Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




25 de Abril Hoje…

por Vasco Mina, em 25.04.16

25 Abril.png

 

Celebra-se hoje o 42º aniversário da Revolução de Abril de 74. Tem Portugal, desde que foi aprovada a Constituição, o seu primeiro Governo de Esquerda. Também um Presidente que foi eleito pelo Centro e pela Direita mas que gosta de estar bem com a Esquerda. É um tempo novo na nossa história política. Não surpreende, por isto, que, na inauguração do NewsMuseum, em Sintra, Marcelo cantasse “Grândola Vila Morena” em conjunto e ao lado de um dos homens que votou (em 1976) contra a Constituição e que hoje è Presidente de Câmara com o apoio do PS. Recentemente e a propósito da sua candidatura à Presidência da República tinha afirmado que "é a Grândola Vila Morena que diz que é o povo quem mais ordena. O povo vai ordenar dia 24 de janeiro e veremos se ordena definitivamente ou não”. Curiosamente, no ano passado, numa deslocação a Loulé tinha sido surpreendido por um daqueles grupos que à época se organizava para as Grandoladas. Vale a pena ler este post da gente do Bloco de Esquerda e que hoje apoia o Governo de António Costa (e também ele a cantar ”Grândola” ao lado de Marcelo). Hoje todos estes cabem em Grândola e até parece que fizeram sempre parte da mesma música. Veremos o que irão cantar e com quem nos próximos anos…



2 comentários

Sem imagem de perfil

De Comunista a 25.04.2016 às 09:28

Hoje é o dia da liberdade! 
Hoje, o dia do fim do fascismo,
do fim da opressão,
do fim da guerra estúpida em África.
Hoje celebramos abril,
neste dia feliz, de sol e de cravos vermelhos,
que orgulhosamente ostentamos.
Hoje, acabou o obscurantismo,
a sociedade conformada e ruralista.
Hoje, o dia dos poetas e dos artistas,
dos militares, dos espíritos livres.
Hoje, o fim da capadócia.
Portugal canta e sorri,
há cravos vermelhos e democracia.
Há festa e há solidariedade.
Há dignidade e janelas abertas.
Todos os armários se abriram,
o mofo e o bafio desapareceram.
E tudo canta.
25 de abril sempre.
Sem imagem de perfil

De Fgcosta a 25.04.2016 às 16:20


Parece que o problema se começa mesmo a colocar na possibilidade de expor ideias que não encaixem no mainstream esquerdista que nos controla. No discurso de hoje do presidente fiquei com a sinistra ideia de que se apelou a uma União Nacional de rosto socialista, a um subliminar apelo ao "ou estás caladinho ou levas no focinho". A um não fazer ondas, a um unanimismo em nome de um valor supremo (uma nova versão do salazarista do "a bem da Nação " ).
O clima é propício, e os agentes principais estão no bolso de Costa, Jerónimo & Martins. Uma excelente demonstração facilmente comprovável para ver o tiques estalinistas de manipulação do óbvio por muito do nosso jornalismo, é ler Leonete Botelho na notícia do Público "Portugal não pode continuar em campanha eleitoral - diz Marcelo", em que, no 3º parágrafo, se diz que "Passos Coelho nem uma só vez aplaudiu o discurso do chefe do Estado, senão no fim". Eu até estava muito atento a isso e verifiquei que isso é manifestamente mentira, como qualquer um poderá ver na gravação. Num jornal sério, a jornalista iria para a rua. Aqui poderá ser promovida.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2006
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D