Hitler, garantindo que o Amor é a melhor coisa do Mundo.

Mas isso são minudências. O reverendo indignado provou ter os conceitos do Seminário colados com cuspo mais frágil do que o usado para fixar o objecto da sua ira aos envelopes. Ou então, cairíamos numa Filatelia às avessas, em que objectos da verdadeira colecção seriam os buracos correspondentes aos nossos ódios, em vez do espécimes que nos faltam.

Autoria e outros dados (tags, etc)



1 comentário

Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 15.10.2008 às 08:39

Pois, Querida Margarida,
é bom é que não escreva ao Clérigo da Caledónia, ou terá de aguentar devoluções contristantes. Claro que o amor é cego, ehehehehe. Mas continuo na minha, o que terá o destinatário respondido à entusiasta?

Querida Luísa,
não pretendo dizer nada disso. Como lembrava o outro, não é por Hutler haver sido carinhoso para com os seus cães que os amigos dos animais passam a nazis. Agora, é verdade que estas correntes de pensamento, numa época crítica, tiveram figuras proeminentes associadas ao que hoje é predominantemente condenado. E não devemos abstrair desses engajamentos, até por nos poderem dizer sobre a qualidade espiritual dos que os empreenderam e sobre os encaixes de pontos doutrinais de perigosas consequências.

Comentar:

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Leia-se "candente", mas pode ser também cadente!Ob...

  • João Távora

    Sábado todos os associados no respeito mútuo devem...

  • Anónimo

    Até qu'enfim que o João aborda este tema cadente! ...

  • maria

    Sugiro criar um Grupo dos Perguntadores Compulsivo...

  • Anónimo

    VIVÓ SPORTING!!


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D

    subscrever feeds