Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cambada de pata-tenras

por João Villalobos, em 30.07.08

A Ana Cláudia que me perdoe mas, todos os anos sem excepção, há um conjunto de totós do Corpo Nacional de Escutas que se perde acoli para ser «resgatado» acolá. Por esta altura de férias, lá vão eles de mochila manhosa às costas arrumada às três pancadas, sem outra farda para além do lenço ao pescoço, acampar sem a mínima noção do que é um azimute, onde fica a Ursa Menor ou como orientar-se pelo relógio (sim, é possível e até bastante fácil). Na gíria escotista criada por Baden Powell, chama-se aos neófitos como o retratado na ilustração os pata-tenras. Que, desta vez, cinco deles sejam adultos, já nem me espanta.

Autoria e outros dados (tags, etc)



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Pipocas a 30.07.2008 às 17:50

Meninos vestidos de parvos e parvos vestidos de meninos
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão. a 30.07.2008 às 18:06

Assim é que é:

Um conjunto de meninos vestidos de parvos, com um parvo à frente vestido de menino.

Disclaimer: Esta expressão não reflecte o que eu penso sobre os escuteiros.
Sem imagem de perfil

De Gelamonite a 30.07.2008 às 19:07

Caro João,

Só para o informar que os desaparecidos não eram escuteiros.
É melhor verificar mais a fundo as suas fontes.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De João Villalobos a 30.07.2008 às 19:31

Lisboa, 30 Jul (Lusa) - As 16 pessoas que se encontram desaparecidas há seis horas em Oliveira de Frades, perto do rio Teixeira, são escuteiros, informou hoje o Comando-Geral da GNR.


Abraço
Sem imagem de perfil

De Fernando a 30.07.2008 às 19:38

As televisões agradecem estes "fait-divers". No Verão há menos futebol, enfim, há que mexer e remexer o monturo...Infelizmente "salvaram-se" todos. Perdeu-se, afinal, capítulos que, no mínimo, dariam para duas semanas com directos do quartel dos bombeiros, da casa da avó, da tia e, até, depoimentos de alguém que não sabe ao certo o que aconteceu mas que tem opinião.
O nível informativo e formativo da nação está ao nível dos vermes que deslizam pelo subsolo.
Sem imagem de perfil

De Manuel Leão a 30.07.2008 às 20:25

Vermes esses que têm a sua utilidade. O que não acontece com essas reportagens.
Imagem de perfil

De Cristina Ferreira de Almeida a 30.07.2008 às 21:28

Tem lógica. A culpa de meia dúzia de tótós se perderem e terem que ser recolhidos de helicóptero é das televisões.
Sem imagem de perfil

De J.Ferreira a 30.07.2008 às 21:56

Caríssimo João Vilalobos,
O senhor nunca foi escuteiro?
Não lhe parece que chamar totós aos elementos de uma instituição respeitável como é o Corpo Nacional de Escutas é um pouco ofensivo? Porque não chamou logo "patas-tenras"? Se eram escuteiros, o que me parece pouco provável, esta expressão era a mais indicada para eles.
J. Ferreira
Imagem de perfil

De João Villalobos a 30.07.2008 às 22:29

Chamei-lhes as duas coisas e foi propositado. Fui escoteiro (com «ó») da AEP e chefe dos mesmos. Neste post chamei-lhes ambas as coisas porque cenas como esta são ridículas e tornam os outros, que não têm culpa nenhuma, ridículos também. Se pudesse, largava-os a todos nas Desertas durante 15 dias só com uma lata de atum.
Sem imagem de perfil

De hajapachorra a 31.07.2008 às 01:30

Não, não eram escuteiros. Quem lá andava era o bom do P. António Júlio mais a quequada lisboeta. Só esses totós dos lísbias se perdem no rio Teixeira. As terras de Lafões deviam ser interditas a paisanos que vivam a sul de Rio Maior. É o que dá acreditar em jornalistas.
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 31.07.2008 às 13:34

[resposta ao retardador, que a labuta não permite mais de momento]

Cher Villeloups,
não conheço o caso que desencadeou a tua recorrente suprematite associativa, mas a percepção é simples: tendo em conta que o CNE tem c.70 000 membros e a AEP c.4 000*, é capaz de dar-se o caso de a primeira, para bem e para mal, dar um bocado mais nas vistas que a segunda, não?
Testemunhei tristes exemplos protagonizados por membros de ambas as associações, os quais não chegam para desmerecer a boa reputação que qualquer uma delas conquistou após muitas décadas de trabalho. Num país onde qualquer construção colectiva é um trabalho hercúleo, sou pouco dada ao bota-abaixo por situações destas. Pelo que não sei se te perdôo. Como sou do signo banana, é provável que sim.

Bisous.


* para ser picuinhas, 69235 escuteiros e 3935 escoteiros, disse a WSOM em 2006.
Imagem de perfil

De João Villalobos a 31.07.2008 às 15:15

Beijos também. Mas prefiro que não me perdoes senão ainda fico com sentimento de culpa e para a próxima já não chamo totós aos CNE's que, concordo contigo, são mais e por isso incluem uma muito maior quantidade de totós. By the way, quantos Escoteiros da Pátria existem em cada uma das associações?

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • António

    Portugal está cheio de Salazarinhos.

  • Anónimo

    Presumo que a medida não se aplica aos bovinos mac...

  • Anónimo

    ..." Mas não nos acontece, tal como o filho mais v...

  • Anónimo

    Este andaço para pouparem a vida dos animais é dev...

  • Anónimo

    Modas e vontade de ficar bem na fotografia...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D