Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vivo e activo

por Duarte Calvão, em 24.04.08

 

As últimas semanas no PSD, com as suas conspirações, negociações, almoços e jantares, telefonemas, recados nos jornais, alianças, traições. etc, etc, deixaram-me extremamente contente. Afinal, o partido ainda mostra a vitalidade que me tornou dele militante e que eu receava que tivesse desaparecido nos últimos anos. É óptimo que haja muita gente a candidatar-se. Apoio Manuela Ferreira Leite, mas é excelente que Passos Coelho, de quem tenho boa impressão, mostre ambição e se prepare para o futuro. E ainda bem que Santana Lopes avança, não se dando como morto para a política, lutando por aquilo em que acredita.

Não percebo como é que estas candidaturas (e Jardim, depois da obra extraordinária que fez na Madeira, teria também todo o direito a candidatar-se) incomodam tanta gente, sobretudo aqueles que nem sequer são do PSD. Se alguma coisa correr mal a estes candidatos, o pior é para eles, não é para os “comentadores” nem  para os “treinadores de bancada” que pululam por aí, todos cheios de sapiência e sentenças, mas que nunca sequer participaram numa reunião política de uma secção de um qualquer partido.

Com todos os seus erros e defeitos, o PSD continua a ser, para mim, o único partido onde estão as pessoas que podem mudar, realmente, este país para melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)



39 comentários

Sem imagem de perfil

De casadosborges a 24.04.2008 às 13:33

Permita discurdar se o partido nao mudar nao muda o pais e a meu ver a mudança vem de pedro passos coelho o resto e mais do mesmo na politica nacional e ninguem esta isento tanto ps como psd teem de estar abertos a mudança 34 anos depois so estamos neste agonizante portugal porque os dirigentes partidarios nao mudam apenas trocam , defendo a criaçao de novos partidos e movimentos , acredito que o meu primo francisco que nasceu com paralesia mental profunda faz o mesmo que toda esta sapeincia dos partidos existentea , como nao se muda ninguem a nao ser nos proprios grato e um abraço
Sem imagem de perfil

De J.C. a 24.04.2008 às 13:36

«O único partido onde estão as pessoas que podem mudar, realmente, este país para melhor»? Vou acreditar. Onde é que elas têm andado? Por aí?

«Se alguma coisa correr mal a estes candidatos, o pior é para eles», claro. Mas, se alguma coisa correr mal (pior não parece possível) ao partido, o pior é para o País: não há bom governo sem forte oposição e uma considerável parte dos eleitores deixa de ter alternativa.

Fiz-me explicar, meu caro?
Sem imagem de perfil

De LNT a 24.04.2008 às 13:57

Errado, meu caro.

O que se passa no PSD é importante para o todo nacional. O que dele resultar irá influenciar a vida de todos os portugueses.

Podemos não ter voto na matéria mas isso não nos retira a preocucação nem a vontade de influência.

Abraço
Sem imagem de perfil

De J.C. a 24.04.2008 às 14:04

Foi exactamente o que eu disse. O que é que está então errado?
Sem imagem de perfil

De LNT a 24.04.2008 às 23:15

Se alguma coisa correr mal a estes candidatos, o pior é para eles, não é para os “comentadores” nem para os “treinadores de bancada” que pululam por aí, todos cheios de sapiência e sentenças, mas que nunca sequer participaram numa reunião política de uma secção de um qualquer partido.

É isto que está errado, caro Duarte Galvão.
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 24.04.2008 às 14:12

Obrigado aos três pelos comentários. Claro que eu, sendo militante, só posso concordar que o PSD, e aquilo que nele se passa, é importante para o país. O que me espanta é que haja tanta gente a querer "proibir" as pessoas de terem ambições, de quererem ser líderes, de quererem mudar as coisas (na perspectiva deles, como é óbvio), a condená-los a mortes políticas, a desterros e coisas no género. Qualquer dos três candidatos é, a meu ver, melhor do que Sócrates e, embora eu apoie Ferreira Leite, qualquer deles que venha a ser líder conta com a minha militância nas legislativas de 2009.
Sem imagem de perfil

De Pedro Gomes a 24.04.2008 às 14:27

Caro Duarte Calvão,

é impressão minha ou acabou de afirmar que Santana Lopes é melhor candidato a PM que Sócrates? Não me leve a mal, mas não pode estar a falar a sério.

Não gosto de Sócrates. Acho-o arrogante e demasiado agarrado a medidas tipo "show-off", mas de uma coisa não tenho dúvidas: esta governo PS está a ser, de longe, muito melhor do que o governo PSD/PP liderado por Santana Lopes. Mesmo tendo em conta que este herdou um governo vindo de Durão Barroso.

Aliás, se Santana Lopes se tornar o próximo líder do PSD e se aliar novamente com Paulo Portas, conseguimos a fantástica proeza de, nos partidos à direita, depois de uma estrondosa derrota eleitoral, se resolver tudo com uma volta de 360º. Só provará, no fundo, que a direita em Portugal não aprendeu mesmo nada... Bem sei que em política "há muita falta de memória", mas não tomemos os Portugueses por tolos.
Sem imagem de perfil

De J.C. a 24.04.2008 às 15:00

Subscrevo. Mas acredito que Santana 'já era', porque há um dado que tem importância e que costuma ser desperdiçado: os militantes também são pessoas como nós, com olhos e ouvidos (e mioleira, espero).

