Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O comentador tendencioso

por Francisco Almeida Leite, em 31.05.08

O jornal Expresso faz hoje uma análise noticiosa semelhante à análise que JPP tanto critica. Mas, como se trata do Expresso e o colunista mais tendencioso da imprensa portuguesa depende daquele grupo de comunicação, nada diz. Calado, caladinho.

 

Sob o título "Sondagens a pedido", aquele semanário diz que "45% é a pior expectativa (melhor é ficar acima de 50%) para Ferreira Leite, segundo uma sondagem encomendada pela sua candidatura. PPC seria o 2º (entre 25 e 30%) e PSL o 3º (entre 14 e 18%). 39% é o máximo que Manuela conseguirá, de acordo com outra sondagem encomendada pela candidatura de Santana Lopes. Santana é o 2º , com 38,1 e Passos o 3º, com 22,3%. 40% é o número que dará a vitória a Pedro Passos Coelho, segundo sondagem encomendada pela sua candidatura, que dá o 2º lugar a Ferreira Leite (37,2%) e o 3º a Santana Lopes (22,6%)".

 

Perante isto, e usando o Expresso os mesmos dados que serviram de base para a notícia alvo do post infeliz de JPP, espera-se a todo o momento que o comentador mais tendencioso da imprensa portuguesa se retracte. Ou então que volte a defender, se tiver coragem para isso, o mesmo destino para a excelente jornalista que assina a peça. Claro que nada disso irá acontecer, porque JPP tem sempre dois pesos e duas medidas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



16 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.05.2008 às 17:13

O Sr. Pereira tem e sempre teve dois pesos e duas medidas..
Sem imagem de perfil

De Francisco a 31.05.2008 às 17:15

Costuma dizer-se que uma mentira, desde que suficientemente repetida, acaba por ser tomada por verdade. Talvez...
Mas um erro, mesmo que muitas vezes repetido, não deixa de o ser.
Esta da 'excelente jornalista' do "Expresso" é fantástica: como 'excelente' e 'jornalista' não têm género, aplicam-se também ao autor do texto do DN. Sublime! Vão longe, vão...
Sem imagem de perfil

De a 31.05.2008 às 17:17

Do que transcreve não se vê onde está a semelhança com a ficção, para não lhe chamar mentira, que está na capa do DN.

Depois, os números são diferentes.

E, por fim,não comenta a ERC? Transcreva também o que diz a ERc e deixe os leitores julgar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.05.2008 às 17:22

Não há qualquer semelhança nem nos números, nem na apresentação dos números.

Este post é irmão da noticia criticada por JPP: destina-se a tentar branquear o disparate e a má fé da capa (e conteudo do DN). Não surpreende, pois o autor dos dois é o mesmo.
Sem imagem de perfil

De José a 31.05.2008 às 17:24

Como é evidente, e ao contrário do que defende estes anónimos da Marmeleira, os números são exactamente os mesmos. Só não vê quem não quer. Fraca figura.
A ERC, certamente, vai pronunciar-se sobre a notícia do Expresso, como fez com a do DN.
Sem imagem de perfil

De Anónimo da Marmeleira a 31.05.2008 às 17:34

O dr. Pacheco Pereira devia dizer qualquer coisa sem ser sob a capa do anonimato. Para isso estamos cá nós. O homem não tem coragem!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.05.2008 às 17:37

Mas se o homem escreveu no blogue dele, preto no branco e bem explicadinho o que pensa, por que raio havia de vir aqui, anónimo, escrever?

Sem imagem de perfil

De Conhecido a 31.05.2008 às 17:41

Se explicou tão bem, porque não abrange o Expresso também? Tem medo que o dr. Balsemão lhe tire os tachos? Eu só faço este comentário aqui porque o blogue desse homem, o Abrupto, é tão democrático que nem comentários dos leitores permite!
Sem imagem de perfil

De hajapachorra a 31.05.2008 às 17:59

Tanta dor de corno. O homem não é grande coisa, tem-se na conta de 'historiador', aldrabou um curso de filosofia e diz que lhe rapinaram a tese (?!). Mas, tende calma, rapazes, o JPP NÃO é jornalista e isso é uma enorme qualidade e é isso que vos dói: que os gajos que têm tachos do Balsemão ou da Prisa NÃO sejam jornalistas. A malta gosta de ler o JPP, o VPV, o Graça Moura, até o Barreto, um sociólogo! Mas não tem pachorra para as croniquetas dos 'jornalistas', uns ignorantões sem vergonha.
Imagem de perfil

De Paulo Ferreira a 31.05.2008 às 18:02

FAL, julgo, aliás até o escrevi recentemente, PAcheco Pereira combate contra si mesmo e contra um todo um planeta que não lhe pediu autorização para mudar, não o reconheceu como oráculo predilecto, não lhe prestou homenagem ou vassalagem como aparentemente devia...
Infeliz é a capa de inimputabilidade de que goza PPereira, merecedor de respeito, sem duvida pelo passado politico e pelo estatuto cultural ou académico, mas merecedor também de muitas e duras criticas pela manipulação de informação e opiniões, por curiosas e violentas inversões, por gritantes inconsistencias e hipócritas falhas de memória...
Mas isto é só a minha opinião, desinteressada porque não pertenço ao partido de PPereira...
aliás, PPereira também não pertence ao PPD/PSD porque este evoluiu e até quer ter voz própria e pensamento próprio, longe de barões e de "intelectuais iluminados"...

P.S.-Se tiver mais links com "A Voz" vá colocando....são uma "delicia"...
Sem imagem de perfil

De Ritinha a 31.05.2008 às 22:44

Não acha, FAL, que um jornalista devia ter maior grau de isenção? Tanta vontade em posicionar-se ao lado de uma facção do PSD não abona muito a favor da sua credibilidade jornalística...
Sem imagem de perfil

De l.rodrigues a 01.06.2008 às 12:31

Apesar de não ser leitor do DN concebo que o FAL aplique critérios diferentes ao que escreve aqui e no jornal.
Afinal, uma pessoa tem que ter um sitio qualquer onde escrever tudo o que lhe vai na alma.

Eu pessoalmente prefiro assim, do que os que sob a capa de uma suposta neutralidade e superioridade moral vão fazendo e dizendo coisas do mesmo calibre com muito mais impunidade.

Comentar post


Pág. 1/2



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luís Lavoura

    um infeliz acidente rodoviário é coisa para nunca ...

  • António

    Nem sei como há ainda quem leve o BE a sério. Um p...

  • António

    Às tantas o PSD ainda ganha. Com o PSD tão próximo...

  • Anónimo

    Mas ainda há alguém que leve a sério a prostituída...

  • Anónimo

    Os madeirenses sofreram imenso. Só eu, que vivo em...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D