Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Quadratura congelada

por Pedro Correia, em 05.10.08

Na última Quadratura do Círculo, António Costa disparou contra "o submundo da blogosfera" e Pacheco Pereira garantiu que dos blogues "só se aproveita um por cento". Concordo com ambos. Tanto que deixo aqui um exemplo de um desses produtos do submundo, ainda por cima congelado. Ugh.



8 comentários

Sem imagem de perfil

De mike a 05.10.2008 às 17:03

Ugh!... Pfff...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.10.2008 às 18:02

Brrrrrrrrrrrrrrr...!!
Sem imagem de perfil

De PDuarte a 05.10.2008 às 18:39

eu acho que sim. para já tenho um blog que pertence à maioria esmagadora. depois achei uma convergência muito bonita com o M.S.T . que ainda esta semana na sua crónica semanal chamou "verbo de encher" não sei bem a quem. o problema mesmo é ter sido criada uma coisa que mistura a arraia miúda com a aristocracia intelectual. e são uns badamecos estes gajos que escrevem quase anonimamente nas caixas de comentários, revoltados com as coisas do emprego, e coma a carestia e mais e não sei quê...
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 05.10.2008 às 18:44

Esse blog, tal como o programa, há muito que ultrapassou o prazo de validade. Ao bom estilo chavista, o Governo da Tugalândia fica muito irritado com os media que não consegue controlar.
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 05.10.2008 às 20:39

Ora bolas, cliquei no link. Agora tenho que ir lavar o rato.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.10.2008 às 20:58

Lavar o rato?
Olha se tivesse clicado na linka...
Sem imagem de perfil

De Dutilleul a 05.10.2008 às 23:29

eheheheheh

É por causa destas coisas que a blogosfera é lugar de má fama. E divertido.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 06.10.2008 às 20:01

Há quanto tempo eu comentei, penso que foi aqui, que aquele programa era um cadáver adiado. Há muito que já deviam ter tido a coragem do enterrar. O que nos vale, é que a televisão, por enquanto, ainda não consegue transmitir o cheiro. Dantes ainda tínhamos o ardiloso Coelhone. Agora, nem isso.

Acho que toda a gente consegue adivinhar o que é que eles vão dizer. Então, os lugares comuns do António Costa são insuperáveis.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • pitosga

    Henrique Pereira dos Santos,Cá estamos no cerne. T...

  • Anónimo

    Duarte Calvão,Sem partido, sem escolhas do que é m...

  • Anónimo

    João Távora,Se tiver pachorra leia a ignomínia qu...

  • Anónimo

    Sartre fundiu ou confundiu muitas vezes liberdade ...

  • Carlos Sousa

    Ó LR, Eu não estou satisfeito com esta democracia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D