Claro que a qualidade de militante, legítima embora, acarreta um problema que parece afectar o Duarte Calvão, levando-o a declarar: «qualquer deles que venha a ser líder conta com a minha militância nas legislativas de 2009». Ou seja: tolhe o raciocínio individual.

Prefiro que não venha a ser bem assim. Por que diabo é que a decisão de uns tantos é que é a melhor? O Duarte há-de lembrar-se que é militante de um partido em que o indivíduo, a pessoa singular, conta...
Sem imagem de perfil

De J.C. a 24.04.2008 às 14:31

Já entendi as suas confusões, meu caro: não precisa de agradecer «aos três», porque o LNT e eu somos só dois.

Se continuar a escrever «proibir» entre aspas, estamos entendidos. Os tais «comentadores» de que fala têm toda a legitimidade para ser críticos e, ao mesmo tempo, para recusar ambições políticas. Todos temos e convém que se lembre disso. É o que acontece, por exemplo, com os críticos de teatro: normalmente, não aspiram a ser actores ou encenadores. Isto é tão básico e comum quanto a divergência é desejável e saudável.

Essa legitimidade aplica-se a si também. Por isso é que pode achar que os 'seus' candidatos são melhores do que os outros. Eu próprio recorro à mesma legitimidade para o contrariar: gostaria, por exemplo, de 'proibir' Santana de candidatar-se fosse ao que fosse. Não é por nada obscuro, não. Apenas acho que a vergonha que lhe falta no miolo é a vergonha que nos sobra no País...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.04.2008 às 14:58

Mas o Santana Lopes tem consciência disso, e a prova é que já foi visto e fotografado de lenço à pirata em volta dos miolos.
Sem imagem de perfil

De A a 24.04.2008 às 14:14

Vitalidade, isso? A mim parece-me feira de vaidades e nada mais. Política? Nem cheiro...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.04.2008 às 14:53

A meu ver, sobressai a parecença com um bando de loucos.
Sem imagem de perfil

De Caixilharia de Alumínio a 24.04.2008 às 14:17

Ao PSD falta manifestamente a militância de Sua Alteza Real o Senhor Dom Duarte Pio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.04.2008 às 14:28

Não é preciso muita sapiência para adivinhar que o Sócrates se terá divertido à grande nestes últimos dias.
Sem imagem de perfil

De Optimista a 24.04.2008 às 14:31

Curiosamente, é no PSD que também estão as pessoas que podem mudar, realmente, este país para PIOR.
Sem imagem de perfil

De Pedro Barbosa Pinto a 24.04.2008 às 14:45

"...não é para os “comentadores” nem para os “treinadores de bancada” que pululam por aí, todos cheios de sapiência e sentenças..."

E porque será que estes incomodam tanto os militantes do PSD?

Será porque as "candidaturas" que se apresentam só parecem interessadas em controlar o partido quando o objectivo deveria ser tentar ganhar o País?

Alberto João Jardim parece ser o único que entende isso. Para desgraça do PSD.

Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 24.04.2008 às 14:54

É absolutamente claro para mim, caro Pedro Gomes, que, apesar dos muitos erros que cometeu, Santana Lopes e o seu governo eram melhores do que Sócrates e este governo. Mas isso é outra discussão. O que interessa é que eu defendo neste post o direito de Santana ter voz activa e ambições políticas no seu partido e no seu país.
Assim, caro J.C. (desculpe, mas não percebi isso de ser a mesma pessoa que LNT, mas eu sou um pouco distraído em relação ao que se passa na blogosfera), por muito que você não goste de Santana, se os militantes do PSD o escolherem para líder e os portugueses o elegerem primeiro-ministro, ele terá todo o direito de o ser. Quanto a opiniões, todos temos também direito a elas. Eu inclusive, ao discordar de certos unanimismos que condenam políticos ao ostracismo.
Sem imagem de perfil

De J.C. a 24.04.2008 às 15:08

Não percebeu e continua sem perceber. É simples: nem conheço o LNT, mas quando agradeceu aos três, só ele e eu é que tínhamos escrito comentários. Esclarecido?
Sem imagem de perfil

De Bolas! Bolas! Bolas! a 24.04.2008 às 15:01

O Corta-Fitas está a abarrotar de “comentadores” e “treinadores de bancada”, daqueles que pululam por aí, todos cheios de sapiência e sentenças.

Bolas! Bolas! Bolas!

Comentar post


Pág. 1/3



Corta-fitas

Inaugurações, implosões, panegíricos e vitupérios.

Contacte-nos: bloguecortafitas(arroba)gmail.com




Notícias

A Batalha
D. Notícias
D. Económico
Expresso
iOnline
J. Negócios
TVI24
JornalEconómico
Global
Público
SIC-Notícias
TSF
Observador

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse jornal, o Expresso, ou traz poesia ou noticia...

  • Anónimo

    Sr. João, o direito a abster-se é tão legitimo qua...

  • Pedro Picoito

    Não tem escrito direito e as linhas são muito tort...

  • EMS

    Essa edição do "Expresso" é de 1973. É natural que...

  • João Távora

    Com os problemas dos outros posso eu bem...


Links

Muito nossos

  •  
  •  
  • Outros blogs

  •  
  • Links úteis


    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2006
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D