Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A direita desaparecida em combate

por Pedro Correia, em 17.05.08

O noticiário das 22 horas de ontem da SIC Notícias era bem a imagem da cena política actual. Nos primeiros 28 minutos desfilaram na pantalha oito membros do actual Governo. Primeiro: o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, pronunciou-se em Bruxelas sobre os últimos indicadores macro-económicos. Segundo: o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, falou sobre o contínuo aumento dos combustíveis. Terceiro: o ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, abordou os mais recentes índices do desemprego. Quarto: o primeiro-ministro, José Sócrates, fez declarações em Lima (Peru) sobre a situação económica do País. Quinto: o ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, defendeu na Assembleia da República a posição governamental em matéria economico-financeira. Sexto: o ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, falou também no Parlamento em defesa do "acordo ortográfico". Sétima: a ministra da Saúde, Ana Jorge, anunciou medidas para reduzir a lista de espera em cirurgia oftalmológica. Oitavo: o secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, falou em estúdio também sobre esta questão.

Decorridos os mesmos 28 minutos, quem ouvimos da oposição? Intervenções enérgicas das bancadas parlamentares do PCP e do Bloco de Esquerda contra o incumprimento das metas económicas traçadas pelo Governo. Só. Também surgiu Pedro Santana Lopes, por duas vezes - a primeira, para aplaudir o "acordo ortográfico"; a segunda para criticar... Pedro Passos Coelho.

Eis o retrato perfeito de um país onde o Governo é omnipresente e a oposição fala apenas pelas vozes que se situam à esquerda de Sócrates. A direita é um imenso deserto, um imenso vazio. Desapareceu em combate. Contra si própria.

Autoria e outros dados (tags, etc)



13 comentários

Sem imagem de perfil

De José Mexia a 17.05.2008 às 19:39

Caro Pedro Correia:
É uma pena que pense assim, mas não é verdade.
O CDS apresentou na quinta feira no Parlamento uma proposta sobre educação que foi chumbada pelos partidos à esquerda. Lendo antentamente percebe-se que era uma boa proposta, do seu ponto de vista devia ser uma coisa mais populista para aparecer nas notícias.

Cunprimentos
Sem imagem de perfil

De nenhum a 17.05.2008 às 19:50

Será isto assim tão surpreendente? Não conhece amplamente a arrogância de Sócrates?
Estamos no campo do "triunfo dos porcos" e, na verdade, seja qual fôr o partido no poder, a situação nunca mudará para o comum dos mortais.
A solução está em correr com a corja partidária.
www.nenhum.org
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.05.2008 às 20:04

Caro José Mexia,
O exemplo que aqui mencionei parece-me significativo. Um noticiário fundamentalmente político, de sexta-feira à noite, inclui declarações de OITO membros do Governo. A oposição pura e simplesmente não existe ao longo de meia hora de notícias, exceptuando as vigorosas intervenções da esquerda parlamentar.
Dir-se-á: a culpa é dos critérios jornalísticos. Olhe que não, olhe que não. A culpa é da direita que desapareceu, envolvida em questiúnculas internas que só a meia dúzia de barões interessa, deixando todo o palco ao Governo (e o que sobra ao PCP e BE). O CDS, como já se viu, não aproveita nada da grave crise endémica no PSD: pelo contrário mantém-se firme em último lugar nas sondagens, atrás do BE.
Sem imagem de perfil

De Pedro Barbosa Pinto a 17.05.2008 às 20:04

Na espanhola TVI as coisas são bem mais equilibradas.
A SIC está a trabalhar, duma forma muito portuguesa, para o concurso que se avizinha para o novo canal.
Neste momento na SIC salva-se o jornal do Mário Crespo, mas vamos ver quanto tempo dura.
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 17.05.2008 às 20:37

Concordo consigo. Um dia destes, o Teixeirinha põe o Mário Crespo a apresentar um programinha sobre livros...
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 17.05.2008 às 20:06

Mas não foi só ontem, pois não? A cena repete-se diariamente.
E do que falaram eles? Coisas que fazem este país grande. Grande quê?
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.05.2008 às 20:24

Não foi só ontem, Mialgia, claro que não. Mas ontem dei-me ao trabalho de cronometrar. Aos quatro minutos já tinham desfilado quatro ministros. Um espectáculo...
Sem imagem de perfil

De Mialgia de Esforço a 17.05.2008 às 20:51

Nesse aspecto, a RTP pede meças à concorrência...
Sem imagem de perfil

De J.C. a 17.05.2008 às 20:46

Foi uma sorte, ao que me disseram. Estava previsto aparecer ainda um nono ministro (cujo nome nunca me ocorre), para explicar como se destrói um Lexus do Estado de 80 mil euros...
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 17.05.2008 às 20:54

Olá, compadre. Esse ministro não tem aparecido, ao que me confidenciaram, porque não existe: é um holograma. O Pinho gostava de aparecer mas o primeiro-ministro proibiu-o de falar. E agora também o proibiu de fumar, coitado do homem.
Sem imagem de perfil

De J.C. a 18.05.2008 às 02:42

Registei, compadre. O holograma também ia deixando de fumar, quando destruiu o Lexus!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 17.05.2008 às 21:55

Infelizmente é verdade. Temos assistido a um hara kiri da direita portuguesa, que dá de bandeja o país a um governo cada vez mais totalitário. Bolas.
Sem imagem de perfil

De Pedro Braz Teixeira a 18.05.2008 às 12:34

Esperemos que a 31 de Maio as coisas comecem a mudar. Não percam:

http://pbteixeira.blogspot.com/2008/05/menezes-nos-malucos-do-riso.html

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Gente, que barato!Afinal, o senhor João Afonso é a...

  • Luís Lavoura

    Esse slogan "um povo, uma pátria, um rei" tem uma ...

  • Flávio Gonçalves

    Preocupa-me muito mais os "liberais" loucos que po...

  • Anónimo

    O que eu mais desejo é que o André Ventura contrib...

  • jonhy

    CaDA UM DEFENDE OS SEUS INTERESSES. Já Portugal te...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D