Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A toalha ao chão

por João Villalobos, em 08.10.08

José Sócrates, hoje, ganhou as eleições. Encostou o PSD às parvoices que Ferreira Leite deixou que circulassem entre os vazios gerados pelo seu silêncio e apresentou medidas concretas na qualidade de alguém que tem na mão a capacidade de realizá-las. MFL, essa, optou pela Turquia logo depois de escolher não comentar e não capitalizar nem um grama do discurso de Cavaco sobre o problema económico-social vivido pelos portugueses. 

A partir de agora, a dúvida é se a maioria será relativa fruto da capacidade de alavancar a crise pelo Bloco e os comunistas combinados. Em síntese, o PSD foi chão que deu uvas enquanto o PP tenta ganhar votos junto dos utentes do cartão dourado. Já vi deitar a toalha ao chão algumas vezes. Mas, com esta força, foi uma novidade. A direita, meus amigos, vai ter mais uns anos para pensar na vidinha.



11 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 08.10.2008 às 21:26

Bem vindo ao clube, meu caro. Ando a escrever isso aqui há mais de um ano.
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.10.2008 às 21:36

É a vida. Uns são visionários e outros só descobrem as coisas quando lhe são postas à frente. É por isso que só um de nós usa óculos :)
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 08.10.2008 às 21:41

E aquela gravata também não ajuda muito :-)
Imagem de perfil

De João Villalobos a 08.10.2008 às 21:42

A inveja é um sentimento muito feio :)
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 08.10.2008 às 21:48

Do piorio, meu caro. Do piorio. Graças a Deus fui vacinado quando era catraio :-)
Sem imagem de perfil

De Costa Mendes a 08.10.2008 às 21:40

Olhe que não, meu caro, olhe que não.
Essas notícias sobre a morte de MFL são manifestamente exageradas, vai ver.
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 08.10.2008 às 21:52

A politica "do PSD" vive, até Sócrates demonstrar que mudou de prática, se não de programa.
Imagem de perfil

De Paulo Cunha Porto a 08.10.2008 às 22:05

A ver vamos é se a crise financeira mundial não faz das medidas socráticas um falhanço total, levando ao Poder um qualquer epígono da actual liderança oposicionista, entretanto decaída. Mas nenhum patriota pode torcer por isso.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 08.10.2008 às 23:02

João Villalobos:

«A direita, meus amigos, vai ter mais uns anos para pensar na vidinha».

E convenhamos que bem precisa.

A má notícia é que o Sócrates pensa pela direita.

E, agora, pisca o olho à esquerda.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2008 às 09:15

Se calhar, a dra. Manuela teve um neto na Turquia, o que justificará plenamente a sua ausência.
Sem imagem de perfil

De Zé Atónito a 09.10.2008 às 13:30

Devemos viver em países diferentes: No meu, o 1º ministro é medíocre, o país regrediu nos últimos anos, a corrupção aumentou, a insegurança é geral, afastou-se da média europeia.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Concordo com tudo o que diz: Eu também nunca dei c...

  • Elvimonte

    Modelos matemáticos epidemiológicos são essencialm...

  • The Mole

    O facto de os privados não terem dado melhor conta...

  • Anónimo

    ... escondido com "rabinho" de fora.

  • balio

    só porque tem um “SNS” mal preparado… será talvez ...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D