Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Rui Castro

por Pedro Correia, em 11.05.08

 

 

 

Anatomia do crime

 

Tribunal de Vila Franca de Xira, 7 de Maio, 9.30. Estavam presentes os advogados, o funcionário judicial e cerca de dez testemunhas, uma delas vinda propositadamente de Londres para testemunhar (ao que parece, os equipamentos disponíveis para videoconferência em Portugal e em Inglaterra não são compatíveis). Era já a terceira marcação, tendo as duas primeiras datas sido dadas sem efeito. O processo tem mais de dois anos e o julgamento continua por fazer. A chamada foi feita à hora, 9.30 (o Tribunal abre portas às 9 horas), tendo o funcionário alertado para o mais que provável atraso da mma. Juíza por causa dos filhos. Ainda aleguei que também eu tinha filhos, no caso filhas, três com menos de cinco anos, e que, depois de as deixar no infantário, em Oeiras, tinha conseguido chegar ao Tribunal antes da hora marcada. O funcionário encolheu os ombros e sorriu. Esperámos. Passava já das 10 horas quando fomos chamados ao gabinete da mma. Juíza. O julgamento tinha que ser adiado, pois havia várias marcações para a mesma hora e à tarde a agenda estava já completa. Argumentámos que o julgamento havia sido já adiado por duas ocasiões, que tinha vindo uma testemunha de Inglaterra e que não havia fundamento legal para o adiamento. A mma. Juíza disse lamentar mas que não era possível de todo em todo realizar o julgamento. Foi remarcado (pela quarta vez) para Setembro. O funcionário saiu da sala e foi avisar as testemunhas que no dia 9 de Setembro teriam de comparecer novamente à mesma hora. Avisou ainda que não seriam notificadas por escrito e que a falta, sem justificação, seria punida com multa. Eram 11 horas. A mma. Juíza ficou na sua sala, presumivelmente sem presidir a qualquer julgamento da parte da manhã. Sossega-me o facto de saber que os filhos da mma. Juíza têm muita sorte. Sorte em ter uma mãe que trabalha para o Estado e que se pode dar ao luxo de chegar uma hora depois da sua hora de entrada sem sofrer quaisquer consequências, ainda que o atraso tenha implicado a perda de uma manhã de trabalho a outras dez pessoas. Presumo que o senhor José Pinto de Sousa, primeiro-ministro e putativo engenheiro técnico, estivesse também a pensar no estado da Justiça quando no debate da moção de censura dos comunistas admitiu http://dn.sapo.pt/2008/05/09/nacional/socrates_admite_existirem_muitos_mot.html que existiam muitos motivos para censurar o governo.

 

Rui Castro (dos blogues Incontinentes Verbais e 31 da Armada)

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.05.2008 às 12:22

Esta história diz-nos mais do que todos os discursos políticos sobre o (péssimo) estado da justiça em Portugal. Um abraço, Rui. Foi com todo o gosto que te tivemos por cá.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 11.05.2008 às 13:07

Inacreditável!
Sem imagem de perfil

De cristina ribeiro a 11.05.2008 às 13:44

Se fossem precisas mais provas de que também neste reino as coisas estão podres...
Imagem de perfil

De José Manuel Faria a 11.05.2008 às 14:30

Temos um país de merda.
Sem imagem de perfil

De f proença a 11.05.2008 às 17:08

Não tenho filhos, sou professor e trabalho para o Estado. Digo-lhe já que não tenho complexos de nada, logo isto não é um comentário de desagravo. Se tivesse filhos não seria de outra maneira. Quando na minha escola toca para a entrada, eu tenho cinco minutos para me pôr na sala. Se não o fizer tenho falta injustificada. Talvez no seu trabalho não tenha o tempo tão contado. Resumindo: quando quiser dizer que os juízes têm o tempo que querem e que desprezam a vida dos outros, diga que alguns, ou muitos(porventura outros são excelentes funcionários), são maus. Não nos aborreça com essa treta dos funcionários do Estado que não fazem nada.
Imagem de perfil

De José Manuel Faria a 11.05.2008 às 19:08

Não exagere na questão da falta injustificada. Fala com o funcionário, com os alunos, com o PCE, mete o artigo 102 ou arranja um atestado médico. Eu também sou professor.
Sem imagem de perfil

De João Gouveia a 11.05.2008 às 21:06

Já me aconteceu o mesmo em Lisboa três vezes, e a última foi a semana passada numa comarca alentejana fora de Lisboa, valeu, pelo menos o almoço.

Comentar post



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Flávio Gonçalves

    Preocupa-me muito mais os "liberais" loucos que po...

  • Anónimo

    O que eu mais desejo é que o André Ventura contrib...

  • jonhy

    CaDA UM DEFENDE OS SEUS INTERESSES. Já Portugal te...

  • Anónimo

    Preso por ter cão, preso por não ter cão?. Pobre T...

  • Anónimo

    O Público, essa folhinha de esquerda, diz hoje que...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D